✓ Resenha: Obsessão - Halice FRS

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017




Sinopse: Qual a razão de ter vida eterna quando a existência é vazia?
Ethan McCain resolveu a questão retomando sua antiga profissão de advogado criminalista.
Convivendo entre os humanos, servindo-os e servindo-se deles, conseguia alguma diversão.
Boêmio, mimado e egoísta, o vampiro segue livre em sua farsa pelas ruas de Nova York.
McCain acreditava ter tudo, merecido ou desejado, até encontrar Danielle Hall no Central Park, sozinha e desprotegida. Atraído por tão excitante odor ele a segue, decidido a conquistá-la, seduzi-la e descartá-la.
O que o vampiro não previa era que naquela mesma noite um inimigo o espreitava, disposto a destruí-lo, e que a frágil humana carregava o símbolo de sua derrota.
A partir daquele encontro Danielle virou sua obsessão, mas também seria sua perdição.

Título: Obsessão
Autor: Halice FRS
Série: Amor Imortal
Gênero: Romance Sobrenatural
Editora: Ler
Páginas: 344
Onde comprar: Loja Ler
Classificação:
Livro cedido em parceria com a editora. 







Conheço a escrita da Halice desde 2013, quando me apaixonei pelo Padre Jonathan de Ciello, da trilogia Segredos & Mentiras. Por isso, quando a Andrea me mostrou a quantidade de livros de parceria que ela tinha para ler e vi Obsessão no meio, pedi para ajudar lendo esse.

Para a minha felicidade, depois de alguma persuasão, ela aceitou a minha ajuda nada interesseira e aqui estou, trazendo um pouco das minhas impressões sobre esse novo protagonista.

A autora foi uma das primeiras que me surpreendeu na literatura erótica, porque não escrevia apenas histórias com cenas de sexo, mas sim histórias quentes com uma trama muito bem construída além destas cenas. É por isso que comecei a leitura dessa nova série, com bastante ansiedade.

Ethan McCain é um renomado advogado do século atual. Não perde nenhuma causa e costuma defender o pior da escória da humanidade. Tudo pelo prazer de livrá-los da prisão e caçá-los após o veredito final. Não saberia dizer como, com tanto tempo de carreira, nenhum jornal ou juiz percebeu que 99% de seus casos acabam em morte.

Ele é um vampiro mimado, acostumado a ter tudo o que quer e ser atendido em tudo o que solicita. Sua arrogância é tanta que dificultou um pouco a minha leitura. 

No início da trama descobrimos como ele foi transformado e que uma espécie de profecia foi pronunciada pela líder de um clã de vampiros. Essa profecia revela que apenas uma pessoa com a marca parecida com a de Ethan terá domínio sobre ele e poderá derrota-lo.

Danielle Hall é formada em jornalismo e uma bela mulher. Uma mulher comum, mas com um aroma que desperta a curiosidade e a obsessão de Ethan. Ela namora Paul, um advogado insistente e, algumas vezes até cansativo, há três anos.

Como Ethan não possui escrúpulos, ele arma um esquema digno de novela, para cercar sua presa e dominá-la sexualmente, pois é só no que ele pensa: estar com ela sexualmente e beber seu sangue.

Joly e Thomas são seus melhores amigos e trabalham com ele no escritório de advocacia. Joly é uma vampira divertida, belíssima, está sempre impecável e se muda para o prédio de Danielle acreditando que Ethan não está apenas desejoso do corpo da mulher, mas que se apaixonou por ela. Seu dever é protege-la e levar informações úteis para seu chefe. Joly é uma das únicas que consegue colocar algum juízo na cabeça do advogado vampiro. Ela tenta proteger a humana com todas as suas armas, pois descobre algo que pode mudar os sentimentos de Ethan e tornar esse amor mórbido e sangrento.

Há um imitador atrás de Ethan. Ele o segue, seca suas vítimas e larga os corpos para que as autoridades encontrem evidências de vampirismo na cidade. Ele é um enorme problema, pois está se aproximando cada vez mais daqueles com que o vampiro se importa e está começando a matar pessoas comuns, não apenas os crápulas defendidos pelo advogado. Pessoas próximas de Ethan. Essa perseguição preocupa e Danielle está cada vez mais em perigo sem saber.

O vampiro estranho mostrou que teria facilidade em pegá-la.

A Joly alertou Danielle e acredite, confio nela: Ethan também é o perigo.

Talvez por ter gostado MUITO mesmo do padreco, o Ethan não conseguiu me conquistar. No entanto, a escrita da Halice continua instigante e conseguimos perceber algumas de suas características como escritora em cada linha dessa história. 

Ethan é arrogante, agressivo e intolerante. Danielle é sensual, sabe se expressar e confia nas pessoas. Opostos que se atraem desde o primeiro odor.

Li no e-book e reli alguns trechos no livro para comparar. Sugiro que leiam o livro impresso, pois a revisão está melhor e existem cenas extras. O final é diferente e me convenceu mais do que o escolhido para o e-book. Fora que no e-book encontrei muitas falhas de revisão. A autora nos adiantou que em breve o arquivo será atualizado na Amazon.

A capa condiz demais com a história e eu acho sombria o suficiente para instigar!

A diagramação do livro interno é simples, fonte agradável aos olhos e que facilita a leitura. A Ler caprichou na edição e o segundo volume já está à caminho! Você consegue mais detalhes no link da editora no cabeçalho do texto.

Agora vou dar uma de fanzoca e implorar de joelhos: HALICE QUERO O TERCEIRO LIVRO DO PADRECOOOO! 

Beijos, espero que tenham curtido a resenha e procurem ler os livros da Halice. Não irão se arrepender.

Mari Scotti
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Obrigada pela oportunidade de matar a saudade da escrita da Halice! <3

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.