✓ Resenha: Tensão - Gail McHugh

quarta-feira, 13 de maio de 2015



Sinopse: Após a morte da mãe, a vida de Emily Cooper vira de cabeça para baixo. Ela precisa de um novo começo, e Dillon Parker, seu namorado, a convence a se mudar para mais perto dele a fim de passarem mais tempo juntos.
Em Nova York, Emily arranja um emprego temporário como garçonete em um restaurante no centro de Manhattan. Ao sair para fazer uma entrega logo no primeiro dia de trabalho, ela esbarra em Gavin Blake, um empresário sexy e bem-sucedido. Assim que seus olhares se encontram, há uma tensão no ar, mas nenhum dos dois consegue entender ou explicar essa forte conexão. Atormentada, Emily tenta não pensar muito naquele desconhecido que mexeu tanto com ela.
Porém, ela descobre que Dillon e Gavin são amigos e que terá de conviver com ele muito mais do que poderia ter imaginado. Perdida em sentimentos confusos, Emily sente o desejo por Gavin crescer e se tornar mais ardente a cada vez que se encontram. Será que os dois vão resistir à tensão ou se entregar a essa paixão, apesar de todas as consequências?


Título: Tensão
Autor: Gail McHugh
Editora: Arqueiro
Pág. 336
Melhor preço: R$19,90
Classificação:  9,6 (Excelente)




Pois é pessoal, depois da minha super ausência (que ainda não chegou ao fim) vim trazer a resenha de Tensão, que li a mais de um mês já! (céus me ajudem nesses atrasos!)

"Sua cabeça travava um batalha feroz para negar o que o corpo já sabia: ela o desejava loucamente"

Sim, cá estou eu com os hots da vida! E sim, eu amo esse tipo de livro e vou aproveitar essa resenha para dizer o que, para mim, é necessário ter nesse estilo de leitura.

Eu adoro sofrer. Começa por ai rsrs. Todo bom romance, para mim, precisa de uma boa dose de sofrimento (herança do Nicholas Sparks, certeza), gosto de sentir o coração apertado quando nada da certo para a(o) personagem central. Adoro esse estilo "novela mexicana" onde tudo está bem e logo em seguida se descobre uma grande problema.
Eu detesto sexo, sexo e mais sexo. Um hot bom (na minha opinião em galera) não precisa de mais de três cenas de sexo (mesmo que num livro de 500 páginas). Gosto de, assim como na vida real, que na maior parte das vezes não da pra ficar todo hora fazendo sexo (mesmo que a gente queira né rsrsrs), gosto de personagens orgulhosos que não cedem fácil, gosto de curtir a luta e a conquista, mesmo que seja um sexo no primeiro encontro que só volte à acontecer no final do livro, pra mim isso fecha com chave de ouro.

E eu gostei de Tensão? SIMMMMMMMMMMMM

Tensão tem aquela protagonista perturbada, indecisa e totalmente eu. Ela luta contra o certo e o errado, contra aquela falso moral, contra seus próprios sentimentos.

Emily Cooper tem um namorado, aquele cara legal que sempre ajuda a gente. Aquele cara lindo, que todas querem, menos você, porque talvez você o conheça bem melhor que todas as outras.

Depois da morte da mãe de Emily e da mega força que Dillon (o tal namorado em questão) dá a ela, Emily se muda para Nova York pensando em recomeçar, mas o que ela não esperava é descobrir que o que sente por Dillon é mais gratidão do que amor.

Gavin Blake é aquele cretino que eu queria encontrar por ai. Ele logo se "apaixona" por Emily, numa simples "trombada". Esse "apaixona" acho que seria mais uma vontade de vocês sabem o quem né. Porém a dificuldade que nossa mocinha impõe logo de cara dá ao mocinho "comedor" aquela vontade ainda maior de conquistar, aquela que quase sempre acaba virando sentimento sabe?!

Pois é, mas para piorar a situação, Dillon e Gavin são amigos. E então está montada a tensão nesse triangulo amoroso. Gente, e que tensão! 

Agora tudo aquilo que falei lá em cima desce para cá, pois tudo tem nesse livro.
Amei a personalidade da protagonista, mesmo indecisa, mesmo chata, mesmo irritante, ela é o que a maioria das mulheres são. Ela é como eu e deve ter muito de você também.
Gostei dessa realidade que a autora jogou, do como agir se você está comprometida e de repente descobre que sua felicidade está em outra pessoa, e a dúvida do que fazer te domina. Teria como agir de outra forma?

Meu coração se derreteu quando o protagonista cafajeste se descobre sofrendo do grande mal que é se apaixonar, do medo que todo homem tem de deixar a libertinagem e encarar que a felicidade está em uma única mulher. Gavin alias se tocou bem antes que Emily que não tinha saída, já tinha sido flechadinho pelo cupido rsrs Ai personagem gostoso esse gente!

"Um sorriso lânguido surgiu nos lábios dele, os olhos azuis faiscando.
- Então você queria me beijar?
- Está falando sério?
- Muito.
- Gavin.
- Emily.
Ela deixou escapar um sorriso.
- Bem, o que você espera que eu diga?
- Quero que diga.
- Diga o quê?
- Que queria me beijar.
- Você está louco - zombou ela.

Esse joguinho de conquista, me conquista! Rs. É tão bem colocado que fica fácil ver a carinha de ambos nessa situação. Quem nunca passou por uma situação constrangedora assim? E Gavin com essa convicção é demais, adoro personagem assim auto confiante mesmo tomando fora atrás de fora. 

"Apesar de algumas semanas terem se passado, Emily oscilava sobre uma linha tênue entre a sanidade e a loucura. Era como se fosse feita de vidro e dois pequenos martelos - segurados por Dillon e por Gavin - arrancassem suas lascas, pouco a pouco.

Não quero me aprofundar nos valores de uma mulher, ou de uma relação pois não quero soltar spoilers a vocês como vi muitos por ai. É claro que um livro com um triangulo amoroso muitas vezes vem passar uma lição maior de como lidar com relacionamentos. Ou não rs. Mas o foco aqui é sim sobre como o passado de um relacionamento, possessão e machismo podem acarretar o fim dele, traições ou infelicidade mútua. 

Uma ressalva para quem não gosta de triângulos amorosos: Talvez você goste desse ao ver o porque das coisas acontecerem, e como logo você irá escolher um lado para torcer. Eu gosto desse tema, gosto de triângulos postos dessa forma, então sou suspeita para falar.

Sobre capa e diagramação, não poderiam estar melhores, capa muito bonita e diagramação/revisão perfeitas.

Pulsação é o segundo e último livro dessa duologia e está previsto para o segundo semestre desse ano. E sim, estou desesperada para ler!



Aqui estaria nossa playlist, porém infelizmente o site Grooveshark está fora do ar, e acredito que não volte mais por conta de um processo bilionário de direitos autorais... Então, voltarei a colocar os nomes das músicas citadas e apenas um vídeo dentre elas. Uma pena né gente =(


What's Love Got To Do With It? - Tina Turner
I Shot The Sheriff - Bob Marley
Just A Lil Bit - 50 Cent
Summer Wind - Frank Sinatra





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Oi Andrea!!!! HAAA!!!! Saudades de vc! *o* rsrsrsrsrrs

    Bem, mesmo com sua ótima resenha e argumentos maravilhosos, esse livro não me chamou a atenção... não sei porque, acho que vou ter que ler ele pra poder explicar! kkkkkk

    Não suma pra sempre vio! rs

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh vc é sempre meu motivo de postar!! kkk Sempre fiel! <3

      Eu amei esse livro kkkk, eu ando numa fase de "sofrência" kkkk
      Leia quem sabe né! kkk

      Bjus!!

      Excluir
  2. There is a relatively excellent possibility of a seeker token dropping on each eliminate compared to the individual classification products in vanilla flavor raids. The off items (typically boots and belt) will usually be the most difficult to find.
    RS Gold

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.