✓ Resenha: E Viveram Felizes Para Sempre - Julia Quinn

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017


Sinopse:Alguns finais são apenas o começo...
Era uma vez uma família criada por uma autora de romances históricos...
Mas não era uma família comum. Oito irmãos e irmãs, seus maridos e esposas, filhos e filhas, sobrinhas e sobrinhos, além de uma irresistível matriarca. Esses são os Bridgertons: mais que uma família, uma força da natureza.
Ao longo de oito romances que foram sucesso de vendas, os leitores riram, choraram e se apaixonaram. Só que eles queriam mais. Então começaram a questionar a autora: O que aconteceu depois? Simon leu as cartas deixadas pelo pai? Francesca e Michael tiveram filhos? O que foi feito dos terríveis enteados de Eloise? Hyacinth finalmente encontrou os diamantes?
A última página de um livro realmente tem que ser o fim da história? Julia Quinn acha que não e, em E viveram felizes para sempre, oferece oito epílogos extras, todos sensuais, engraçados e reconfortantes, e responde aos anseios dos leitores trazendo, ainda, um drama inesperado, um final feliz para um personagem muito merecedor e um delicioso conto no qual ficamos conhecendo melhor ninguém menos que a sábia e espirituosa matriarca Violet Bridgerton.
Veja como tudo começou e descubra o que veio depois do fim desta série que encantou leitores no mundo inteiro.

Título: E Viveram Felizes Para Sempre
Autor: Julia Quinn
Série: Os Bridgertons #9
Gênero: Romance de Época
Editora: Editora Arqueiro
Páginas: 255
Onde comprar: Amazon
Classificação: 10 (Excelente!)
Livro cedido em parceria com a editora.




Haveria leitura melhor para iniciar o ano do que uma que se intitula: E Viveram Felizes Para Sempre?
Com certeza, para mim, não!
Esse que é o 9° livro da série Os Bridgertons, vem para fechar com chave de ouro a série dedicada à essa, que se tornou a minha família Literária Favorita.

A obra é um copilado de 9 contos, onde os oito primeiros correspondem ao segundo epilogo de um dos livros da série e nos permitem vislumbrar o que aconteceu aos personagens depois que a história queles protagonizaram chegou ao fim. Alguns desses epílogos se passa muito tempo depois e outros praticamente no exato momento em que o livro acaba, mas sem sombras de dúvida a coisa mais interessante foi a maneira que a Julia conseguiu reunir num livro só tantas nuances de sentimentos diferentes e conseguido facilmente reacender com esses contos o que sentimos em cada uma das leituras.


O primeiro conto é o segundo epílogo de O Duque e Eu e nele acompanhamos a história de Simon e Dafne muitos anos após o final do livro e percebemos que mesmo que o "para sempre" seja num sentido figurado, ele muitas vezes pode ser quase literal.

O segundo conto é o segundo epílogo de O Visconde Que me Amava e foi o que eu menos gostei. para escreve-lo a Julia se valeu de um momento marcante do livro e tentou revive-lo anos depois, porém para mim, aqui ele não trouxe a mesma emoção que da primeira vez, para ser sincera, nem chegou perto.

O terceiro conto é o segundo epílogo de Um Perfeito Cavalheiro e na minha opinião ele teve mais cara de um conto spin-off, pois apesar de Bennedict de Sophie terem uma presença marcante na história o protagonismo dela é de Posy, a meio-irmã boa de Sophie.

O quarto conto é o segundo epilogo de Os Segredos de Colin Bridgerton e esse conto é um elo de ligação entre o 4° e o 5° livro que são praticamente paralelos e chega até mesmo a adentrar dentro da história de Eloise, o que nos faz poder matar bastante a saudade dessas duas histórias.

O quinto conto é o segundo epílogo de Para Sir Phillip, Com Amor e assim como o terceiro é mais um spin-off do livro. Nele nos vamos acompanhar a história de amor de Amanda Crane, a enteada de Eloise e filha de Sir Phillip, eu gostei muito dessa história e acho que ela merecia até mesmo ter recebido um romance inteiro só para ela.

O sexto conto é o segundo epílogo de O Conde Enfeitiçado e é um dos meus favoritos, talvez pelo fato de que a Francesca seja a minha Bridgerton-girl preferida, por causa da sua personalidade melancólica e de toda a sua história de vida. Mas, ao meu ver esse segundo epilogo é mais profundo, aborda temas mais complexos e veio trazer a conclusão merecida a história da personagem.

O sétimo conto é o segundo epílogo de Um Beijo Inesquecível que ao meu ver foi o epilogo mais esperado da história pois veio trazer um final digno a trama de Hyacinth, pois apesar de ter achado o livro muito bom para mim aquele final deixou muito a desejar. E aquia Julia colocou de fato um ponto final nessa história.

O oitavo conto é o segundo epílogo de A Caminho do Altar e esse conto é um tiro (quem leu o livro vai entender a piada) esse é outro dos meus preferidos, mas já aviso a vocês vão preparados, porque a Julia foi má nesse conto, pegou pesado e brincou forte com o coração dos leitores.

E por fim o nono conto, que é um spin-off da série num geral, é também o conto mais desejado e esperado por todos os fãs que aprenderam a amar a matriarca dessa maravilhosa família. O Florescer de Violet, nos permite conhecer uma Violet jovem, tempestiva e impetuosa assim como as próprias filhas, além de nos apresentar, talvez não tão profundamente quanto eu desejava Edmund Bridgerton, o responsável por essa prole que nós tanto amamos. Esse foi outro conto que eu achei que merecia ter recebido um romance completo, mas ela é maravilhosa de qualquer forma e veio pra fechar com chave de ouro o ciclo lindo estrelado por essa família fictícia maravilhosa.

Enfim, não vou me ater falando sobre a escrita da autora ou a construção dos personagens pois já falei sobre isso nas oito resenhas que escrevi sobre essa história. Vou apenas recomendar a todos que leiam, pois essa é uma série que pra mim valeu muito a pena. E para que vocês possam ler esse livro é recomendado que tenham lido os livros anteriores, ou logicamente pegarão spoilers épicos.
Como sempre o trabalho gráfico da arqueiro se manteve excepcional, a capa do livro é linda, a diagramação organizada, o material de primeira, tudo impecável, o que nos leva a ter uma experiência de leitura extremamente agradável.



Enfim, amei a leitura, recomendo-a ao mundo.
Espero que vocês tenham gostado da resenha e não deixem de me contar se já leram, se tem vontade, o que acharam da série, ou que mais acharem pertinente, nos comentários.

Beijooos e até mais ♥
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. bacana a autora ter criado estes contos, dá pra matar a saudade das tramas dos outros livros vendo como os personagens se encontram depois dos desfechos... ainda mais com o spin-off pra dar gostinho de quero mais aos fãs da série...
    e que série enorme,hein?hehehe
    bem,eu não penso em fazer a leitura já que não curto o gênero...
    bj...

    ResponderExcluir
  2. Oi Kris,

    Essa série é super graaande, e se tu chegou até o último, é porque realmente são bons. Adoro livros de contos, mas para mim não faz sentido ler sem ler a série. É uma série de leitura que eu estou de olho, mas ainda não seu quando lerei.

    Beijos

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.