✓ Resenha: Agridoce - Simone O. Marques

quarta-feira, 28 de setembro de 2016



Sinopse: Anya é uma garota comum, estudante de gastronomia e que mora em Florianópolis. Certa noite, ao passear pela praia ela sente um aroma que a atrai terrivelmente, um perfume, uma mistura de fragrâncias que mexe com todos os seus sentidos. Na noite seguinte ela e vê perseguida pelo aroma e descobre que ele vem do corpo de um belo banhista que sai do mar. Cedendo ao impulso, ela vai até ele. Surpreendendo-o, ela o lambe e encosta o nariz em sua pele. Atormentada pelo aroma, ela precisa experimentar, então, alcança seu pescoço e o morde numa veia pulsante. Anya então descobre o prazer de degustar o sangue doce, que a fazia pensar em frutas flambadas, temperado com o sal da água... o sabor agridoce que a desperta para uma necessidade vital que fará parte de sua vida à partir de então, a necessidade de sangue...


Título: Agridoce
Autor: Simone O. Marques
Série: Sabores do Sangue #1
Gênero: Fantasia
Editora: MadrasTeen
Páginas: 342
Onde comprar: R$
Classificação: 6,6 (Bom)
Livro cedido em parceria com a editora. 








 Há alguns anos comecei essa série e logo se tornou a minha queridinha de vampiros. Quando a Andrea me convidou para reler e resenha o livro, logo aceitei, pois queria me aventurar na vida da Anya novamente.

 Não senti diferença entre a edição anterior com a publicada pela Editora Madras, talvez porque li há anos mesmo!

 Anya é uma garota considerada frágil devido sua alergia do sol. Mora em Florianópolis com seu pai Edgar e estuda Gastronomia na mesma faculdade que ele dá aula. A gastronomia foi uma escolha interessante de profissão, mas não aleatória, porque a protagonista tem uma ligação incrível com os aromas. Devido a essa sensibilidade com cheiros, descoberta de aromas diversos (relacionados a alimentos), ela é atraída a praia em uma noite, sentindo-se desnorteada com o aroma agridoce que um homem está exalando. Ela não consegue resistir ao aroma, ao salivar de sua boca e... ela o lambe e morde!

 Na primeira vez que li a obra, eu não sabia que era um livro de vampiros, porque não tinha lido a sinopse. Reler essa cena foi interessante, porque desta vez senti tudo o que a Anya sentiu ao ser atraída pelo aroma. 

 Devido a sua atitude de morder o estranho, ela desperta sua condição especial e desperta também outras duas pessoas: seu antagonista e seu escravo.

 Opa, como assim?

 Anya possuí uma espécie de vírus raro em seu sangue, o do vampirismo, assim como o Mensageiro, que tem como objetivo de vida, despertar os Portadores do vírus.

 Ela descobre que sempre que um Portador desperta, duas outras pessoas também despertam, desconhecidas e que farão de tudo para encontrar seu portador. Ou seja: encontrá-la.

 Um é seu Escravo, seu sangue é o mais puro, do aroma mais atrativo e do sabor mais delicioso, é o que mantém o vampiro vivo. O outro é o Antagonista, ou seja, seu Caçador. Ele possuí um único objetivo: matar o Portador. Nenhum deles sabe o que está acontecendo, só sente uma necessidade absurda de encontrar o Portador. Somente quando estão frente a frente que, por instinto, descobrem o que devem fazer.

 O Rafael Montequio é o tutor de Anya, um Portador mais antigo e que tem o dever de instruí-la acerca de sua nova condição. Ele é lindo, rico, sua Escrava é linda (shippei loucamente!), mas ele parece ter uma ligação mais pessoal com Anya e seu pai. Um passado complicado e que deixa as coisas bastante tensas.

 Ivan é um Escravo, amigo do pai de Anya e que também tem um passado com esta família e, assim que ela desperta, é convocado para ajudar.

 Quando Anya foi hospitalizada (ela desmaia depois de morder o cara cheiroso), Dante a atende. O médico tem um papel importante na trama, assim como Leo, seu irmão. Só para quem já leu, vou repetir o que disse na minha primeira resenha sobre este livro: Tenho a sensação que o Leo é chave importante para modificar certos destinos! 



 Confesso que amei o Dante... até conhecer o Daniel.

 Daniel é um garoto de programa e ele gosta de ser garoto de programa. No entanto, um dia ele acorda e o nome “Anya” é a única coisa em que consegue pensar. Ele passa mal e também é atendido pelo Dante. A vida desses dois se entrelaça de tal forma que me peguei torcendo para que nenhum deles fosse o Antagonista da Anya.

 Estou apaixonada pelo jeitinho sedutor do Daniel e espero surpresas e mais cenas dele em Cítrico!

 Mas, não pense que somente o Antagonista será um problema para a Anya. Não. Existem também os Caçadores, Antagonistas que tiveram êxito em matar seu Portador, e decidiram caçar outros com essa doença rara. São destemidos e com sede de vingança e justiça! Existem também os vampiros que aproveitam dos mitos para saciar sua sede até matar suas vítimas, algo que não é comum entre os Portadores, pois costumam se alimentar apenas de seu Escravo.

 A trama é bastante complexa e temos muita ação, aventura, uma garota incoerente, imprudente e confusa correndo de quem a quer ajudar, como se fossem seus caçadores. Eu adorei a história, já quero mais em Cítrico (fiquei com vontade de reler).

 Não encontrei erros de revisão, apenas a narrativa da autora que é diferenciada, então pode ser que demorem um pouco para engrenar na história. Ela mistura as narrações, sem separação do personagem-narrador, mas uma vez entendendo a lógica de sua escrita, a história flui deliciosamente.

 A capa dessa edição que eu não gostei muito, prefiro a primeira.

 Boa leitura pra vocês!

 Beijão, Mari Scotti


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

24 comentários:

  1. Oii Mari!
    Resenha perfeita, parabéns!
    Esse gênero já me atraí mto, e sendo uma obra nacional então...Apaixonei!
    Eu não conhecia a história, me agradou mto, vou qrer ler mais q nunca!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Oi, Mari!
    Ótima resenha, muito bem elaborada. A premissa do livro é bem interessante e por tudo que você comentou, a respeito da obra, fiquei curiosa. Se tiver oportunidade, vou conferir. Obrigada. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcia, tenho certeza que você vai gostar. Depois me conta!
      Beijo, Mari

      Excluir
  3. Oi, Mari!!
    Não conhecia o livro e nem a autora. Mas sem duvida esse livro é muito bom!! Achei a resenha maravilhosa!! Gostei muito da história do livro que é muito interessante.
    Beijoss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, Marta! Espero que leia o livro. Depois conta aqui o que achou.
      Beijão,

      Excluir
  4. Primeiramente, adorei a nova cara do blog *-* ficou lindo <3
    E sobre a resenha, não conhecia o livro e o que vi aqui me deixou super curiosa.
    Parece ser uma história ótima, uma pena essa capa né? Esquisitinha :(
    Mas vou procurar saber mais sobre a obra, quem sabe não tenha a oportunidade de ler em breve?
    Gostei da resenha :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena mesmo, mas, lendo o comentário da Rita aqui embaixo, descobri que tem gente que gosta. Bom ne?! Haha.
      Leia e depois volta aqui pra dizer se gostou.
      Beijo

      Excluir
  5. Nunca vi uma nota tão variada por aqui. De fato, a capa está péssima, não chamaria a atenção de ninguém. Gostei muito da história, principalmente se tratando dessa necessidade sem controle. Adorei saber um pouco da sua opinião e conhecer o livro. Vou procurar preços, adoro vampiros.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos corrigir o banner das notas AUHAUAH.
      Eu amei o livro, mesmo com os pontos que ficaram com nota mais baixa.
      Espero que você leia e depois me conte o que achou.
      Beijão, Mari

      Excluir
    2. Obrigada pelo aviso das notas meninas! Está corrigido! Obrigada! <3

      Excluir
  6. Uii só por essa capa já gostei.
    O novo visual do blog ficou maravilhoso!
    Ameiii.
    Gente que livro é esse *-*
    Nunca tinha ouvido falar.
    Mas acho que vou ler.
    Tenho uma o pequena - grande - queda por livros de vampiros.
    Sabe sou muito fã dessas coisas.
    Amei a resenha!!!
    Bjãooooo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também amei o novo visual do blog! A Andrea é caprichosa.
      Leiiiiia, e me conta se prefere o Daniel ou o Dante.
      Beijo

      Excluir
  7. Mari!
    Li esse lívro e a série anos atrás, sou fã de vampiros e amo a forma como a Simone escreve seus enredos.
    Acho que sou a maior fã dela, tudo que escreve, me atrai e mostra o quanto é inteligente em suas tramas.
    Tenho certeza que vai gostar de Cítrico.
    “A sabedoria só nos chega quando não precisamos mais dela.” (Che Guevara)
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amei Cítrico, só não li o terceiro ainda, não lembro porque, já que tenho o livro haha.
      Beijo

      Excluir
  8. Gostei bastante da resenha, fiquei super curiosa com o livro, parece ser muito bom! Adoro histórias com vampiros, e essa é bem diferente do que já vi, imagino mesmo que seja ótima. Quero ler com certeza, já vai pra minha lista de desejados.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa coisa de ser doença e não uma raça; de ter antagonista e escravo... eu achei super original. Foi o que mais me agradou. Tenho certeza que você vai curtir.
      Beijão,

      Excluir
  9. Oi Mari!

    Eu tenho muita vontade de ler este livro, sempre leio coisas boas sobre ele. Mas essa capa... :/ kkkk não gostei! Infelizmente, ainda não tenho, mas quero ler sim, mesmo com essa capa esquisita... kkkk

    Parabéns pela resenha! Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  10. Menina, adoro livros de vampiros principalmente quando eles vão além de sangue e romance. Adorei muito os elementos que a autora criou. Isso do portador despertar duas pessoas ao morder o mensageiro e que eu arrisco que durante a leitura não sabemos que é o antagonista e o escravo e que tem vários personagens que tem a vida entrelaçada. Curti muito mesmo a história e fiquei curiosa para ler a série (é uma trilogia ?)

    ResponderExcluir
  11. Uau!!! Excelente resenha!
    Não conhecia o livro. Faz tempo que não leio livros de vampiros e fiquei super interessada nessão história. Vou procurar mais informações sobre essa série.

    ResponderExcluir
  12. Olá Mari, tudo bem?
    Ainda não conhecia este livro, mas confesso que achei bastante interessante tua resenha,mas este gênero de vampiros não me chama em nada a atenção, já fiz muitas leituras de séries e livros sobre o tema,mas acabei me decepcionado muito com eles, então não é um tipo de livro que me chama atenção.

    ResponderExcluir
  13. Nossa! Você renha muito bem. Eu amei o livro, não o conhecia e agora estou apaixonada. Amo histórias que envolvam vampiros e não sabia de nenhuma que fosse nacional, mas agora já descobriii <3

    ResponderExcluir
  14. Li a sinopse, mas não me animei muito. Não faz muito meu estilo de leitura.

    ResponderExcluir
  15. Eita eu fostei da capa!
    Poderia ser melhor? Poderia! Mas chamou minha atenção!

    Parabéns pela resena Scotti! Maravilhosa como sempre
    Beijos

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.