✓ Resenha: Só Por Uma Noite - Monique e Mônica Sperandio

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Sinopse: Uma noite. Quatro amigas. Muitos segredos. Uma lista.

- Ir para um cemitério no meio da noite (✔️)
- Mudar completamente o visual (✔️)
- Descobrir um terrível segredo sobre suas amigas (✔️)
- Confessar que está apaixonada pelo seu melhor amigo (✔️)

Samanta Calliari tem vivido com medo durante a sua vida toda. Por causa disso, ela tem se privado de viver intensamente. Uma prova dessas privações é a paixão secreta que Sam tem pelo seu melhor amigo, Gustavo. Só que ela não está sozinha nessa. Suas três melhores amigas, Nat, Marina e Daphne, também sentem medo. Elas irão acompanhar Samanta na noite mais reveladora de suas vidas, onde enfrentarão seus maiores medos, devido a uma lista de desafios deixada para elas cumprirem.
Então o que, possivelmente, poderia dar errado na tão esperada noite das quatro amigas? Quase tudo, é claro. Declarações de amor frustradas, verdades engasgadas e loucuras em cada item da lista as aguardam nessa noite.
Para sobreviver a lista de desafios e para revelar a verdade para suas amigas, Samanta vai precisar de toda a sua coragem. Mas como ela irá fazer isso se toda vez que é corajosa algo a sua volta desmorona?

Título: Só Por Uma Noite
Autor: Monique e Mônica Sperandio
Gênero: Young Adult
Editora: Novo Conceito
Páginas: 189
Onde comprar: Amazon
Classificação: 8,6 (Ótimo) inclui parte editorial
Livro cedido em parceria com a editora. 





Só Por Uma Noite trás uma trama bem jovem, alcançado um público, ao meu ver, pré adolescente.

Temos quatro amigas, em período escolar, ainda menores de idade que em determinada noite de um final de semana, saem para cumprir uma lista de desafios deixada por uma amiga, Vick, que morreu recentemente.

"Seria possível quem em apenas uma noite reescrevêssemos nosso história inteira?"

Essa lista inclui vencer limites, ter coragem e acima de tudo estreitar laços de amizade.

Somos apresentados a Samantha, a noite ainda não chegou e ela está cumprindo seu primeiro desafio: mudar o visual! Afinal, a noite promete, já que o próximo passo é declarar seu amor ao melhor amigo durante uma festa. Só que esse amigo tem namorada, como ele iria reagir?
Nat, Marina e Daphne são as melhores amigas de Sam, e todas elas estão incluídas nessa lista maluca. 

Como eu disse, a história toda tem seus muitos segredos a respeito de cada personagem, alguns que interferem diretamente na amizade das meninas e outros não tão importantes assim. De certo modo são todos um pouco previsíveis. O livro acontece inteiro durante uma madrugada, então os desafios não poderiam ser tão complicados ou mirabolantes.

A narrativa das autoras é simples e direta, de fácil compreensão, com diálogos bem jovens e atuais. Os capítulos no geral, são instigantes e a leitura é rapidamente concluída.
No entanto existem pontos que eu não concordo veemente na trama. Um deles é o uso de bebidas alcoólicas durante várias cenas, onde sabemos que as personagens são menores de idade. Bom, quem nunca né? Isso é claro rs, mas elas fazem muitas coisas ilegais para a idade, até mesmo as achei jovens demais para andarem sozinha a madrugada toda. Esse tipo de coisa é muito comum, mas sou da opinião que bater muito nessa tecla acabe incentivando adolescentes a agirem a mesma forma, já que o público alvo do livro é esse, e sabemos que a realidade é bem mais perigosa que a ficção.
A trama se desenrola no Brasil, mas tem uma "pegada" americanizada, como nos filmes teens. Talvez seja esse o ponto que me desagradou, pois com 16 anos temos personagens que já dirigem.

Alguns segredos estão relacionados a família, e são pontos que poderiam ter sido melhor trabalhados, já que nessa idade, é muito comum o conflito familiar. Como o foco é feminino, o livro todo fica bem mais nas questões das meninas mediante familia e relacionamentos, mas temos um personagem masculino que revela-se gay em determinado momento, que também poderia ter sido melhor trabalhado, fiquei triste pois acabou passando um certo preconceito das meninas em relação a ele.

O ponto legal é o incentivo constante de ser quem você é. Lutar pelos seus ideais e viver a vida da melhor forma possível. Perdoando quando necessário, brigando quando preciso. Mostrando acima de tudo, o valor da amizade verdadeira. 

Eu extrai muitos quotes da obra, muitas frases são bem elaboradas, acabei fazendo uma listinha com elas, não seria justo deixar de destaca-las:

"Quantas vezes essas pessoas se apaixonaram? O amor deu certo? Elas foram felizes? Elas fizeram a coisa fácil ou a certa? O que fizeram antes de morrerem? Foram corajosas ou deixaram o medo as impedir? Viveram de verdade ou apenas existiram?"
"Foi um furacão, desde o começo. No entanto, eu era a única que girava nesse tornado, e eu era a única que acabava destruída antes de a gravidade fazer seu serviço e me puxar de volta ao chão."
"De onde vem essa sensação de conforto, simplicidade e euforia com uma pessoa que acabamos de conhecer? E por que, às vezes, nós ficamos tão duros e travados com alguém que conhecemos a anos?"
"Isso é um bom sinal. Brigar, sabe? Quer dizer que ainda já alguém que se importe."
"Engraçado como as horas parecem algo supérfluo ao ser comparada com o tempo que dura um olhar."


A obra é nacional, as autoras já possui outro livro publicado, Sete Vidas, o qual tenho muita vontade de ler, espero trazer em breve resenha para vocês!
Essa obra foi publicada apenas em formato digital.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Oi. Ouvi falar do livro mas não prestei muita atenção ao enredo. Eu também não curto muito histórias onde os personagens bebem demais, dá um ar mais irresponsáveis a eles, coisa que eu não gosto já que estamos tentando ver o amadurecimento. Mesmo assim, adorei a história e gostaria muito de lê-la.
    Beijo! Leitora Encantada
    Promoção 4 anos de blog Minhas Escrituras

    ResponderExcluir
  2. Um livro bom, mas mal trabalhado!
    leitura é leve e de uma fluidez impecável, mas a história em si não me prendeu tanto quanto eu gostaria. Senti que algumas partes ficaram um tanto clichês demais e passou dos limites do que considero aceitável. Os personagens também não são tão reais quanto deveriam, apesar de seus problemas se parecerem com os de muitas pessoas por aí. A personalidade das amigas é muito precisa e acaba se transformando em algo forçado e programado, sem ter aquelas reviravoltas que a gente tanto admira nas histórias. A diagramação também não foi das melhores, pelo menos no e-book. Ficou tudo muito simples e de um colorido artificial que não me chamou atenção. Mas há um ponto bem positivo: há diversos quotes bem interessantes espalhados ao longo da narrativa.
    "Eu quero o ótimo. O extraordinário. Quero o que me faz escapar o fôlego, o que me deixa desperta nas noites quentes e abafadas de verão. Quero o impossível, o irreal, o absurdo." ☆☆

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.