✓ Resenha: A Sombra do Passado - Sylvain Reynard

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Sinopse: Nesta sequência de A transformação de Raven, Sylvain Reynard combina suspense e sensualidade em uma das cidades mais belas do mundo, levando o leitor para um universo de fantasia e romance habitado por criaturas centenárias e poderosas.
A jovem e doce Raven Wood está em Florença trabalhando na restauração de O nascimento de Vênus, de Sandro Botticelli. Certa noite, ao tentar evitar que um sem-teto seja agredido, ela mesma fica em perigo, mas é salva a tempo pelo belo e poderoso William York. Depois desse encontro, eles se envolvem numa improvável e avassaladora paixão.
O príncipe vampiro jura seu amor por Raven e promete se vingar de todos os que um dia a feriram. Contudo, ela prefere não ceder à violência e, para surpresa de William, busca nele algum traço de humanidade sob a aparente frieza – alguma bondade que lhe permita entregar-se a ele sem receios.
Mas um perigo terrível pode pôr fim à felicidade do casal. Uma sombra se espalha por Florença, colocando em risco a paz que há séculos existe entre seres humanos e sobrenaturais. Enquanto tenta proteger Raven, o príncipe precisa descobrir quem o traiu e evitar uma guerra entre poderes há muito adormecidos.

Título: A Sombra do Passado
Autor: Sylvain Reynard
Série: Noites em Florença #2
Gênero: Romance Sobrenatural
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Onde comprar: Amazon
Classificação: 8,2 (ótimo) *nota inclui parte editorial
Livro cedido em parceria com a editora. 




A Sombra do Passado é a continuação de A Transformação de Raven (que também tem um prequel que se chama O Príncipe das Sombras. Sendo assim, em ordem de lançamento da editora, é o terceiro livro da série.

Para quem não conhece, A Transformação de Raven é o primeiro livro dessa trilogia onde temos seres sobrenaturais, com o foco nos vampiros. Um romance entre humana e vampiro, ambientada em Florença, e cercado por arte. Esse livro tem o mesmo universo da trilogia anterior da autora (ou autor, pois ainda não me convenci que seja homem, após o mistério sobre sua identidade) o Inferno de Gabriel. Eu não li essa trilogia, não sei se ela também tem essa pegada sobrenatural. Nessa há muita fantasia, relacionado ao sub mundo dos vampiros e outras criaturas da noite. Como o protagonista dessa série anterior aparece vez ou outra, e tem consciência do vampiro, fiquei com essa dúvida sobre a série do Gabriel.

"Amor: um eufemismo gentil para a conjunção de corpos em nome do prazer físico"

** Essa resenha contem pequenos spoilers dos livros anteriores. **

Nesse livro, Raven após passar um período separada de Willian, o vampiro, reatam e o romance continua. E esse foi o problema para mim. 

O livro anterior foi intenso, cheio de descobertas e muita ação, tem algumas cenas mais quentes, tem rivalidade no Clã. Nesse livro não temos nada. O romance é super sem graça e sem sal. Eu já teria terminado com William na vida real rs
A maior parte são só coisas banais de casal, tanto que eu quase já não me lembro dos fatos, e li a menos de uma semana!

Os pontos positivos. talvez estejam no que diz respeito a vingança que William quer oferecer a Raven contra seu padastro que molestou sua irmã e a feriu na infância. Propondo que a mesma o mate com crueldade, o servindo a ela aprisionado em uma cela em seu aniversário. 

Raven acha o presente bizarro e tem uma crise. Essa crise foi mal desenvolvida, e apesar do trauma grande, não consegui enxergar Raven nessa cena, como nada além de uma donzelinha indefesa, coisa que ela deixou bem claro no livro anterior que não é. 

Bom, em decorrer a esse acontecimento, ela entra em contato com a irmã, que ainda alega não ter sido molestada e nós leitores ficamos sem saber qual é a verdade de fato. Elas brigam e a briga acaba levando a irmã a procura-la em Veneza, onde sofrerá o risco de ser capturada pelos inimigos de William, que querem chantageá-lo em troca do trono.

Temos também explicações para o passado do protagonista, antes de sua transformação, descobrimos o segredo que cerca a morte de sua primeira noiva.
Descobrimos ainda, uma ligação entre Raven e a Curia (organização católica contra os seres do submundo), que é interessante já que tem um drama quase familiar, e também descobrimos quem é o traidor que quer derrubar o Willian do governo de seu clã.

"Os homens sempre desqualificam as mulheres como sendo histéricas. É a forma de dizerem que nossos sentimentos não importam."

São fatores legais, mas não foram bem contados nesse livro. Achei um pouco enfadonho e previsível demais. Alguns diálogos até mesmo infantilizados. A narrativa, em terceira pessoa, tornou-se monótona em uma boa parte. Realmente não sei o que aconteceu, se eu perdi o gosto pelo gênero ou o autor perdeu a mão aqui, já que o livro anterior me lembro de ter gostado muito!

Vou esperar pelo próximo, para ter uma opinião formado em um todo.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Oi Andréia, tudo bem??

    Dessa autora eu só li mesmo a trilogia O inferno de Gabriel. Conheço esses outros livros dela, mas ainda não tive a oportunidade de lê-los. Parece ser até interessante a premissa e acredito que gostarei da leitura. Vou esperar mais um pouco e quando der compro o livro e leio.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiê! Poxa eu tinha achado a premissa do livro bastante interessante pela sinopse, mas depois do que você falou, que foi cansativo e previsível dei uma desanimada. Tem umas series de livros que comecei há ler faz batante tempo e agora que estou tendo a oportunidade de continuá-las e fico pensando se irei gostar tanto delas como gostei dos primeiros livros..
      Beijos

      Excluir
  2. A trilogia do Gabriel é sem sobrenatural e os personagens dessa não aparecem nela. O Gabriel conhece os personagens dessa como humanos e achei essa coisa do sonrenatural estar perto e ao mesmo tempo escondido dos humanos um lance bem interessante.
    Adorei os livros anteriores e confesso que fiquei um pouquinho preocupada agora com a sua resenha... o livro anterior é realmente bem intenso e se esse é assim sem graça já imagino que também irei ficar com vontade de terminar com o William...rs
    Beijinhos,
    Lica

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.