✓ Resenha: Os Humanos - Matt Haig

sexta-feira, 13 de maio de 2016




Sinopse: Quando um visitante extraterrestre chega à Terra, suas primeiras impressões da espécie humana são pouco positivas. Ao assumir a forma do professor Andrew Martin, da Universidade de Cambridge, o visitante está ansioso por cumprir a tarefa macabra que lhe foi incumbida e voltar rapidamente para seu planeta. Ele se sente enojado pela aparência dos humanos, pelo que eles comem e por sua capacidade de matar e guerrear. Mas, à medida que o tempo passa, ele começa a perceber que pode haver mais coisas nessa espécie do que havia pensado. Disfarçado de Martin, ele cria laços com sua família e começa a ver esperança e beleza na imperfeição humana, o que o faz questionar a missão que o levou à Terra.

.


Título: Os Humanos
Autor: Matt Haig
Gênero: Fantasia
Editora: Jangada
Pág. 312
Melhor Preço: R$ 30,20
Classificação: 9,8 (Excelente!)
Livro cedido em parceria com a editora.




Os Humanos é uma mistura poética de astronomia, matemática e história. É, acima de tudo, uma ficção científica, mas as reflexões sobre amor, morte e vida humana tornam o livro filosófico e repleto de abertura para pensamentos sobre o intuito da vida e como se deve aproveitá-la. 


Ao chegar na Terra, um dos primeiros contatos do ET com os costumes deste planeta é uma revista Cosmopolitan. Todas aquelas regras de comportamento, de bom convívio e ambições individualistas o fazem pensar na hipocrisia da existência humana. Julgando os humanos como seres de inteligência média e ideais contraditórios, está decidido a apenas cumprir sua missão: destruir as provas da solução de um importante enigma matemático feita por Andrew Martin. Na pele de Andrew, o ET deve destruir não apenas as provas, mas todos aqueles que sabem sobre sua origem alienígena e sobre a resolução do enigma. 

A princípio, a sangue frio, consegue iniciar sua missão, mas ao conhecer as músicas, o amor e as pequenas delícias de ser um humano, a missão fica em segundo plano e seus comandantes passam a pressioná-lo. É a partir daí que a indecisão domina o ET, e este passa a mudar seu conceito dos humanos, mas também a querer tornar-se um deles. 

Acredito que a maior parte da doçura do livro está em como o ET não consegue visualizar uma vida mortal e com emoções, mas depois de um tempo ele está imerso em tudo isso e vai mostrando, na narrativa em primeira pessoa, como os sentimentos e as artes podem ser as grandes motivações para tudo que os humanos fazem e são.

É isso que começa a acontecer qando percebe que pode sentir dor sobre a qual não tem controle. Torna-se vulnerável. Porque a possibilidade da dor está no lugar de onde o amor surge. E isso, para mim, era uma péssima notícia."

Enquanto descreve suas impressões sobre a Terra e seus habitantes, o ET cita escritores e matemáticos importantes, faz analogia com teorias científicas, critica costumes, parafraseia Emily Dickinson e cita músicas que gostou. O apelo artístico nas entrelinhas foi o que mais me agradou, pois é feito de uma forma aparentemente despretensiosa e se encaixa perfeitamente dentro das cenas. 

Outra característica estilística relevante é a ambientação. Dividido entre as Universidades de Cambridge e Stanford, é possível sentir o frio através do texto. Não se prologando muito na descrição dos cenários, mas dando elementos importantes que auxiliam o leitor na formação de imagens. 

Além dos ambientes, os personagens são figuras esféricas e admiráveis. Seu filho e esposa, Gulliver e Isobel, são personagens comuns, mas suas particularidades conquistam não apenas o ET, mas os leitores também. Isobel é uma esposa centrada, inteligente e cansada da personalidade inconstante do verdadeiro Andrew, já Gulliver é o filho "ovelha negra", que já foi expulsos de escolas, mas é um bom rapaz. Não posso esquecer o físico e melhor amigo de Andrew, Ari, que é um personagem super engraçado e traz leveza para os desesperos e lapsos memoriais do ET. 

Por fim, o drama familiar, o companheirismo dos animais, o contato indispensável com a natureza, a leveza das situações mais pesadas... Tudo isso é mostrado com maestria pelo autor, que no final, ainda presenteia com uma reviravolta emocionante, uma lista de "Conselhos para um humano" e um final feliz. 


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

14 comentários:

  1. A primeira coisa que pensei quando terminei sua resenha: ownn que lindo! haha Amei! Já tinha lido outras resenhas sobre o livro mas essa realmente me animou bastante! A temática do livro é maravilhosa, mais uma pra minha lista <3
    Parabéns pela resenha!
    persuasaoliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha, espetacular! Quanto ao livro não conhecia, mas, fiquei curiosa, parece bem interessante. Obrigada pela dica! Estou seguindo suas redes sociais, querendo e gostando, seja bem-vind@ as minhas redes também. http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥
    CD

    ResponderExcluir
  3. Acho a capa desse livro linda mas não sei fico com o pé atrás com ele porque não sei. A capa dele que é a coisa mais linda não é mesmo? Quem sabe mais pra frente eu não de a chance não é mesmo?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. A resenha ficou maravilhosa! Tem tempo que não leio absolutamente nada de ficção e desde já gostei da premissa de ET. É sempre bom vermos críticas sobre os seres humanos, já que somos tão falhos. Vermos na literatura retratar nossos erros e falhas nos dá um motivo para pensar. Adorei!
    Beijos
    O Reino Encantado de uma Leitora

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Esse é um livro que pegamos pensando em ficção cientifica e concluímos que é muito melhor. É uma história para ser refletida e admirada por sua beleza e palavras envolventes.
    Tenho vontade de ler essa obra e me encantar como a maioria dos leitores se encantaram. Adorei sua resenha, poética e emocionante.
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Nossa não conhecia o livro mas pela sua resenha realmente parece ser muito bom. Gosto de ficções científicas bem construídas, mesmo que eu leve mais tempo para ler, me agradam muito. A capa é realmente linda e fiquei mais animada em saber que a escrita é leve e de fácil entendimento. Espero em breve poder ler esse exemplar e fico feliz que você tenha gostado tanto do livro.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Meus Deus já quero esse livro pra ontem.
    Não conhecia mas simplesmente amei essa premissa!

    Beijos
    http://ummundochamadolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Já estava de olho nesse livro quando foi anunciado nos lançamentos. Sua ótima resenha só me convenceu mais ainda que o quero urgentemente! Adorei.
    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. O Livro parece ter uma pegada bem legalzinha, mas não sei se teria paciência para lê-lo, até porque todos os livros que envolvem ETs que eu li, não foram uma boa experiência pra mim.

    www.ogabriellucas.com

    ResponderExcluir
  10. Oioi! Tudo bem?
    Não conhecia o livro OS HUMANOS, mas lendo a resenha achei tao interessante o enredo.
    E a capa com esse cachorrinho???!!! Morri de amores, e prevejo uma amizade linda e sincera.
    Gostei mto da premissa e pretendo ler.
    Muito boa a dica de leitura.
    Beijos

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  11. Olá!
    Confesso que pelo título e pela capa eu esperava algo totalmente diferente huahua Mas isso não é ruim não. Até então eu não fazia ideia sobre o quê era o livro e até que gostei mesmo. Apesar de ser ficção científica (um gênero que eu não curto) vai MUITO além disso, certo?
    A premissa é muito interessante e o fato de a obra nos proporcionar muitas reflexões é algo que me atrai ainda mais. Com certeza é um livro que eu leria se tivesse oportunidade <3
    Abraços!

    ResponderExcluir
  12. Olá Mylane! Uau, não conhecia esse livro ainda, um pena que tenha me passado, pois achei que essa história é muito boa. Adoro ficção científica e todo o pensamento do que é ser humano e nossas inconstâncias. Muito, muito interessante. Pode ter certeza de que está na minha wishlist.

    umreinomuitodistante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Menina, esse livro é incrível!
    Eu li no mês passado e posso dizer que foi um dos melhores do ano, com certeza ele estará na postagem do final de 2016.
    Parabéns pela resenha, ficou ótima!

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Olá, eu não conhecia esse livro, mas adorei o enredo original dele e esse encaixe que parece que foi perfeito das citações de livros, musicas e outras tantas coisas *-* Espero lê-lo em breve.

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.