✓ Resenha: Vacas - Dawn O'Porter

terça-feira, 19 de setembro de 2017




Sinopse: Um pedaço de carne; feito para reproduzir; além da sua data de vencimento; parte do rebanho.
Mulheres não têm que se encaixar em estereótipos.
Tara, Cam e Stella são estranhas vivendo suas próprias vidas da melhor forma que podem, apesar de poder ser difícil gostar do que você vê no espelho quando a sociedade grita que você devia viver de um jeito específico.
Quando um evento extraordinário cria laços invisíveis de amizade entre elas, a catástrofe de uma mulher vira a inspiração de outra, e uma lição para todas.
Às vezes não tem problema não seguir o rebanho.
Vacas é um livro poderoso sobre três mulheres julgando uma à outra, mas também a si mesmas. Entre todo o barulho da vida moderna, elas precisam encontrar suas próprias vozes.

Título: Vacas (Skoob)
Autor: Dawn O'Porter
Gênero: Romance / Ficção
Editora: HarperCollins
Páginas: 336
Onde comprar: Amazon / Saraiva
Classificação: 9,3 (Ótimo)




Quotes:

"Ser mãe solteira é estranho. Não só porque todo mundo que você conhece te julga ou se compadece de você, mas porque é preciso pensar em muito mais coisas quando se começa a gostar de alguém."

"Não sei como Sophie consegue estar casada com alguém que não aceita quem ela é. Interpretar um novo papel, inventar um novo passado."

"Ela teve depressão pós-parto após os três nascimentos e o casamento está por um fio. Cam tem certeza de que Dave está tendo um caso, mas não consegue culpa-lo. Mel se tornou uma pessoa complicada em virtude de toda essa raiva que sente pelo que sua vida se tornou. É a melhor propaganda para não ter filhos que Cam já viu." 

"Simplesmente não quero ter filhos. E isso não significa que não sou uma boa pessoa.
Também não odeio crianças, e, para ser sincera, acho estranho pessoas que odeiam. Quando alguém me diz que não quer ter filhos por causa disso, penso: você já foi uma criança, eu já fui criança, precisamos de crianças. Elas são adultos em miniatura. Não devem despertar ódio. Acredito que quem odeia crianças na verdade odeia mais a si mesmo. Eu não me odeio, só não quero ter filhos"

"Não queria exatamente morrer, mas precisava de uma dor que me fizesse entender aquilo. Alguma coisa física que pudesse ser tratada em vez daquela agonia emocional que eu não fazia ideia de como consertar."

"Acham que estou com problemas, que o gesto foi um pedido de ajuda, ou vão no caminho contrário e pensam que sou tarada ou pervertida. Li justificativas para minhas ações que eu mesma não teria pensado nem nos meus sonhos mais loucos. Escreveram de tudo, menos a verdade: que achei que estivesse sozinha e que me masturbei porque estava com tesão. Por que ninguém consegue aceitar o fato pelo que ele é?"

"Qualquer um que chame uma mãe de "idiota desocupada" é uma vaca sem coração. E ponto final."






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários:

  1. Oi Andréa.
    Achei bem interessante as histórias dessas 3 mulheres. Bem bacana a histórias dessas 3 se interligarem, ainda mais sendo tão diferentes uma das outras.
    Esse livro trata de vários temas interessantes e atuais. Parece ser o tipo de livro que depois de ler você se pega refletindo sobre várias questões, como a sociedade julga e tem preconceitos e ainda se tenta colocar na posição do personagem. O que você faria se estivesse no lugar dela?
    Fiquei bastante interessada em ler esse livro.
    Já vai para a minha lista de desejados!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Andréa, o livro já começa chamando a atenção pela capa, diferente e bem chamativa de um jeito bom e trás a história de três mulheres diferentes e bem reais, de pessoas que poderíamos facilmente conviver, de mulheres fortes. Já vimos casos assim, de mulheres que tem sua "intimidade" exposta e sofrem todo tipo de preconceito e muitas tem que recomeçar em outro lugar e mudar a vida toda e acho esse um bom tema pra leitura.
    Curti muito a dica do vídeo ;)

    ResponderExcluir
  3. Andréa!
    Que título, hein? Ainda mais relacionado a mulher...
    Mas pelo visto traz temas bem polêmicos.
    Já gostei de ver que cada história de cada mulher, aborda um 'problema' diferente e elas em si são bem diferentes.
    Atentado ao pudor dentro do metrô...kkkk Imagin o quanto esse vídeo na internet, deve ter prejudicado e mudado a vida dela.
    Automutilação é problema bem sério.
    Talvez se autora tivesse escrito um livro para cada uma, poderia discutir melhor o tema.
    Gosto também do tema e fiquei interessada.
    Acho que sou uma vaca também...kkkkkk
    Parece que a Harper está com o mesmo problema da Harlequin: a revisão...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  4. Primeiramente parabéns pela excelente resenha que fez do livro, a gente fica muito impressionada com os temas abordados na historias são muito atuais e devem ser lidos e falados para “ abrir “ a cabeça das pessoas sobre o poder e a força da mulher! Fiquei muito curiosa para fazer o desenvolvimento dessas três historias.

    ResponderExcluir
  5. Olá! Tudo bem?
    Esse livros trás um polémica, hein
    Adorei o titulo e parece ser um livro bem feminista, o que de fato eu adorei. Adorei a premissa do livro e sobre dizer o quanto a mulher tem força e poder para fazer tudo o que quiser!
    Aborto é um assunto que realmente precisa ser discutido e falado em livros ou em qualquer outros lugares.
    Parabéns pela resenha e nos falar sobre esse livro maravilhoso.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu estava super curiosa par saber mais sobre o livro. O título é gritante!
    Depois dessa resenha, com certeza vou ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi Andréa.
    Eu adorei a conversa desse livro esse é realmente polémico hem.
    Eu não sei bem o que pensar dessa premissa, ainda pelo fato que ele trás assuntos tão polémicos mas que também nos leva a refletir sobre os assuntos, essa capa está surpreendente e eu quero ler sim.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Gostei de mais da premissa desse livro. Primeiramente que capa escândalo é essa ja chega com tudo. Ai vem essa resenha que não passa despercebida, um livro bem polêmica ne? Ainda mais que fala sobre mulher, ela se auto descobrindo, sofrendo preconceito, sendo julgada,coisas que vivênciamos todos os dias e que na maioria das vezes somos coagidas a deixar pra lá. Não somos so uma mulher lutando somos um conjunto procura de respeito e justiça.

    ResponderExcluir
  9. Havia visto esse livro mas não sabia sobre o que era , e vendo o vídeo agora adorei a premissa.
    A capa ficou linda e a vaca de trás ficou demais e combinando super com a história.
    Parece ser um livro bem polêmico e que mostra que lugar de mulher e onde ela quiser.
    Adorei a história das 3 mulhere e já estou curiosa para saber mais sobre elas.

    beijos

    ResponderExcluir
  10. Que livro poderoso mesmo Andréa, a premissa já me conquistou na hora. Fiquei curiosa sobre esse livro quando vi o seu vídeo de Book Haul da Bienal e estava aguardando essa resenha/conversa sobre essa história. Adorei a proposta do livro, ao abordar assuntos polêmicos e bem reais sobre mulheres, trazendo a história de cada uma das três mulheres com personalidades tão distintas. Pelo jeito é um livro incrível e impactante, com todas as reflexões geradas por essa história, os altos e baixos da vida dessas mulheres que geram sentimentos conflituosos durante a leitura.
    Amei os quotes que você escolheu!
    Já adicionei o livro na lista de desejados, quero muito ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Oi Andréa,
    Ser mulher é difícil e não estou falando das questões hormonais, TPM ou outros fatores relacionados a mulher, é difícil pela forma que a sociedade determina como a mulher deve ser. Não somos produtos produzidos em linha, temos desejos, ambições, vontades, escolhas e, principalmente, erramos. Mas o pior é quando outras mulheres se acham no direito de dizer como uma mãe deve ser, como uma moça deve se comportar ou o que as meninas tem que ser quando crescer. Vacas é um livro que deve ser indicado, compartilhado e discutido por todos. Gostei muito da premissa e entendo que poderia ser mais explorado, mas o que a autora propõe já é o suficiente para uma boa discussão.

    ResponderExcluir
  12. Oi, tudo bom?
    Gostei da resenha vídeo, o livro parece ser muito bom, gostei dele mostrar esses tantos lados das mulheres, gostei de termos historias, e realmente é necessário darmos mais liberdades as mulheres, achei legal que o livro ajuda abrir a mente, pretendo ler o livro sim, e achei legal que as historias vão se ligar em algum momento.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  13. O livro parece ser muito bom, acho me identificaria muito com ele, pois não quero casar e quero adotar uma criança, ou seja, ser mãe solteira total e muitas pessoas, quando digo isso, me olham como se eu fosse louca, mas não, só quero ter total controle sobre a minha vida e mesmo assim ter um filho para cuidar, quanto ao livro, só não gostei muito da parte da masturbação em público, por mais que ela achasse que não tinha ninguém ali, acho uma falta de respeito.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Gostei do livro, tem uma premissa muito boa. A historia dessas mulheres são muito boa, mostrou a interligação entre elas sendo totalmente diferente uma a outra. Eu pensava que seria algo diferente porque claro, o titulo e bastante vulgar, mas gostei da historia tem uma premissa muito boa.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.