✓ Resenha: Os Reis do Bourbon - J. R. Ward

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Sinopse: Por gerações, a família Bradford foi coroada como magnata da capital mundial da produção de bourbon, no Estado norte-americano de Kentucky. A fortuna permanente lhes proporcionou prestígio e privilégios bem como a divisão de classes, conseguida a duras penas, na vasta propriedade familiar, a Easterly. No topo dela, há uma dinastia que, para todos os efeitos, joga de acordo com as regras da boa sorte e do bom gosto. Na base, os empregados que trabalham sem parar para manter impecável a fachada dos Bradford. E nunca os dois lados deverão se encontrar.
Para Lizzie King, a jardineira-chefe, cruzar essa fronteira quase arruinou sua vida. Apaixonar-se por Tulane, o filho pródigo da dinastia do bourbon, não foi o que pretendia, nem o que desejava, e o rompimento amargo só provou que seus instintos estavam certos. Agora, após dois anos de afastamento, Tulane finalmente retorna para casa, e traz consigo o passado. Ninguém sairá ileso: nem a bela e insensível esposa de Tulane; nem seu irmão mais velho, cuja amargura e rancor desconhecem limites; tampouco e especialmente o patriarca, um homem de pouca moral, ainda menos escrúpulos e muitos, muitos segredos terríveis.
Enquanto as tensões familiares profissionais e particulares florescem, Easterly e todos os seus habitantes serão lançados nos domínios de uma transformação irrevogável, e somente os fortes sobreviverão.

Título: Os Reis do Bourbon
Autor: J. R. Ward 
Série: Os Reis do Bourbon #1
Gênero: Romance / Suspense
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 431
Onde comprar: R$31,70
Classificação: 10 (Excelente!)
Livro cedido em parceria com a editora. 


Os livros da J.R. Award são sempre muito complexos, digo isso com base na série que acompanho, Irmandade da Adaga Negra, onde o universo construído é amplamente rico. Nessa nova série da autora pude notar que ela pretende seguir pelo mesmo caminho, trazendo uma trama incrível que mescla romance e crime de uma jeito único.

Pela complexidade da obra, que é apenas uma pequena introdução do que está por vir, fica até mesmo difícil resenhar-lo sem que nenhum spoiler escape. Então vou apenas contextualiza-lo de forma geral para que posso fazer minhas observações quanto a trama e narrativa.

O centro da história é a família Branford. Uma família que enriqueceu produzindo o melhor bourbon (uísque) do país. Enriqueceu é pouco, eles ergueram uma dinastia. A familia que aparenta ser correta, honesta e influente já passou por inúmeros escândalos, e estão a caminho do pior deles.

Por ser um livro introdutório, os principais personagens são todos apresentados de forma a expor suas paixões, seus podres e seus medos superficialmente. A familia se compõe por Willian, que é o patriarca e que vamos descobrindo ao longo do livro que ele está mais envolvido com o errado do que aparenta. Sua esposa vive em estado de inércia, e seus quatro filhos vivem as regalias de uma família abastada. Edward, Max, Lane e Gin. Personagens marcantes com tramas fortes a se desenvolver.
Edward é o irmão mais velho. Vitima de um sequestro mal esclarecido, sob tortura teve seu rosto desfigurado e ficou quase aleijado. Edward sempre nutriu uma paixão secreta por Sutton, filha do dono da empresa concorrente, igualmente milionária. Sempre rude, depois do acidente se mudou para uma fazenda, não cuida mais dos negócios da familia e nutre uma magoa enorme do próprio pai.
Max só é citado em trechos no passado, então não sabemos direito quem ele é.
Gin é uma vadia adorável. É apaixonada por Samuel, advogado da família, do qual ela guarda um segredo que pode mudar a vida de ambos.
Lane seria nosso protagonista, mas o foco nele é praticamente igual ao dos outros personagens, já que seria impossível desenvolver a trama em singular sem explicar o mínimo necessário, que foi o que a autora fez nesse livro. Lane é apaixonado por Lizzie, a empregada da casa. Quase se casaram, mas um golpe do destino o fez se casar com outra mulher. Mulher essa que guarda segredos também.

Como deu para notar, todos tem segredos, profundos e sujos. Todos estão envolvidos de alguma forma com algo maior. Mas boa parte ainda não serão revelados. Para que você entenda, o foco central da trama é o romance desses casais, mas todo o contexto em que eles estão é igualmente grande. Contrário ao que aparenta, o livro não é hot, tem sim uma ou duas cenas de sexo, mas não é dado grande foco. O ponto forte mesmo é o suspense que envolve cada personagem. Como em uma trama policial, você não sabe quem será a próxima vítima. Isso mesmo, pois personagens começam a morrer e o leitor simplesmente fica de boca aberta tentando decifrar o indecifrável! Sério, eu sou boa nisso, mas o final me pegou de surpresa! Totalmente contrário a tudo que eu esperava! a autora sabe conduzir um suspense com tanta maestria quanto faz no romance! Obs. Quando pensar que acabou o livro, leia o capito extra, aquele referente ao próximo livro, você terá uma surpresa e um desespero pelo próximo rsrs

Em relação ao romance, com certeza a história de Edward é a mais forte. Principalmente quando sua secreta amada resolve correr atrás do seu verdadeiro amor, mesmo que hoje ele esteja desfigurado, ela o ama, sempre o amou. E o fato dele já ter quase quarenta anos amadure o romance. Eu sou louca por personagens que tem algum tipo de deficiência ou trauma profundo, pois o drama que decorre por tal, tende a ser agoniante. Ainda mais quando casado com mistério e assassinato.

A narrativa dos capítulos ficam se alternando entre esses personagens principais, por isso o leitor vai juntados pontas soltas de todas as direções tentando levantar suas hipóteses para o desfecho (mas você não vai conseguir, acredite!). A escrita da autora é elegante, o editor tomou o cuidado de explicar no rodapé todas as expressões e gírias estrangeiras presentes nos diálogos. 

Eu simplesmente arrisco dizer que essa série é melhor que Irmandade da Adaga Negra (não me matem rsrs), por gosto pessoal talvez? Mas o que posso afirmar é que essa familia tem tudo que todos sonhamos ter, mas o ouro é oco e por dentro só há podridão. 

Livro certo para quem gosta de veracidade, suspense, assassinato, romance dramático em um ambiente de luxo, fama, crime e decadência.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 comentários:

  1. Oi Andréa!

    Eu tenho muita vontade de ler algo a autora. A série Irmandade da Adaga Negra é muito bem falada pelos leitores, mas ainda não tive a oportunidade de lê-los.

    Gostei da capa e premissa do livro. Mesmo com a complexividade, espero poder lê-lo e gostar tanto quanto vc.

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Gostei da resenha =)
    A estória achei que tem muitos detalhes, mas achei o enrendo bem interessante e esse drama romântico vai conquistar muitas pessoas!

    ResponderExcluir
  3. Oi!!
    Que capa linda!! Não conhecia a autora, fiquei super curiosa pra ler e conehcer mais a obra e saber mais sobre o livro...
    Parabéns pela resenha, tá mtoooo bacana!
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Andréa.
    Adorei a trama de Os Reis do Bourbon! Os personagens parecem ser incríveis, com vários segredos que podem mudar a vida dos outros.
    Não li a série Irmandade da Adaga Negra, mas ouvi falar muito bem dela. Por você ter dito que Os Reis do Bourbon possa ser melhor do que a outra série mostra que ela é ótima mesmo!
    Com certeza vou ler!

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li A Irmandade da Adaga Negra e nem tenho tanta vontade, mesmo que falem muito bem da série. Esse livro também não me chamou tanto a atenção, então acho que continuarei sem ler muito da J.R.Ward.
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  6. Não sou muito de ler romance, mas a premissa dessa história parece muito boa, e pela sua avaliação, da para ver que deve ser mesmo. Eu não li a série, mas também deve ser ótima pelos comentários que vejo em alguns blogs. Só faltou o vídeo nessa resenha ;)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Eu não sou fã de livros desse tipo que tem personagens demais, sabe?
    A sinopse não me agradou muito, mas a sua resenha faz a gente ficar naquela vontade de ler e quebrar o preconceito sabe? hehe
    Excelente resenha amiga, se eu tiver tempo, vou ver se leio.
    Beijos. ♥

    ResponderExcluir
  8. Adoro livros com romance e suspense juntos <3
    AMO a série Irmandade da Adaga Negra da autora.
    E estou super curiosa em relação a essa nova série dela.
    A escrita da autora pra mim é incrível e tenho certeza que nesse novo livro ela arrasou também.
    Sua resenha me deixou com ainda mais vontade de conhecer a obra ;)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  9. Primeira coisa que olhei: caramba o livro tirou nota 10!
    Segunda: eu já queria ler depois da nossa conversa na Martins Fontes, com esse 10, fiquei mais curiosa ainda!
    Terceira: a resenha.
    Paraaaaaaaaa que eu to sem tempo e dinheirooooo!!
    Não li nada da autora até hoje porque não curto séries tão longas, mas vou ter que ler. Obrigada por isso!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Olha, adoro os livros dessa autora, mas só cheguei a ler série sobrenatural dela. Nada moderno assim. E dei uma desligada dele, não foi um que me joguei pra comprar e ler. Mas ainda acho que vou, quando lançarem mais. Porque se tem uma coisa que ela faz bem é criar histórias viciantes e essa parece ser mais uma. Então esperar por outros livros? É, deve ser um horror de chato. Acho que iria gostar muito dele, ainda mais por mudar de ares do que conheço dela. E acho que não tem muito foco em sexo como outros livros da autora tem, então já gostei ainda mais porque vai ter que ter muita intriga no meio pra compensar isso.

    ResponderExcluir
  11. Uau! Que livro <3 Não conhecia a autora, mas já quero! Esse livro mistura Suspense e Romance, então não sei se vou amar muito ou odir muito huehuehe

    ResponderExcluir
  12. Olaaá !! ♡♡
    Gostei da capa, mas pela sinopse.. não leria. O que me cativou foi sua resenha,

    ResponderExcluir
  13. que capa maravilhosa! um livro nota 10 não é sempre que se acha rs acho meio dificil nao ser bom esse livro hahahha
    drama e suspense, tem como ser melhor?

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Esse foi o primeiro livro da J.R. Ward e adorei essa historia, a trama toda e muito bem construída e a autora soube conduzir muito bem, espero que lancem logo o próximo livro pois mesmo acontecendo muitas coisas nesse primeiro livro ainda tive aquela sensação que o leitor ainda não viu nada sobre a historia e muitas coisas estão por vim e adorei que temos vários narradores, mas queria que alguns personagens ganhe mais espeço ao longo dessa serie !!

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia a série, achei a resenha até legal, mas pela complexidade me desanimou um pouco, gosto de livros objetivos, sem serem complexos ou dificultoso para ler.

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.