✓ Resenha: A Garota Perfeita - Mary Kubica

quarta-feira, 6 de julho de 2016



Sinopse: Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo do seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente sua vida.
Colin, o homem que conhece num bar, a sequestra e a confina numa isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgate à familia da garota. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços para isso.
Quando a encontra, porém, a professora esté em choque e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão desta história?


Título: A Garota Perfeita
Autor: Mary Kubica
Gênero: Suspense / Thriller
Editora: Planeta
Páginas: 336
Onde comprar: R$26,00
Classificação: 
Livro cedido em parceria com a editora.




“[...] Perguntei-lhe uma vez por que amava tanto desenhar; por que era tão apaixonada por essa atividade. Ela me respondeu que desenha porque esse era o único modo de promover mudanças. Ela conseguia transformar gansos em cisnes ou um dia nublado em ensolarado. Era um espaço onde a realidade não precisava existir.” (p. 60)

A Garota Perfeita é um thriller psicológico de tirar o fôlego. Mia, moradora de Chicago e filha do poderoso e rico juiz James Dennett, é sequestrada após sair de um bar com um homem desconhecido, que não é o seu namorado Jason.

Um pesadelo então toma conta da vida de Eve Dennett, sua mãe, que passa a pensar mil vezes em todas as situações em que não deu a atenção que a filha merecia. Seu pai, por sua vez, alega ser apenas um sumiço rotineiro da garota, e não um desaparecimento que exija envolvimento policial, afinal, a relação de Mia com James sempre foi problemática, principalmente depois que ela preferiu ser artista – ministrando aulas de artes – a seguir a carreira do pai.

Gabe é o detetive incumbido de encontrar a garota. Comprometido, se une à Eve para desvendar o paradeiro de Mia Dennett, mesmo com a insistência de James de que não se trata de um desaparecimento.

Mia é uma garota independente, que saiu da casa dos pais logo que completou a maioridade. James e Eve raramente a visitavam, muitas vezes sequer se falavam por semanas. Seu pai se preocupava mais com sua a imagem do que com a própria filha.

A narrativa alterna as vozes de Eve, Gabe e Colin – o homem que foi visto saindo do bar com Mia. A trama também mescla as narrativas antes do sequestro e após o sequestro, narrando passo a passo do desespero de Eve, descaso de James e os esforços de Gabe. Depois do sequestro – quando Mia é resgatada e volta para casa de seus pais desorientada e com perda de memória – conhecemos uma garota totalmente diferente da anterior. Mia está totalmente dependente, apática e pula ao ouvir qualquer ruído. Mas o mais estranho é que ela alega não ser Mia Dennet, e sim Chloe.

O que sabemos sobre Colin Thatcher? Muito pouco. Um homem de boa aparência que convida Mia para uma bebida, após seu namorado lhe dar mais um bolo. Pago pelo perigoso Dalmar para levar a garota até ele, entretanto, algo o faz mudar de ideia e alterar totalmente os planos durante o caminho.

Um bloquinho de notas repleto de desenhos é encontrado no local onde Mia ficou trancafiada. A garota sequer sabe se foi ela quem os desenhou. Há menções de uma cabana de madeira, neve e um local totalmente frio e desabitado. O que aconteceu naquele local envolve muito suspense e apreensão. Vamos aos poucos conhecendo um pouco mais de Mia e de Colin, da estranha ligação que os envolve e dos problemas que rondam a família Dennett, unindo as pistas que desvendam o sequestro a cada nova – e angustiante – página.

“− Como isso funciona? Você se lembra de que sou seu pai e de que esta é a sua mãe, mas pensa que seu nome é Chole. Sabe quantos anos tem, onde vive e que tem uma irmã, mas não tem a mínima ideia de quem é Colin Thatcher? Sendo franca, você não sabe mesmo onde esteve nos últimos três meses?” (p. 21)

A Garota Perfeita não deixa nada a desejar, tendo tudo o que um bom romance policial precisa: uma capa bonita e convidativa, páginas repletas de suspense, narrativa envolvente de tirar o fôlego, cenários descritos nos mínimos detalhes, personagens inteligentes e articulados, uma história que foge dos clichês policiais e revisão e diagramação perfeitas, todavia, seu diferencial é a profundidade da trama, que vai além de todos os pontos citados e torna sua leitura única: conhecemos afundo Colin e principalmente os segredos de Mia. Paramos para pensar no que apenas Mia sabe sobre Thatcher e nos questionamos sobre o bem e o mal, e quem, afinal, é o vilão de A Garota Perfeita.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

18 comentários:

  1. Oi Amanda!!!!

    Solicitei este livro para resenha no blog com a Editora e estou bem curiosa para lê-lo. Ainda não havia lido nenhuma resenha e fico feliz em saber que vc gostou do enredo. Isso só me deixa mais curiosa para desbravá-lo eu mesma!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Me parece um livro com muito suspense envolvido. Tenho muita vontade de ler, a capa é linda, e depois que vi sua resenha, e avaliação em todos os quesitos, só me deu mais vontade ainda :D

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Amei de cara o livro, a capa é fabuloso e com certeza a história também!
    Sendo de suspense, me cativou mais ainda e a história é bem convincente e envolvente, estou curiosa pra saber quem é o vilão! =o

    ResponderExcluir
  4. Olha só Amanda, um livro com tantas notas 10 me fez pensar: como eu ainda não li isso? Adoro livros e filmes com enredos de trilher psicológico, onde possamos ficar tentados a descobrir e nos decepcionar com cada falsa descoberta que temos. Além disso o fato da personagem "sumir" e deixar as outras personagens do livro em sua busca me deixa sempre ligada no livro até o final. Achei a capa linda e muito convidativa! Quero ler!

    ResponderExcluir
  5. Uuuol que resenha lindaaa! Bastante convincente tbm...Se eu já tinha vontade ler esse livro, agora não tenho dúvida alguma!
    Que história linda! O enredo parece ser bastante fácil e bem elaborado tbm...
    Parabéns pela resenha incrível!!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  6. Estou louca para ler esse livro desde que o vi nos lançamentos e a cada nova resenha que leio, fico ainda mais ansiosa para por minhas mãos no meu próprio exemplar.
    Adoro tramas policias, thriller psicológico e suspense, então esse livo tem tudo para me fascinar.
    Com uma avaliação tão positiva assim fica difícil não querer ler a obra.

    Confissões de uma Mãe Leitora

    ResponderExcluir
  7. Meu Deus, só de ler a sinopse e resenhas positivas sobre esse livro me deixa ainda mais curiosa sobre a obra.
    Estou completamente LOUCA pra ler esse livro, mal vejo a hora de tê-lo em mãos.
    A história parece ser ótima, que te prende do inicio ao fim.
    Não sou muito de ler esse gênero literário, mas confesso que o livro já está na minha lista de desejados.
    Beijos,
    Caroline Garcia
    carol.garcia@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Amooo thriiller psicológicos justamente por serem tão enigmáticos fico louca pra desvendar e entender a história .
    Adorei, a resenha aguçou ainda mais minha curiosidade.
    A capa é belíssima! Concerteza darei uma chance pra história, ótima indicação ♥

    ResponderExcluir
  9. dizem que não podemos julgar o livro pela capa... mas essa capa me deixou com mt vontade de ler! hahahahahah e tua resenha, acabou com a dúvida. parece mais um daqueles livros que te envolve do início ao fim e adoro esses!

    ResponderExcluir
  10. Oi Amanda.
    Garota perfeita parece ser um ótimo suspense. A trama lembrou um pouco o livro "Não olhe para trás", no qual a protagonista também estava desaparecida junto com uma amiga e depois é encontrada sem memória.
    Gostei de saber que a narrativa é separada entre antes e o depois do sequestro e é intercalado entre Eve, Gabe e Colin. Acho que é uma boa forma para fazer uma paralelo sobre a personalidade de Mia e conhecer melhor os outros personagens.

    ResponderExcluir
  11. Oi Amanda!
    Cconfesso que o livro, não faz o meu gênero, mas a sinopse e sua resenha conseguiram me deixar com vontade de ler o livro. A narrativa parece ser bem interessante, apesar de não gostar muito de livros descritivos, acho que nesse livro isso deve ser um ponto positivo.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Adorei a resenha , mas nao é meu genero como ja disse anteriormente , essa apreenção que eu fico lendo esses livros me faz mal , nao é uma sensação boa sabe ? Mas eu confesso que lendo a resenha fiquei super curiosa para ler e saber o que realmente aconteceu com a Mia para ela perder a memoria achar que é outra pessoa etc .

    ResponderExcluir
  13. Adoro um bom thriller psicológico e esse tem muita coisa boa, só vi resenha legal dele e muitos elogios. Parece valer a pena mesmo. Tem personagens fortes e que fazem você torcer ou querer saber mais, uma trama cheia de mistérios e tensão...é bom.
    E angustiante parece ser o que mais define esse livro, não é não? Saber o que aconteceu, como, entender essa relação dos dois...deve ser muito bom de tentar ficar adivinhando ao ler.

    ResponderExcluir
  14. Esse sim deve ser um livro bom! Cheio de mistérios, adoro!
    Desde o lançamento fiquei com muita vontade de ler... Fiquei ainda mais ao ler sua resenha!

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente não imaginava que a história desse livro fosse assim, pois a capa não havia chamado a minha atenção, agora com a resenha, realmente é de tirar o folego e muito curioso. Me amarrei nesse livro!

    ResponderExcluir
  16. Não conhecia o livro e, confesso, pela capa eu pensei que fosse utopia UAHAUAH. Adorei a trama! Mia e Clhoe, que confusão! O autor deve ser bom demais no suspense pq só na resenha já fiquei cheia de teorias! Com certeza vou ler.
    Beijo, Mari

    ResponderExcluir
  17. Estou apaixonadíssima por esse romance policial depois de ler essa resenha. Já tinha o visto muitas vezes lá na Amazon, mas pela capa, vou confessar que ele não chamava muito a minha atenção. Adorei o enredo, estou louca para comprá-lo!

    ResponderExcluir
  18. Oi!
    Quando vi esse livro no lançamento fiquei bem interessada principalmente por essa capa que me chamou atenção e lendo a resenha tenho que ler essa historia, adorei, parece ser cheia de mistérios e estou curiosa para saber mais sobre o que aconteceu, com certeza esse livro foi para minha lista de leitura !!

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.