✓ Resenha de Filme: Whiplash - Em Busca da Perfeição

domingo, 5 de julho de 2015

Título Original: Whiplash
País de Origem: Estados Unidos da América Gênero: Drama, Música
Duração: 106 Minutos
Ano de Lançamento: 2015
Atores de destaque: J.K. Simons, Miles Teller, Adrian Burks, April Graces.
Filmow: Whiplash : Em Busca da Perfeição 4.4
Sinopse: O solitário Andrew (Miles Teller) é um jovem baterista que sonha em ser o melhor de sua geração e marcar seu nome na música americana como fez Buddy Rich, seu maior ídolo na bateria. Após chamar a atenção do reverenciado e impiedoso mestre do jazz Terence Fletcher (J. K. Simmons). Entretanto, a convivência com o abusivo maestro fará Andrew transformar seu sonho em obsessão, fazendo de tudo para chegar a um novo nível como músico, mesmo que isso coloque em risco seus relacionamentos com sua namorada e sua saúde física e mental.






Whiplash : Em Busca da Perfeição traz o drama do jovem baterista Andrew (Miles Teller) que sempre deseja a perfeição em suas performances, e faz o possível que isto aconteça. Ao ingressar em uma das melhores escolas de música do mundo, um professor carrasco interpretado por J.K. Simons, logo percebe seu potencial, e tenta desenvolvê-lo e lapidá-lo sob um método próprio.


Pressionando a si mesmo e sob a ditadura desumana de seu professor, Andrew passa a abandonar sua vida pessoal para viver em busca da perfeição, como o título sugere. Após do término com a namorada, as reviravoltas começam e Andrew passa a não aceitar algumas imposições do mestre, e as cenas que fizeram minhas mão gelar começam: sangue, suor e lágrimas espalhadas sobre a bateria expõem como alcançar um novo patamar de qualidade musical pode ser não só árduo, mas fisicamente doloroso.


A filmagem e a sonografia tornam momentos de discussões ou performances musicais com muito mais emoção. Não é preciso escutar o áudio no último volume para emocionar-se com algumas cenas.

A delicadeza de Andrew ao tentar conquistar uma garota, sua tristeza ao não conseguir alcançar o que deseja, os momentos em que ele se esforça ao máximo são suficientes para torná-lo um personagem fofo e ao mesmo tempo uma presa fácil. Indiscutivelmente, a atuação do ator revelação perto do já admirado J.K. Simons, mostram uma nova forma de gravar filmes musicais.


O Jazz é o estilo musical predominante e a execução de Caravan (Duke Ellington) no final do longa, é de arrepiar, incrivelmente emocionante. Eu, fã confessa de jazz, fiquei apaixonada pelas músicas escolhidas. Mas mesmo aqueles apaixonados por outros estilos se encantarão com a  trilha sonora e provavelmente vão batucar Caravan por alguns dias após assistir o filme.


Com um final surpreendente, e dois protagonistas incríveis unidos a una nova forma de gravar filmes musicais com a direção de Damien Chazelle o longa não poderia ter sido nada menos que um sucesso. Aliás, o final é um tanto "em aberto" o que dá vontade (acredite se quiser) de assisti-lo várias vezes seguidas. Até mesmo aqueles que tem problemas em cenas sangrentas, irão adorar.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Oi Mylane!

    Não conhecia o filme mas gostei muito da sua resenha, vou assisti-lo com certeza!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Meu pai na sua juventude era baterista de uma banda, dessas de garagem mesmo do bairro. Entao aqui em casa a gente sempre conviveu com essa ideia de um dia aprendermos a tocar bateria e eu gosto mto do som! Pra mim toda a diferença em uma música.
    Gostei da sinopse do filme, intenso, doloroso e árduo é a vida de um artista e acho que o filme passa mto além disso, vai mostrar o preço que se paga pela obsessão de um sonho.
    Com certeza vamos ver o filme e aqui em família, meu pai vai amar.
    Adorei a indicação!

    ResponderExcluir
  3. Oi, não conhecia o filme. Não sou de assistir filmes desse tipo, de drama, mas esse parece ser bom. O filme parece ser bem emocionante e fiquei com vontade de conhecer mais o Andrew. Bjus.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.