✓Resenha: A Herdeira - Kiera Cass

sexta-feira, 5 de junho de 2015

Sinopse: No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.
Título: A Herdeira
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Pág. 392
Melhor Preço: R$ 18,81
Classificação: 9,4 (Ótimo)





A Seleção repaginada!


Por sete minutos, Eadlyn herdou o trono no lugar de seu irmão gêmeo Arhen. A relação de amizade e lealdade entre eles é presente em várias cenas, e é impossível não invejar a fraternidade deles. Mas eles não são os únicos: Kaden e Osten compõem a família juntos ao casal real. Apesar da presença de todos esses novos membros da família, Kiera deu uma nova roupagem aos personagens antigos, já que Eadlyn é a narradora, e não estava presente/viva nos volumes anteriores da série.

Eu não sabia ao certo se era coisa de gêmeos ou uma ligação exclusiva entre nós dois, mas quase dava para sentir nossas discordâncias fisicamente. Parecia existir um elástico esticado entre nós.

No quarto volume da série A Seleção, apesar da abolição dos sistemas de Castas, a população continua a se rebelar e a sofrer as consequências de uma sociedade outrora segregada. America e Maxon Schreave decidem realizar a Seleção para encontrar o marido para a herdeira do trono, sua filha mais velha: Eadlyn Schreave. 

Com seus 18 anos, a herdeira ainda não é rainha, mas virá a ser. Nem por isso, deixa de ser uma personagem mimada e arrogante no começo do livro, nos trechos narrativos e também nos diálogos. Entretanto, com os acontecimentos da competição, ela muda seu comportamento progressivamente. A ideia de fazer da Seleção apenas um show que terminará sem vencedor ao fim de três meses, também amadurece.

Olhei para o espelho e disse para o meu reflexo:
- Você é Eadlyn Schreave. Será a próxima pessoa a governar este país e a primeira garota a fazer isso sozinha. Nenhuma pessoa - prossegui - é tão poderosa quanto você.

A autora tornou este volume o menos romântico da série, mas caprichou nos Selecionados. Baden, Hale, Henri, Jack, Fox, Kile roubaram meu coração e o de muitos que leram e lerão. Um nerd, um descolado, um estiloso, um competidor... São vários rótulos que podem ser empregados, porém os rapazes são personagens completos e complexos, com uma história antes da competição, que vai sendo revelada aos poucos.

Não parava de me perguntar qual era o objetivo de Kile na noite anterior. E não conseguia parar de pensar que sentira a mesma coisa quando Hale começou a perguntar demais. Os dois eram muito diferentes e me conheciam de maneiras bastante distintas, mas, mesmo assim, ambos descobriram um jeito de me fazer recuar. Por acaso todos os garotos seriam assim? Será que todos sabiam fazer isso?

Os Selecionados também são levados a lindos encontros românticos com a princesa. Nestes momentos, a estrutura do castelo vai sendo desenhada dentro  da mente do leitor dando a sensação de maior conexão leitor-livro. As entrevistas, as mordomias, os funcionários e a decoração do palácio são descritas de uma forma dinâmica e homeopática, sem excesso de conteúdo. 

Dentro deste contexto competitivo o que não faltam são momentos de ação, êxtase, romance, amizade e irmandade. Os relacionamentos da narradora são enriquecedores e transformam o enredo em uma narrativa belíssima que passa do romance à política em questão de parágrafos. Mesmo repetindo elementos dos volumes anteriores da série, o estilo de escrita de Kiera Cass continua me conquistando a cada capítulo. 

Livros anteriores da série


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 comentários:

  1. Oi Mylane!

    Eu tenho os 3 primeiros livros mas ainda não os li. Pretendo ter todos antes de ler, assim não passo vontade esperando o próximo volume... kkkkk
    Adorei sua resenha vio!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana Paula!

      Nem consigo acreditar nisto! Eu fui conseguindo os meus exemplares aos poucos, e devorei todos. Dê uma chance a esta distopia romântica, pode lhe agradar muito!

      Obrigada pelo elogio e até a próxima.
      Beijos ;)

      Excluir
  2. Ai, My... estou louca por essa série, todo mundo comentando, lendo, e eu aqui, só espiando as resenhas. Bem, confesso que me decepcionei um pouco com as distopias, não sou fã de Jogos Vorazes, achei a protagonista fraca e chorona. Enfim, A Seleção me parece um pouco com a série "Destino" - só li o primeiro volume, até agora. - E adorei a ideia, toda essa teoria e, principalmente, os gêmeos (sou louca pela relação de gêmeos, ainda mais porque meu gêmeo se foi antes mesmo de nascer).

    Parabéns pela resenha, amei! ♥

    Beijocas =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa!
      Entendo sua relação com distopias, e também só consegui terminar o primeiro volume de Destino (um pouco sem sal, em minha opinião). Amo a Katniss, mas a America não chega nem perto da bravura e determinação para derrubar a ditadura. Entretanto, A Seleção é altamente recomendável para as apaixonadas por contos de fadas e romances doces.
      Nossa, que história esta do seu irmãozinho! Sinto muito, mas não garanto uma relação tão bonita entre gêmeos neste livro, como é na realidade.

      Obrigada pelo elogio, e eu que amei seu comentário!
      Beijos :)

      Excluir
  3. Já li os 3 primeiros e gostei muito, não foi algo que me surpreendeu muito mas eu gostei principalmente pela escrita da autora e também por que era algo diferente de outros demais livros que tinha lido anteriormente. Fiquei curiosa com esse livro e pretendo ler só não tive oportunidade ainda. Acho que talvez sinta falta de mais romance, que foi um ponto importante dos livros anteriores maas devido a autora por ser quem é e pela capa que é linda irei ler. Ótima resenha flor =)

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.