✓ Resenha: A Mentira do Glúten - Alan Levinovitz

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Sinopse: Um trabalho revolucionário de jornalismo científico que acaba de vez com os mitos que dominam as dietas. O estudo mostra aos leitores como livrar-se da culpa e começar a saborear a sua comida novamente.
Um livro que certamente gerará muita controvérsia sobre a obsessão que temos em saber quais alimentos são mais adequados para nossa saúde.
Liberte-se da culpa e comece a saborear a sua comida novamente.
Glúten, Sal, Açúcar e Gordura. Esses são considerados os vilões das dietas – ou pelo menos é isto que alguns médicos e nutricionistas querem que você acredite. Mas a ciência está muito longe do consenso e estamos em uma busca frenética para eliminar o trigo e o xarope de milho das nossas dietas, simplesmente porque fomos enganados. A verdade é que a maioria de nós pode recolocar os seus pães de volta na mesa, juntamente com seus hambúrgueres e ainda sim, ficarmos bem.
Você lembra quando a manteiga era o inimigo? Agora ela é boa. Você deve ter vivido em momentos em que a dieta Atkins era boa, depois tornou-se má, e agora é boa novamente.
Você pode estar imaginando porque todos os seus amigos cortaram o sal ou entraram para a dieta paleolítica; e você mesmo pode estar pensando em cortar o trigo de sua dieta.
Para leitores que sofrem com as consequências das dietas da moda, A Mentira do Glúten, será a resposta para muitas de suas perguntas. Cientistas e médicos, por mais incrível que pareça, ainda não possuem um consenso sobre que tipo de nutrição seria a mais adequada para cada tipo de pessoa, embora, principalmente os americanos, gastem bilhões de dólares e inúmeras horas obcecados em “comer direito”.
Nesse trabalho de vanguarda, Alan Levinovitz expõe os mitos por trás das crenças difundidas de porquê algumas comidas são saudáveis e outras são ruins – indicando o caminho para uma vida verdadeiramente saudável, livre de culpa e ansiedade em relação aos nossos hábitos alimentares.
Título: A Mentira do Glúten
Autor: Alan Levinovitz
Editora: Citadel
Páginas: 280
Melhor preço: R$25,80
Classificação: 9,9 (Excelente!)
Livro cedido em parceria com a editora.




Quem gosta de livro jornalístico? 
A Mentira do Glúten escrito pelo filósofo Alan Levinovitz, PhD e professor na universidade James Madison, é como uma "teoria da conspiração", onde o autor sustenta sua tese por meio de muita pesquisa, e que com certeza promete muito debate entre os pesquisadores da área ao comparar dietas da moda ao fanatismo religioso.

"Esse livro é um convite à mudança. Os alimentos cotidianos não tem propriedades de dar vida ou causar morte. Supermercados não são farmácias. Sua cozinha não é abastecida com assassinos silenciosos, e os charlatães que ganham a vida com falsas promessas e ciência duvidosa precisam ser revelados como o que realmente são. Chegou a hora de abater nossos demônios alimentares, expondo as falsidades e os mentirosos que lhe dão vida"

Eu não sou uma fanática por alimentação, não sou adepta de regimes malucos ou trato a comida como religião, mas estou ciente que nos dias de hoje isso acontece muito, mesmo porque tenho uma irmã nutricionista (rs). Enfim, gosto muito de livros que possam me ensinar coisas que não sei e me contextualizem notícias, mitos e tendências. A Mentira do Glúten é um livro completo, com uma narrativa impecavelmente instigante, onde eu, leitora não habituada ao gênero e assunto, senti prazer com a leitura, sem dificuldade de manter o ritmo, finalizando em menos de 48h.

O autor introduz no início os vilões da alimentação atualmente mais comentados, que são: Glúten, MSG e o Sódio. Com uma pesquisa amplamente rica, o autor resgatou controversas desde as suas raízes, debatendo mentiras e verdades comprovadas cientificamente, atentando ao tipo de pesquisa que pode comprovar com eficácia os riscos das substâncias no organismo humano. 

Através de fatos documentados, relembra grandes surtos de pânico por substâncias como o MSG na comida chinesa em meados de 1968, da qual nunca foram de fato confirmados os malefícios para os não alérgicos ao mesmo.

Quando digo que o livro soa como uma teoria da conspiração é por trazer e comprovar a grande influência psicológica que as dietas e autores de livros naturalistas, veganos, glútenfree exercem sobre as pessoas. A grande parte da população que adere a esse tipo de dieta não tem nenhum tipo de alergia (o autor também comenta sobre os casos que realmente são necessários o corte de tais substâncias).

Você já testou dietas malucas que deram resultado? Lendo esse livro você entenderá o porquê o resultado de fato ocorre, mas também as coisas negativas que elas podem trazer para seu organismo. Você confia cegamente em tudo que é "comprovado cientificamente"? Aqui você também compreenderá que nem tudo que passa por uma pesquisa, de fato gera dados satisfatórios, dados esses que podem ser articulados para o interesse de cada um.

Mas não para por aí, o autor ainda trás os demais vilões: gordura, açúcar e o sal. O que cada uma dessas substâncias pode causar no seu organismo? Existem muitas mentiras ao redor delas, e entenda o porquê a maioria das coisas que você ouviu a vida toda não passam de mitos que originam lá da china antiga (pasmem).

"Modismo dietético tinha a ver com mitos, não fatos"

A autor não mede esforços para desmentir grandes livros destinados ao publico "saúde" como o Barriga de Trigo e A Dieta da Mente, com uma bibliografia de 19 páginas ele derruba por terra muita tese sem fundamento e finaliza o livro com chave de ouro, ao nos mostrar uma "dieta correta" e aproveitadora, colocando em pauta ainda as substâncias das embalagens, inclusive comentando sobre o BPA (Bisfenol), GENIAL!

Você conhece alguém que vive em dietas? Esse livro deveria ser leitura obrigatória, você passará a ver os alimentos de outra forma, acredite! Saia da zona e conforto e do modismo, esse livro precisa ser lido! 

Será que o mal está mesmo no glúten, sódio, gordura, açúcar, ou está na proporção e neura que você ingere esses alimentos? Hora de refletir. 

"Você é o que você come?"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Hey, Andréa!

    Já li outras resenhas desse livro e achei super interessante.
    Serve como alerta para as pessoas - mulheres, na maioria - entenderem que não é só seguir a dieta da moda e pronto. Precisa de orientação, sim.
    E tudo o que está nos alimentos é necessário para alguma coisa em nosso organismo. O segredo é o equilíbrio.
    Ótima resenha!


    Beijos!


    www.oblogdasan.com

    ResponderExcluir
  2. Eu! Eu! Eu! rsrsrs
    Eu estou na dieta, mas além de tentar comer comidas saudáveis, complemento com algo que não gostaria de tirar da minha dieta. ou seja, sigo a dieta X, mas abro uma exceção com algo que amo demais e ficaria deprimida se tirasse. rsrs Mas claro, sem exageros.
    Não estou emagrecendo rapidamente, mas estou sim, perdendo peso devagar e vendo resultado.
    O que não deixei de fora da minha dieta? O pão, do meu café da manhã. Preciso dele pra iniciar meu dia, mesmo que eu passe o resto do dia comendo apenas folhas com carnes e frango. ^^
    Adorei a resenha
    Ni
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  3. Amei a proposta e amei a resenha (sem falar na forma de dar nota). Mesmo não sendo meu tipo de livro, eu fiquei morrendo de vontade de ler. Sempre acreditei que essas dietas da moda são pura loucura, que para emagrecer basta comer de forma mais saudável combinado com exercícios. Pensando seriamente em comprar um pra minha mãe que adora essas dietas loucas.
    Beijos!
    Laury

    ResponderExcluir
  4. Olá Andrea! É muito mito em cima das dietas e dos alimentos, uma hora determinado alimento faz bem outra mudam completamente o pensamento, aquela ideia do ovo e do chocolate (ora vilões, ora mocinhos). Basta nos mantermos saudáveis e sem paranoias, sabemos que tudo o que é demais não faz bem e com essa ideia em mente creio que já basta para uma alimentação mais controlada.
    Bom, adorei sua resenha e fiquei com vontade de dar de presente esse livro para algumas amigas que vivem em dietas loucas.

    umreinomuitodistante.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá, tenho ouvido muitos comentários a respeito dessa obra, embora não seja algo que eu leia com frequência, achei bem interessante.

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  6. Eu vi esse livro na livraria e peguei, folheei, mas acabei guardando novamente na prateleira. Eu fiz isso porque, como você, não sei fissurada nesses temas. Não faço grandes dietas nem acredito que qualquer radicalismo seja a salvação da minha saúde. Mas fiquei curiosa, confesso, pelo desenvolvimento das ideologias do autor depois de ler sua opinião. Vou deixar anotado aqui, numa lista secundária, de livros que não são prioridade – o que não significa que sejam menos interessantes.

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oie, tudo bem? Gostei bastante da premissa do livro, espero ter uma oportunidade de ler em breve, sou uma dessas pessoas que vive tentando seguir alguma dieta e não consegue... Talvez aprendendo mais sobre os alimentos eu consiga vê-los de outra forma.

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem? Que livro diferente. Gostei. Não sou muito chegado a ler esse tipo de livro, mas para quem faz dietas ou estuda sobre, deve ser bem legal. Como eu não faço, deixo passar kkkk Até porque minha pilha de livros para ler ta enorme. Ótima resenha :)
    Beijos
    Academia Literária DF


    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.