✓ Resenha: As Gêmeas do Gelo - S.K. Tremayne

domingo, 17 de julho de 2016





Sinopse: 'Um thriller psicológico aterrorizante perfeito para os fãs de A Garota no Trem
Um ano depois de Lydia, uma de suas filhas gêmeas idênticas, morrer em um acidente, Angus e Sarah Moorcroft se mudam para a pequena ilha escocesa que Angus herdou da avó, na esperança de conseguirem juntar os pedaços de suas vidas destroçadas. Mas quando sua filha sobrevivente, Kirstie, afirma que eles estão confundindo a sua identidade — que ela é, na verdade, Lydia — o mundo deles desaba mais uma vez. Quando uma violenta tempestade deixa Sarah e Kirstie (ou será Lydia?) confinadas naquela ilha, a mãe é torturada pelo passado — o que realmente aconteceu naquele dia fatídico, em que uma de suas filhas morreu?'


Título: As Gêmeas do Gelo
Autor: S.K. Tremayne
Gênero: Suspense
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 362
Onde comprar: R$35,19
Classificação: 9,8 (Excelente!)
Livro cedido em parceria com a editora. 




As Gêmeas do Gelo como foram apelidadas pelos avós, por conta da pele clara, cabelos branquinhos e por nascerem no ano mais frio que tivera em anos.
Aliás, a atmosfera todo do livro é fria e escura. Me lembrou aqueles filmes passados em Londres, no inverno. Mas na verdade a ilha fica em Eilean Torran na Escócia, um local afastado, onde no inverno o sol não aparece e a maré sobe isolando a ilha do farol, onde a familia Moorcroft irá morar, deixando Londres para trás. 

Sarah e Angus Moorcroft estão vivendo o maior terror de qualquer família, o maior medo de qualquer mãe/pai, o de perder um filho. 
Kirstie e Lydia são gêmeas, tem oito anos. Uma é mais ativa a outra mais calma. Uma sempre usa azul e a outra amarelo. Fora isso, elas são idênticas, nenhum marca de nascença, nada. Mas infelizmente no fatídico dia em que Lydia morre, elas vestiam a mesma roupa. Sarah só soube que fora Lydia quem morrerá pois Kistie gritou pelo nome da irmã. Ou será que naquele dias elas estava brincando de trocadas como faziam as vezes?
Essa é a dúvida que Sarah alimenta após quatorze meses da morte da filha. Dúvida essa que surgiu quando a própria Kirstie alegou ser Lydia. Todo suspense corre a partir desse ponto.
Existem muitos poréns nessa trama. A preferência de Sarah pela filha Lydia é nítida conforme vamos adentrando a história, então não sabemos o que pensar, não sabemos se realmente houve um engano, velaram e enterraram a filha errada, ou se Kirstie está fantasiando outra personalidade, já que seu comportamento mudou e está semelhante ao de Lydia, até o cachorro notou isso. Mas será  que cães se enganam?

"A morte daqueles que amamos é muito pior do que a nossa própria morte e, é verdade, qualquer forma de amor é uma forma de suicídio, você destrói a si mesmo, sucumbe, mata algo em si, conscientemente, se realmente amar."

A trama psicológica é muito pesada, me senti desconfortável em alguns trechos, onde a situação beira a loucura da protagonista, e como mãe isso me agonia. Acontece que eu jamais faria a escolha que Sarah fez, em morar num local tão isolado. Mas consigo entende-la, afinal ela precisava se livrar de todas as lembras da filha amenizando seu sofrimento e de sua filha sobrevivente, começando uma nova história na ilha que seu esposo herdará da avó. Mas o inevitável começa a acontecer, Sarah passa a brigar constantemente com seu marido e várias dúvidas vão surgindo em sua mente confusa, possibilidades que passam de assassinato até pedofilia. No entanto, é nítido como ela e o marido se desdobram para adaptar a filha ao novo colégio, a nova rotina, ainda que o lugar seja muito mais precário do que ela imaginava, e um tanto hostil.



Preciso dizer no entanto, que alguns trechos do livro a trama se arrasta, já que quase todo o grande segredo foi guardado para o final. Alguns momentos reflexivos da Sarah se tornaram não tão importantes assim. Em compensação, quando os segredos começam a aparecer o leitor fica instigado já que por alguns momentos temos uma suposta interação sobrenatural. Mas vamos lembrar que o psicológico de todos os personagens estão muito comprometidos então, nem sempre o que parece ser, realmente é.

O interessante na narrativa do autor é a mescla de capítulos com a narrativa em terceira pessoa focada em Angus, o marido, e a narrativa em primeira pessoa feita pela Sarah. Dessa forma o leitor não consegue descobrir quem está falando a verdade até o final. E as fotos que aparecem da ilha entre alguns capítulos são reais, pois a ilha existe e o autor criou essa história fictícia em uma de suas idas até lá.

Entre muita culpa, acusações, irresponsabilidade e desejo de continuar e ser feliz novamente, você terá de ler até o final para descobrir, quem sobreviveu, Kirstie ou Lydia? E mais que isso, é possível manter a sanidade carregando uma culpa extrema?

"Quantas mentiras é possível dizer a uma filha?"


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 comentários:

  1. Oi Andréa!

    Eu gostei muito da capa e sinopse desse livro. Já havia lido algumas resenhas dele e o enredo tbm me deixou curiosa. Adoro suspense e esse me parece um livro repleto dele!

    Adorei a resenha e as fotos! Virou uma gêmea do gelo é??? rsrsrsrsrs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Vejo tantos comentários positivos sobre essa obra :)
    Parece ser uma leitura bastante interessante, com uma história que te prende do início ao fim.
    Sua resenha me deixou ainda mais curiosa e o livro já está na minha listinha de futuras leituras.
    Amei a capa, compraria o livro só por ela rs
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  3. Gostei muito da trama deste livro! Realmente é um suspense que não pode ser deixado de ser lido quem adora esse tipo de gênero. =)
    A capa combina muito bem com o enrendo e espero ler em breve!

    ResponderExcluir
  4. Tem um bom tempo que quero ler esse livro, parece ser uma narrativa cheia de suspense. Ótima resenha (:
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  5. Olá Andréa!
    Eu simplesmente ameeeei esse livro!
    A capa já mostra o mistério e o suspense da história!
    Doida pra ler logo!! Parabéns pela resenha, fiquei curiosa pra saber qual das gêmeas morreu, esse mistério todo me prendeu atenção!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  6. Apesar de não ser meu estilo de leitura, tenho que confessar que essa trama chama atenção. Deve dar uma curiosidade de saber todos os segredos que rondam as irmãs..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi Andréa.
    As Gêmeas do Gelo parece ser um ótimo suspense.
    deve ser uma agonia para a família das gêmeas tentar esquecer o que aconteceu e ao mesmo tentar viver a vida normalmente. Esse mistério de quem é que sobreviveu, Lydia ou Kirstie, é bastante instigante.
    Preciso ler o livro e descobrir o final!

    ResponderExcluir
  8. Eu li essa resenha em outro blog e já me deixou curiosa pra saber quem é a gêmea sobrevivente, mas a sua me instigou mais ainda. Acho que também não iria para um lugar isolado se tivesse filhos. Sozinha eu já teria medo por causa de insetos e tal kkkk, mas com filhos, teria mais receio ainda, afinal, é com eles nossa maior preocupação.
    Fico meio assim com histórias que mexem com o pisicologico, pq eu fico bem mexida e imersa na trama por um tempo, não sei se todo mundo fica assim kkk.
    Já ta na lista de futuras leituras.
    Beijo

    ResponderExcluir
  9. É um livro que não fiquei sabendo se leria por ver a sinopse e achar bem normal. Mas caramba, esse livro consegue ser perturbador e tem um mistério, uma coisa que prende quem lê. Você fica querendo saber o que aconteceu e lê umas cenas que dão agonia, umas coisas que te fazer torcer a cara. E ah, gosto quando um livro desse gênero desperta uns sentimentos assim. Acho que vale a pena ler.

    ResponderExcluir
  10. Flor, sua resenha não poderia ter chegado em melhor hora !!! Como sempre estive, já há algum tempo, tenho uma lista bem compridinha de livros para ler, que aguardam pacientemente aqui na minha estante. Porém, estou com uma vontade enorme de ler livros mais voltados para o suspense e o terror, inclusive, estou criando uma listinha para que na minha próxima compra de livros, a maioria se encaixe nesses gêneros !!!
    Ainda não conhecia As Gêmeas do Gelo, e me encantei muito com essa história !!! Fiquei totalmente curiosa, e através de sua resenha já fui criando algumas teorias sobre o que pode ter realmente acontecido com a gêmea que morreu e com a que sobrou ... Mal posso esperar para realizar a leitura desse livro !!!

    ResponderExcluir
  11. Não consigo definir se esse livro é um suspense ou um terror. Ele é simplesmente incrível. As Gêmeas do Gelo está na minha Wish há muito tempo, não vejo a hora de acompanhar a história por completo!

    ResponderExcluir
  12. Omg !! Eu simplesmente sou apaixonada pela "Garota no trem"
    Sou fã de thrillers, e de todo esse suspense que os contém !! Adorei a proposta do livro, a história parece ser muito boa.
    Espero ler logo logo. Mas um pra minha lista de desejados :3

    ResponderExcluir
  13. que delicia de trama!!! acho que já falei por aqui que amo suspense e esse, pela sua resenha, ta sensacional!
    tanto o resumo quanto tua resenha me envolveram, me deixando com uma vontade de quero mais! rs já vou adicionar na wish

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Assim que vi esse livro no lançamento diquei bem interessada nessa historia, mas acabou que não li e lendo a resenha vi que essa não é uma leitura que irei gostar, mesmo tendo uma trama que deixa o leitor bem curiosa principalmente para saber qual das duas gêmeas que morreram !!

    ResponderExcluir
  15. Amo suspense, e esse livro chamou minha atenção desde a primeira vez que li a resenha. Sem falar da capa sinistra. Só espero não ficar com medo quando eu for ler.

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.