✓ Resenha: A Irmandade Perdida - Anne Fortier

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Sinopse: Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assunto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios. No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acaba recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto.Com a ajuda de um caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina, a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o Mediterrâneo em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos.Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas.Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A irmandade perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade.
Autora: Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Pág. 528
Melhor Preço: R$ 29,90
Classificação: 9,5 (Excelente)



Diana Morgan é uma professora da renomada Universidade de Oxford, com uma predileção pessoal às amazonas, é uma filóloga especialista em mitologia grega. Sendo constantemente atacada por seus estudos sobre a sociedade amazona e sua cultura, não desiste de descobrir o paradeiro e o motivo do desaparecimento de sua avó, que sumiu logo após revelar ser membro de uma comunidade matriarcal no norte da África. 

Durante um passeio rotineiro na Universidade, Diana é abordada por um representante da Fundação Skolsky, que solicita sua presença em um importante estudo sobre as amazonas no continente africano, que pode por fim consolidar a carreira da doutora e comprovar suas teses. Tomada por um impulso, ignora os pedidos de precaução de seu amigo e crush da infância, James Moselane, e segue rumo ao desconhecido, munida de um caderno herdado de sua avó, que é um legítimo dicionário entre a língua universal e o idioma antigo das guerreiras. 

Vivendo em um ambiente inóspito de professores rígidos e colegas invejosos, a vida de Diana em Oxford passa longe de ser um mar de rosas e a possibilidade de passar uma semana longe dali parece perfeita. Mesmo com poucos momentos se passando dentro do campus, eu me senti em Oxford, com a brisa do inverno do norte balançando meus cabelos, e sem dúvidas, a capacidade da autora de transportar-me para vários cantos do mundo não para por aí.

Ao aterrissar na África, novos personagens são apresentados. O primeiro deles é meu preferido. Definitivamente, Nick Bárran é um melhor dos dois mundos. Misterioso, vilão, mocinho e lindo, não perde a oportunidade de tirar Diana de tempo, enquanto a trata com cuidado e apreço. Com muitos segredos e cartas na manga, consegue ser um verdadeiro enigma não só para a narradora- protagonista, mas também para os leitores. Sob o pretexto de Diana ser suspeita do roubo de um bracelete, continua viajando com ela, mesmo com o fim da semana de exploração Skolsky. 

Mas nem só de Nick se faz a equipe. A melhor amiga de infância de Diana, Rebecca, é muito diferente das amigas de outras personagens femininas que já conheci. Com um charme nerd e tímido, é uma personagem fofa que apoia e dá grandes ideias à amiga, ajudando a filóloga a desvendar o grande mistério das amazonas.

Diante do jogo de interesses do mercado de antiguidades, os três pesquisadores terão que desviar-se das mais diversas emboscadas de algum grupo rival que permanece não revelado em boa parte da narrativa, tornando-se mais um dos mistérios que envolvem as escavações e objetos históricos valiosos. 

Dividido entre o presente da atividade pesquisadora, a infância de Diana ao lado da avó e o passado da sociedade amazona, o livro consegue ganhar vários ramos e cada um mais surpreendente. 

Na sociedade na Idade do Bronze, são mostrados os povoados e seus costumes e como ocorriam as viagens pelo deserto. Em uma peste que atingiu um povoado, apenas duas irmãs sobrevivem: Mirina e Lilli. Entretanto, a cegueira atinge Lilli e esta deve ser levada para buscar a cura junto à Deusa da Lua. Ao chegar no recinto onde encontra-se a sacerdotisa que representa a divindade na terra, as irmãs conhecem uma sociedade matriarcal estruturada em pleno deserto.

Com o passar do tempo, um navio pirata saqueia o forte das irmãs e levam algumas delas. A partir daí, a busca incessante de Mirina pelas irmãs perdidas a leva aos mais inusitados lugares bem como, aos personagens mais amáveis, como Páris, o príncipe de Troia. Como uma verdadeira heroína em uma busca epopeica, o empoderamento feminino é visível na personagem. 

Com narrativa adulta, vocabulário rico e verbos bem conjugados, é sem dúvidas uma alternativa àqueles que gostam de mitologia misturada com ficção romântica, mas não têm tempo ou desejo de  ler as sagas juvenis. 

Dividido em partes e capítulos em primeira pessoa e outros em POV, com finais intrigantes e frases da literatura grega no começo dos capítulos, afora a ambientação incrível, Anne Fortier me ganhou na primeira leitura. Estou ansiosa por mais livros da autora e espero poder ler Julieta em breve.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

22 comentários:

  1. O titulo do livro me chama atenção, sou simplesmente apaixonada por história que tem irmandades, de verdade, e saber que a construção do mundo parece tão incrível e que a autora te conquistou me deixou com ainda mais vontade de dar uma chance a esse livro!
    Estou seguindo e adorando o blog <3 (Apaixonadíssima por esse layout!!!!)
    Beijos.
    Criei, recentemente, um blog para falar sobre filmes, séries, cultura e artes no geral. Se você puder dar uma conferida eu ficarei muito grata: http://cineleva.blogspot.com.br/ :)

    ResponderExcluir
  2. Ola Mi quando foi lançado já me apaixonei pela capa do livro, linda a premissa também me deixou bem curiosa, lendo sua resenha gostei muito de saber que iremos conhecer novos povos e costumes, sem contar esse mocinho/ vilão que deve ser o grande destaque do livro prendendo a atenção do leitor. Vou ler com certeza. beijos
    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  3. Olá!!

    Eu não tinha lido nada sobre esse livro ainda acredita? A capa é linda e o enredo também! Pelo o que você citou o livro tras um grande ensinamento! Gostei de saber sobre o empoderamento feminino na história.
    SObre a escrita da autora, eu não conhecia, mas já curti a forma como ele foi escrito.
    Enfim, parece ser uma ótima leitura e espero que você consiga ler Julieta em breve!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Nossa, acho que foi a primeira resenha que li desse livro e já me encantei.
    A capa é linda e uma mulher forte e amante da cultura mitologia, enfrentando grandes aventuras só pode render uma nota altíssima mesmo.
    Gostei de elementos como navio pirata e exploradores.
    Ótima dica.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  5. Sempre que vejo a capa desse livro uma luz acende na minha mente, mas ao ler a sinopse ela começa a falhar, não sei por que, pois amo mitologia, amazonas, escavações arqueológicas, mas não consigo me conectar ao livro e aos personagens, já a segunda resenha que li dizendo maravilhas, mas não consegui me apaixonar pela história, talvez eu devesse pegar as cegas só levando em consideração a capa que consegue me chamar a atenção mesmo em meio a vários outros livros eu sempre para para aprecia-la, né?
    Beijos té mais o/

    ResponderExcluir
  6. Nossa, que resenha! Sabe que eu tenho certeza de que este livro é toda esta riqueza que você comentou nesta resenha, com a questão da mitologia e tudo o mais, mas eu não consigo gostar deste fator já que tenho medo de ler e ficar presa nisto. Não sei porque este tipo de leitura me dá medo. Tenho receio de ficar monótono já que não gosto de literatura grega.

    Beijos,

    Greice Negrini

    Blogando Livros
    www.amigasemulheres.com

    ResponderExcluir
  7. Olá,

    A capa deste livro é linda! Mas a premissa não me chamou a atenção, gosto de mitologia e romance, porém conforme fui lendo sua resenha não vi nada que me chamasse a atenção, dessa vez deixarei a dica passar.

    Beijos,
    entreoculoselivros.blosgpost.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    A capa do livro já me deixou super curiosa, ela é linda. A sinopse, a premissa e sua resenha me pegaram de jeito. AMO mitologia, seja ela qual for, e isso sempre desperta meu interesse, quando estão em uma história. Amei a sua dica, e com certeza vai entrar para aminha lista de leitura de 2016.

    Beijão,
    Dai | www.cheirodleivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi!!!
    O livro parece ser interessante e instrutivo, por ser relacionado a mitologia, assunto que acho fascinante. Sua resenha passa exatamente a beleza da história, parabéns. Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Beijos
    Carla Fernanda

    ResponderExcluir
  10. Estou bastante interessada em ler esse livro por conta da trama que se passa com a personagem e gostaria muito de poder conhecer, porque ainda não li nada desse gênero. Eu o peguei em ebook e espero poder gostar bastante da leitura, porque deve ser um livro simplesmente maravilhoso. Espero ler assim que puder, porque agora estou encerrando o ano com algumas leituras e ano que vem pegar os livros da minha estante. Não quero mais comprar livro não. Quero dar um tempo, porque minha estante já tá transbordando. Mas mesmo assim amei a capa desse livro. Me chamou atenção e pensei até que fosse um livro de época hehehehe

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-paralelos.html

    ResponderExcluir
  11. Oi, fiquei muito interessada no livro porque eu não entendo muito mitologia e acho que o livro iria despertar um pouco mais minha curiosidade sobre o assunto, porque já despertou sobre os povos diferentes e suas culturas. Mocinho que tem um pouco de vilão tb é sempre bem vindo!!! Amei sua resenha!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. No momento eu até tenho tempo de ler as sagas juvenis, mas ando fugindo tanto de séries... achei legal a premissa do livro. Tenho um interesse, por curiosidade mesmo, em mitologias. Gosto desse universo. Acho que esse livro tem muita história pra contar, mais de 500 páginas, não deve ser pra qualquer história. Parabéns, a resenha está excelente.
    -Mari

    ResponderExcluir
  13. Oie,
    Já li Julieta dessa autora e gostei muito de sua escrita na época e agora fiquei bem curiosa em conhecer mais de perto essa trama. A capa é mega linda e pelo que li de sua resenha a trama é bem construida e com certeza irá me agradar.

    Beijos da Fê
    As Catarina´s

    ResponderExcluir
  14. Oi Mylane, sabe que desde o lançamento desse livro eu tenho vontade de ler e só não tive oportunidade ainda, mas ele está na minha lista. Acho a capa maravilhosa e a trama chama muito minha atenção, e depois dessa sua resenha ótima fiquei com mais vontade ainda!

    Beijos

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/12/resenha-sombra-da-figueira.html

    ResponderExcluir
  15. Oiee ^^
    Adoro mitologia, mas não sei por que não pedi esse livro à editora quando ele estava em lançamento *-* acho que a sinopse dele não conseguiu me deixar curiosa o suficiente *-* Ver que você gostou tanto da obra e a achou excelente me deixou animadíssima para ler ♥
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Não gosto de narrativas em primeira pessoa, a não ser quando as personagens se revesam na função de narrador. Não entendi o que quer dizer com POV. Não sou muito fã desse gênero, mas adorei quando disse que tem uma narrativa adulta, e vocabulário rico. Omg, vocabulário rico é tudo que precisamos. Como disse, não é dos meus gêneros preferidos, mas esses detalhes que você citou me chamaram muito a atenção.


    ;D
    Profissão: Leitora

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem?
    O título do livro me chamou atenção, mas no mais acho que não leria ele no momento. Apesar de ter uma premissa interessante, não sei se estou na vibe para algo do tipo. Mas vou anotar sua dica aqui. E adorei a resenha!

    Beijos,
    Andy!
    http://quotesperdidos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Não conheço a escrita da autora, mas a premissa me parece bem interessante. Nunca li nenhuma história que abordasse o tema amazonas e junto a mitologia grega parece uma história que tem tudo para dar certo. Sem contar essa capa linda.

    Bjs, Glaucia.
    www.maisquelivros.com

    ResponderExcluir
  19. Me apaixonei por esse livro quando vi o lançamento por causa da capa, mas não sabia muito sobre ele. Acho que nunca li nada sobre amazonas, e é um tema sobre o qual eu gostaria de saber mais. Adorei o fato do livro abordar vários tempos, gosto muito disso, sempre tenho a impressão de que a narrativa fica mais dinâmica. Gosto de histórias com mitologia no meio, e não tenho problema nenhum com as séries juvenis, mas leria esse também, com certeza.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  20. Ei Mylane!
    Achei muito engraçado esse jeito de julgar o livro, dando notas pra tudo hahahaa faz sentido, no entanto. A capa é linda, embora me lembra as de A Seleção, que eu tenho aversão, e a resenha me animou bastante. Deu uma olhada no skoob aqui e marquei pra ano que vem!
    bjsss flor
    http://umavidaliteraria1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Quando o livro foi lançado eu fiquei super na dúvida se solicitava ele ou não. Amo mitologia, mas fiquei com medo de não curtir a narrativa já que ela se passa em mais de um tempo e eu não curto muito isso. Pela sua resenha, me parece que eu não preciso ter medo pois a história prende e surpreende. então, vou arriscar a leitura.
    E essa capa é tão linda *-*
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
  22. Olá!
    Eu nunca imaginaria , pela capa, que o livro tem uma historia tao interessante! Eu amo mitologia, de vários tipos, e a grega me fascina muito. Tem poucos livros que falam sobre as Amazonas e eu fiquei muito interessada na história! Talvez eu compre o livro depois que o ano virar, ai eu tenho dinheiro. Valeu MESMO pela dica, fiquei super curiosa.
    Beijos, Tabatha
    http://aproveiteolivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.