✓ Resenha: Amor Sem Medidas - Sophie Jackson

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Sinopse: Tudo ia bem na vida de Riley Moore, um ex-presidiário que trabalha duro para se manter de forma honesta em Nova York. Um telefonema da mãe, no entanto, acaba tirando o rapaz dos eixos: o pai está internado em estado crítico, depois de sofrer o segundo ataque cardíaco em menos de dois anos.
Para estar ao lado da mãe nesse momento tão difícil e tentar resolver seus conflitos com o pai antes que seja tarde demais, Riley deixa tudo para trás e retorna a Michigan, sua terra natal, pela primeira vez em cinco anos.
Mas lá não estão apenas os pais de Riley e as memórias de sua família: Lexie Pierce ainda vive na cidade. Grande amor da vida de Riley, ela também foi a responsável por deixar seu coração em pedaços.
Como se a alma de um atraísse a do outro, o encontro entre os dois é inevitável. As lembranças de um amor poderoso fazem Riley querer Lexie de volta aos seus braços. Entretanto, a garota esconde um grande segredo, capaz de colocar à prova a confiança e os sentimentos do rapaz. Será que eles conseguirão superar a dor e o sofrimento de sua história para enfim viverem felizes para sempre?

Título: Amor Sem Medidas (Skoob)
Autor: Sophie Jackson
Série: Desejo Proibido #3
Gênero: Romance Erótico
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Onde comprar: Amazon / Submarino
Classificação: 9,3 (Ótimo)
Livro cedido em parceria com a editora. 




Amor sem Medidas é o terceiro livro da, até agora, trilogia Desejo Proibido.

Pode conter pequenos spoilers, optei por mencioná-los porque são o diferencial, o que me chamaria a atenção para a leitura.

É a vez de Riley, personagem menos enfático da trama até aqui. Fiquei mega curiosa pelo livro de Max (o segundo) mas confesso que nem me lembrava mais da série quando o terceiro foi publicado.

Mecânico e ex-presidiário, Riley também cumpriu pena como Carter e Max, pelo erro já citado anteriormente, e que após dezoito meses, tendo pago a sociedade sua dívida, está livre, mas ainda carregando a grande descrença no amor do qual já tínhamos visto ele mencionar nos livros anteriores.
E qual a surpresa? Dos três, Riley sem dúvida é o mais romântico.

Riley e Lexie foram namorados desde sempre. Desde a infância ele sempre a venerou, sempre teve nela seu refúgio, sua melhor amiga, seu grande amor. Mas quando nós planejamos a vida ri de nós, e assim do dia para a noite, Riley e Lexie são forçados a se separarem no período da faculdade, quando ele vai para Nova York e ela permanece na pequena cidade de interior, Michigan. 
Manter um relacionamento a distância não é algo que Lexie consiga lidar, a depressão chega e com ela toda a destruição que pode se abater.

Anos se passam, Riley e Lexie perdem contato, assim como Riley e o pai que não aceita o deslize do filho e a mágoa pela prisão acaba aprisionando seus corações. E então um telefonema da mãe faz nosso protagonista revier o passado. Com o pai internado em estado grave ele precisará voltar para Michigan e lá reencontrar mais que o afeto perdido do pai, mas também seu grande amor que o deixou em pedaços.

O que temos de diferente nesse livro é um pouco da inversão de papéis que encontramos habitualmente, nesse caso quem se sente culpada é Lexie, apesar da depressão não deixar que a responsabilidade toda seja colocada sobre o individuo, Lexie escondeu algo muito importante de Riley, algo que o afeta diretamente, algo que não pode ser totalmente consertado sem que se tenha perdido algo.

Lexie seguiu em frente, e mesmo sem ter cursado a faculdade que sonhou, foi bem sucedida e sua joalheria ganha notoriedade a cada dia. E essa personagem forte que venceu a depressão, que vence uma perda, está pronta para reconquistar, compensar o tempo perdido e fazer Riley voltar a acreditar no amor, mesmo que leve tempo, mesmo que ela se machuque, está disposta a curar as feridas que causou.

Esse livro é muito mais romântico do que erótico, os personagens demoram para superarem o medo, e se desenvolve muito mais o relacionamento, deixando o sexo em segundo plano como deve ser num caso tão delicado quanto desse amor. Eu diria que esse livro é o melhor desenvolvido pela autora dessa série até então.

Finalizando, falei que esse é o terceiro volume até aqui pois me ficou bem aparente um gancho para o desenrolar das histórias dos irmão de Riley, já que pouco se falou sobre Carter e Max, mas os irmãos de Riley estiveram muito presentes o tempo todo. Quem sabe né?!

"- Deixei o tempo passar, Riley. Devia ter ligado para você.
Riley concordava com ela, do fundo do coração, desde os pontinhos mais magoados que ele guardava, mas não ia continuar a focar no passado."




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Tenho gostado das resenhas desse livro e apesar de ter lido só o primeiro, e não curtido tanto assim, como se fala pouco dos protagonistas anteriores acho que posso ser sem medo e pulando o segundo que ainda não tenho certeza se tô interessada em ler haha :)

    ResponderExcluir
  2. Andréa!
    Já gostei de ver que a autora trouxe um protagonista, Riley que apesar de ter errado no passado e ter pago por seus erros, não se tornou uma pessoa abrutalhada, ao contrário, é humano e carinhoso.
    E fiquei bem curiosa por saber que segredo é esse que Lexie não revelou e fez com que ele perdesse a confiança nela.
    “A arte de ser sábio é a arte de saber o que ignorar.” (William James)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA novembro 3 livros, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.