✓ Resenha: Teatro Selena - Domnall September

quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Sinopse: O misterioso teatro Selena abre as portas à procura de talentos que deem vida ao teatro. De tempos em tempos, faz audições para recrutar os melhores talentos que puder encontrar. Pessoas com capacidades de canto, dança e instrumentais. Mas acima de todos esses cargos, está o Grand Coryphe. Aqueles que dão energia para manter Selena sempre vivo e interessante. Erika Isoni é uma garota sonhadora que ama dançar e cantar, mas que tem uma doença rara que a impede de fazer o que mais ama se não tem uma parada cardíaca, decide fugir das “paredes brancas” – seu isolamento do hospital –, se depara com o teatro e se arrisca a fazer uma audição. Erika é o que o Teatro procura a muitos anos. Mas o que será que acontecerá com ela? Selena é um teatro normal? Fantasia, comédia e muito mistério te aguardam nessa incrível história.
Título: Teatro Selena
Autor: Domnall September
Editora: Young
Melhor preço: R$38,00
Classificação: 7,7 (Bom)




Já falamos um pouco sobre essa obra e seus autores anteriormente, confira aqui.


Erika Isoni é uma adolescente de 17 anos que não vive uma vida normal, pois possui uma doença cardíaca rara que a obriga a passar muito tempo internada em hospitais, além de impedi-la de fazer qualquer esforço físico ou passar por grandes emoções.

Um dia, após longos 45 dias de internação, a garota foge em busca de ar puro. No caminho, um corvo a conduz até um teatro abandonado chamado Selena, sem que a própria Erika entenda o motivo de querer segui-lo. Apesar do aspecto de abandono pelo lado externo, a garota entra no local e se depara com o andamento de uma audição para novos talentos, em um salão enorme e bem cuidado. Sem pensar duas vezes, ocupa a fila para apresentar-se, mas, durante a apresentação, sente uma das dores agudas típicas no peito e desmaia.

Ao acordar novamente no hospital, Erika se pergunta se tudo não passou de apenas um sonho. Antes que consiga compreender o que ocorreu, contudo, um homem misterioso entra em seu quarto e a parabeniza por ter passado na audiência. De súbito, um incêndio se inicia no hospital e o local é tomado pelas chamas, sendo Erika a única sobrevivente. Sua mãe, que a acompanhava durante as internações, não consegue sobreviver, assim como todos os demais pacientes, acompanhantes e funcionários do local.

Como se não bastasse a tragédia ocorrida, já em outro hospital, o homem lhe visita novamente, fazendo uma proposta tentadora: se Erika aceitasse se apresentar uma segunda vez no Teatro Selena, poderia pedir qualquer coisa em troca, inclusive fazer com que o incêndio nunca tivesse ocorrido. Isso significaria que sua mãe e todas as outras vítimas estariam vivas, com apenas uma condição, é claro: Erika deveria ir com ele, acreditando ou não em suas palavras.

Novamente no teatro, Erika deverá passar por uma série de testes esquisitos, que incluem atravessar uma sala com o corpo pesando toneladas, mover uma pedra de lugar com o pensamento, encontrar um objeto escondido apenas com a força da mente, entrar na mente de outras pessoas e realizar sozinha um espetáculo para um público muito peculiar. Se aprovada, a garota poderá se tornar uma Grand Coryphe, nome designado às pessoas mais importantes do Teatro Selena, responsáveis por coordenar os espetáculos e garantir a satisfação do público.

“[...] — Num mapa, a rosa-dos-ventos serve para mostrar direções. Para guiar a pessoa que vai lê-lo e permitir que ela chegue em segurança onde está indo. Em Selena, também a rosa-dos-ventos serve para guiar as pessoas, mas, de uma forma diferente. Em cada um dos pontos cardeais, nós temos cinco forças importantes, os quatro Grand Coryphes e no meio, o Teatro em si.” (p. 70)

“— Bom, a verdade é que, segundo o Treinador, tudo aquilo que eu tive a capacidade de mostrar no palco... É meu talento. É algo que faz parte de mim, algo que no mundo normal, não me faria diferente de ninguém, mas dentro de Selena, se torna uma espécie de superpoder. Eu sou capaz de materializar coisas – mesmo que elas durem só um pouco – tocar qualquer instrumento, fazer qualquer passo de dança. Eles me chamam de Grand Coryphe aqui. E isso parece significar que eu sou um dos pilares desse teatro.“ (p. 183)

A Erika é uma garota um pouco imatura, o que condiz com a pouca idade que possui, porém em alguns momentos sua personalidade beira a superficialidade, importando-se de forma exagerada em ser uma pessoa famosa e aplaudida por um público. Sua doença também foi pouco detalhada, sendo citada sem maior profundidade.

Um ponto que me incomodou foi o fato de Erika agir naturalmente perante uma situação tão bizarra quanto a que enfrentou: a existência de um teatro abandonado, que ela sequer sabe se é real, habitado por pessoas misteriosas, onde uma delas causou propositalmente um incêndio, além da possibilidade sobrenatural de simplesmente voltar no tempo e permitir que o incêndio jamais tivesse ocorrido. O teatro simplesmente não parece um bom local para a garota querer ir. Além disso, a existência de alguns dos testes com aspectos psíquicos que Erika enfrentou não mostraram uma relação clara para o aprendizado da garota como comandante dos espetáculos de teatro e dança. O fato de, em um dos testes, a garota virar uma criatura maligna e irracional, que me pareceu um lobisomem, também não foi explicado.

Em contra partida podemos salientar a grande criatividade dos autores, a trama diferente ganha pontos por originalidade. A narrativa flui bem e o fato de ser uma narração nada previsível instiga o leitor. Os cenários são bem descritos, sendo possível visualizar os locais do Teatro Selena, incluindo a decoração e a forma como os personagens estão vestidos.

Senti falta de uma maior elaboração sobre a história de alguns personagens importantes, que acabaram assumindo papéis secundários, como sua amiga Rosa, a bailarina Giselle e até mesmo o Grand Coryphe Thomas.
O livro possui um clima de mistério, fantasia e vários acontecimentos que mesclam ação com sobrenatural, contudo, o enredo faz o leitor se questionar se todas as dúvidas pendentes realmente serão eliminadas na continuação da obra.

Alguns errinhos de revisão acabaram passando, o que não muda o fato do livro ser completamente lindo, desde a capa, as ilustrações nos capítulos e a diagramação. 




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

13 comentários:

  1. Uma coisa que me deixou confusa, como ela poderia agir naturalmente em uma situação louca dessas? Eu estaria bem SURTADA hasuahsuas. No fim tô com vontade de ler esse livro, tenho lido boas impressões dele.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
  2. Oi!!!

    Bem o livro não me entusiasmou e a sua opinião acabou jogando um balde de água fria rrsrs

    Não me vejo, no momento, lendo esse livro.

    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Olá.
    Realmente o livro ê muito bonito e a premissa é bem interessante é uma pena que o argumento deixou a desejar, realmente aceitar as coisas assim tão facilmente perde um pouco da graça.
    Mas que tentarei dar uma chance, vamos ver.
    Beijinhos.

    www.poyozodance.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Adorei a tua resenha!!! Aliás, elas sempre são ótimas, mas tuas considerações finais meio qie me desanimaram um pouco. Tive a impressão que faltou alguma coisa no enredo e como tu disse sobre os personagens serem pouco elaborados, se a elaboração dos personagens deixam faltar alguma coisa fica chato né....

    bjs

    ResponderExcluir
  5. Ola minha querida.
    Não conhecia o livro ainda, mas gostei da sua resenha. Bem elaborada como sempre claro, mas eu senti que no quesito personagem se deixa a desejar. Mas darei uma chance irei colocar na minha lista de desejados.
    Obrigada pelo carinho meu bem. E sempre bom visitar seu blog.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Olá, quando eu vi a divulgação desse livro na editora eu fiquei curiosa, mas depois que fiquei sabendo da sinopse eu desanimei, não é um gênero que me agrade mas eu achava que poderia gostar. Agora, lendo a resenha, eu tenho minhas dúvidas. Parece se ruma boa história sim,mas volto a ressaltar que não é meu gênero favorito e tem alguns pontos que certamente eu não gostaria

    ResponderExcluir
  7. Interessante que este e um livro que eu compraria por causa da capa (que me lembrou bastante a temporada 4 de American Horror History) e pela sinopse. No entanto, ao ler sua resenha, fico na dúvida se seria um bom investimento, já que há muitas pontas soltas e nenhuma perspectiva de serem amarradas na continuação. O texto de vocês está maravilhoso, como sempre! Show!
    Até + ver! Nu.
    As 1001 Nuccias | Curtiu?

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Muito boa sua resenha, mas achei meio confusa. Que menina gravemente doente vai sair assim, seguindo um corvo? Original, é verdade, mas a história, pude perceber, deixa alguns pontos soltos.

    resenhaeoutrascoisas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oi, ainda não li esse livro ,as acho a capa linda e ouço muitos comentários positivos sobre ele.

    http://mysecretworldbells.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Realmente, o livro é muito criativo, mas apesar disso, não me despertou o interesse. A sua resenha está ótima, mas eu não consegui me sentir motivada a fazer a leitura. Acho que não faz a minha cabeça mesmo.

    Tatiana

    ResponderExcluir
  11. Oi, Amanda
    Outro dia li um post a respeito desse mesmo livro e tinha ficado com vontade de ler, mas, como era só um post de divulgação, não sabia desses pequenos percalços da história. Essa falta de reação da personagem por ter descoberto algo completamente estranho deve incomodar mesmo. Sabe, se esse livro passasse por uma boa equipe de editores e revisores (não que a editora atual seja ruim, mas...), esse poderia ser um grande livro de fantasia nacional. Realmente a história tem pitadas originais e diferentes do que estamos acostumados a ver.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All pop stuff

    ResponderExcluir
  12. Oie
    não conhecia o livro mas parabéns pela resenha e parece ser uma ótima história apesar de alguns pontinhos que citou na resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Esse é aquele típico livro que te prende desde o inicio,e fica impossível largar a leitura.Li esse livro e adorei a trama,os autores criaram um enredo maravilhoso.
    bjs

    ResponderExcluir

Se você tem um blog, deixe o link, retribuo com carinho todos os comentários!

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.