Destaques

assine a newsletter

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

✓ Resenha : Amor em Manhattan - Sarah Morgan


Título: Amor em Manhattan | Autor: Sarah Morgan | Série: Para Nova York, Com Amor #1 | Gênero:  Romance Chic Lit | Editora: Harlequin Brasil | Páginas: 384 | Onde comprar: Amazon | Classificação: 9,6 (Excelente!) | Livro cedido pela editora


Sinopse: Um romance brilhante sobre três amigas que decidem abraçar a vida – e o amor – em Nova York. Calma, competente e organizada, Paige Walker adora um desafio. Depois de passar a infância em hospitais, ela quer mais do que tudo provar seu valor – e que lugar pode ser melhor para começar sua grande aventura do que Nova York? Mas quando ela perde seu emprego dos sonhos, Paige vai descobrir que o maior desafio será ser sua própria chefe! Só que abrir sua própria empresa de organização de eventos e concierge não é nada comparado a esconder sua paixonite por Jake Romano, o melhor amigo do seu irmão e o solteiro mais cobiçado de Manhattan. Mas quando Jake faz uma excelente proposta para a empresa de Paige, a química entre eles acaba se tornando incontrolável. Será que é possível convencer o homem que não confia em ninguém a apostar em um feliz para sempre? O primeiro livro da série para 'Nova York, com amor' traz um enredo empolgante e divertido, com personagens superando situações inusitadas em busca do seu final feliz.

Amor em Manhattan é o primeiro livro da Série Para Nova York, Com Amor lançado pela Harlequin Books e foi o meu primeiro contato com a escrita da autora Sarah Morgan, da qual eu gostei muito.

Um chic lit divertido e que proporciona uma leitura muito gostosa, nos levando a passear pelas movimentadas ruas da moderna Manhattan. Nele nós conhecemos Page Walker. Ela é uma jovem promoter que após ser demitida junto com suas inseparáveis amigas, decide dar início ao seu próprio negócio, uma empresa de organização de eventos e concierge, mas para isso ela irá precisar da ajuda do único homem que partiu seu coração. 
Jake Romano é o melhor amigo do irmão de Paige e também já foi um grande para ela, até tornar-se uma de suas maiores frustrações amorosas desde a infância. Ambos tentam desde sempre manter-se afastados, mas essa parceria profissional acaba colocando essa distância a perder. E agora que eles se aproximaram de novo, muita coisa pode acontecer.

“Toda mudança preocupa e dá medo, mas você precisa superar isso. Assuma os riscos. Eles podem ser divertidos.”

Amor em Manhattan foi uma linda surpresa, eu amei a escrita da Sarah e da maneira que ela colocou os dramas pessoais dos personagens na história. Nenhum personagem protagonista ou secundário é tão superficial quanto parece ser. 
Paige é uma jovem que devido a problemas cardíacos passou a vida sendo protegida e agora luta com unhas e dentes pela sua independência. Enquanto Jake foi abandonado pela mãe durante a infância e tornou-se um homem avesso a relacionamentos sólidos, o que faz com que qualquer pessoa que coloque o seu isolamento amoroso em risco seja vista como uma ameaça e e exatamente o que acontece, quando Paige retorna a sua vida. Junta-se a isso, uma grande amizade com o irmão super protetor dela e podemos imaginar no que vai dar.

“Talvez seja a hora de Paige viver a própria vida e cometer os próprios erros. Em vez de ficar tentando segurá-la antes que caia, você poderia deixá-la cair e então ajudá-la a se levantar.”

A narrativa da Sarah é fluida e a leitura do livro é feita de forma rápida. Os personagens criados pela autora são encantadores e prendem a nossa atenção do início ao fim, torcemos por eles a cada página virada, mesmo nos momentos da leitura que eles nos irritam um pouco. Essencialmente Amor em Manhattan é uma leitura que nos passa mais do que apenas uma história de amor, é uma história de superação de obstáculos, inspiradora. Sem dúvidas eu recomendo a leitura.
Os próximos livros da série acredito que serão protagonizados pelas amigas de Paige, Eva e Frankie e algo me diz que também veremos mais do Matt, o irmão da Page nessas próximas leituras. E eu mal posso esperar por isso.

“O amor é um presente, Jake. O mais importante e valioso que existe. Você não pode comprar, fabricar sob demanda, ligar e desligar. Deve ser dado gratuitamente e é isso o que o torna tão precioso.”


Comentários via Facebook

1 comentários:

  1. Oi!
    Eu estava muito animada para ler essa história mas infelizmente a leitura não fluiu como imaginei, acho que foi o momento e mesmo tendo adorado os personagens, eu não curti muito a história. Mas estou animada para os próximos livros.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderExcluir

© Fundo Falso | Por Andréa Bistafa – Desde 2010 - Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in