✓ Resenha: As Batidas Perdidas do Coração - Bianca Briones

quinta-feira, 16 de outubro de 2014




Sinopse: Viviane acaba de perder o pai. Com a mãe em depressão, ela se vê obrigada a assumir o controle da casa com o irmão mais novo. Rafael teve o pai assassinado há alguns anos e agora viu quatro pessoas de sua família, incluindo a única irmã, morrerem em um acidente de carro. Viviane pertence a uma classe social que ele despreza. Rafael é tudo o que ela sempre ouviu que deveria evitar. Eles são opostos, porém dividem a mesma dor. Jamais se aproximariam se a morte não os colocasse frente a frente, e agora, por mais que saibam que são completamente errados um para o outro, não conseguem evitar uma intensa conexão, que poderá salvá-los ou condená-los para sempre. As batidas perdidas do coração é uma história sobre perdas e como cada um lida com elas. É o encontro atormentado entre a dor e o amor. Com uma narrativa sexy, envolvente e repleta de música, este livro traz a última tentativa de duas pessoas arruinadas que, juntas, buscam desesperadamente se encontrar.

Título: As Batidas Perdidas do Coração
Autor: Bianca Briones
Editora: Verus
Pág. 400
Melhor preço: R$21,00
Classificação: 9,9 (Excelente!)




Existem livros que simplesmente te deixam de ressaca literária não é mesmo? E fazia muito, muito tempo que eu não tinha uma! Simplesmente não existe mais vida após As Batidas Perdidas do Coração. Sabe aquela sensação de - eu deveria ter lido mais devagar? Acabou tão rápido e me tocou na alma.

Em meio a tanta dor, a tanta tragédia sempre existe aquele pedacinho de terra fértil, onde pode nascer uma mudinha de amor e renovar todo o jardim da nossa alma não é mesmo?

"É assustador como podemos potencializar e pensar que a nossa dor é a maior do mundo. Ela pode realmente ser a maior para nós, mas não é a única. Em qualquer lugar, existem pessoas sofrendo por perder alguém agora.
Agora.
E agora..." pág 33

Nessa obra vamos conhecer Viviane, uma mocinha de classe alta, de família rica e tradicional. Viviane vê sua família feliz mudar quando descobrem o câncer de seu pai. A morte precoce trás responsabilidades à ela seu irmão Rodrigo, que passam a frequentar um grupo de apoio.

Mas antes disso ainda, Viviane cruza com Rafael no hospital, bem no dia fatídico. Ela acabará de perder seu herói, seu pai, e ele os tios e sua irmã de apenas 15 anos em um acidente de transito, daqueles em que a prudencia poderia evitar. E alguma coisa, talvez aquela compaixão que só quem perdeu quem ama sente ao ver outro passando pelo mesmo, atrai o olhar de ambos.

"Nossos olhares se enfrentam. Ele é tudo que eu não quero agora e vice-versa. Mesmo assim, há exatos quarenta dias, por mais que nossos caminhos sejam diferentes, temos nos esbarrado nos cruzamentos." pág. 59

Rafael tem uma trajetória ainda mais trágica que Viviane. Parece que tudo que ele ama lhe é tomado, e sua vida é condenada a dias chuvosos e sem perspectivas. E uma vida assim acaba levando os sonhos embora e com a batalha diária pelo ganha pão, onde voltar para uma casa onde ninguém o espera não é a melhor opção, Rafael procura consolo nas drogas e no álcool. Um tipico badboy capaz de derreter até o coração mais congelado pelo sofrimento como o de Viviane.



Indo bem mais a fundo do que problemas típicos da idade, a diferença social e a resistência da família, a autora abordou perfeitamente a dor da perda, a dificuldade de continuar e o grande problema que quem entra no mundo das drogas encontra quando resolve sair dele.

Os personagens são simplesmente fantásticos. Reais eles sofrem e lutam, desejam e negam, se amam com um toque de realidade. Viviane é marrentinha sim, não é santa, não é idiota. Sabe bem o que faz e desperta pura empatia. Forte, corajosa. Amadurece gradualmente durante a trama, passa de patricinha fútil e mimada para uma mulher que sabe bem o que quer, sem medo da vida, sem medo da rua. Como aconteceria na vida real, ninguém cai da cama madura de um dia para o outro.
Rafael por outro lado, por trás de uma fortaleza é puro sentimento, é frágil de amor, não sabe amar, não conhece nem a si próprio. E de repente está em uma situação completamente diferente, cuidando de um primo órfão e pensando sem parar em uma mulher.
Rafael é um personagem tão completo, tão sexy, tão carente que dá vontade de materializa-lo! E ver Viviane tendo exito na conquista aquece o coração da gente!

Ah, quanto palavrão!  O livro é intercalado pela narrativa de ambos personagens, e que boca suja tem Rafael! Não sinta preconceito, eu também não gosto de palavrões em livros, mas nesse, na forma como foi escrito deixou tudo ainda mais real. 

"- Nunca foi uma escolha. Você não tem rivais. O Bernardo não é perfeito e nem me quer desse jeito, e mesmo que quisesse... Quer saber? Se fosse uma escolha, eu escolheria o filha da puta miserável - eu o surpreendo, e ele arregala os olhos pelo palavrão. - Eu te amo, porra." pág.256

Superação. Essa é minha palavra para a autora.
Eu li sua primeira obra, Entre o Amor e a Amizade, onde os protagonistas eram Viviane e Rafael. Tendo como base perdas também eu cheguei a pensar que essa obra seria um aprimorado da antiga, mas me enganei feio. A primeira obra era simples, sem muita emoção já essa é completa em todos os quesitos que se pode esperar de um livro com esse gênero. A narrativa da autora melhorou em mil por cento, não fica nem um pouco atrás de autores renomados.
Ponto para a intonação dos personagens. Cada um com seu jeito, com sua forma de falar e ver as coisas faz com que o leitor nem precise ler o nome de quem está narrando para entender o contexto.

A trama em si tem aquele "que" de clichê, pedacinhos previsíveis, mas o encanto está justamente no modo como a autora constrói toda a trama, na forma como ela parte nossos corações para nos acalentar mais tarde. Como todo bom NA (New Adult) a trama precisa de drama e é montada sobre um alicerce padrão onde a diferença fica por conta do acabamento.



E o que são Batidas Perdidas do Coração? Ah, você precisa ler para descobrir, posso garantir que é de deixar um arrepiuzinho e uma euforia! Nada descreve melhor a sensação de amar alguém na minha opinião, e eu sei, já senti a falta de uma batida!

E se você leitor pensa que é só isso, vai se deparar um um grande problema, amor é tudo, mas precisa ser de verdade para passar por uma abstinência química. Você já esteve perto de alguém nesse estado? Pois é, Viviane não esteve, nunca usou drogas, nunca manteve contato com alguém que o fizesse e ela ama tanto Rafael, mas para ele sair dessa precisa amar a si próprio primeiramente.

No plano de fundo, teremos outros personagens tão fortes e marcantes quanto nossos protagonistas. Todos com suas histórias particulares prontas para arrebentar. E todos eles nos despertam um sentimento de intimidade nos deixando ávidos por conhecer suas histórias. Ah rumores de outro livro, pelo menos para Bernardo e Clara, que são amigos de longa data de Vivi. O parceiro (e que parceiro) de Rafa também nos deixa desesperados pela sua história, pois é um personagem tão palpável quanto o protagonista.

Amor, amor e amor em todas as suas formas, com toda sua força é o que você encontrará aqui, tudo regado a maravilhosas músicas de deixar qualquer um de coração apertado! Cada capítulo, seja narrado por Vivi ou por Rafa trás estrofes de músicas condizentes com o mesmo, muito bem encaixado, muito sensível da parte da autora.

"Perdeu o homem que seu coração escolheu amar. Não escolhemos amar nossa família. Amamos e pronto. É uma extensão de nós. Um amor que nasce e morre com a gente. Mas um parceiro... Aquela pessoa que vai viver com você até o fim, é diferente. É muita coisa pensar em quanto você tem que amar alguém pra tomar essa decisão e depois ter isso arrancado de você." pág.119

Hot? Sim, como a maioria dos livros do gêneros, o foco não é sexo, mas existem cenas apimentadas que complementam e é o que eu tanto gosto, a realidade exposta em todos seus ângulos. É prazeroso sentir o personagem a fundo. 

E então valeu a pena? - Em todos os sentidos, principalmente pelo Rafa, aiai rs


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

10 comentários:

  1. Déa do céu,

    É até pecado uma resenha desta. rs

    Por fim, você sabe o quanto anseio por este livro.

    Agora, depois de ler esta resenha, fiquei com mais vontade ainda em lê-lo. É exatamente o gênero que eu curto.

    Parabéns para a autora e pra você e o Fundo Falso, pelo belíssimo trabalho de sempre.

    Beijosssssssss

    Simone Pesci.

    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    http://eoceoi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Andréa!!!!

    Mais um livro nacional que quero desesperadamente ler! Vc só conseguiu me deixar mais curiosa!
    Confesso que o livro me ganhou pela capa! linda demais!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca tinha visto uma resenha que me chamasse tanta atenção como a sua.
    O livro me pareceu amor puro *-* adorei!!
    E dando o play no post, fica ainda mais emocionante :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderExcluir
  4. A primeira vez que eu ouvi falar desse livro foi na caixinha do correio, e já fiquei muito interessada! Eu sou apaixonada por New Adult, e esse parece ser perfeito. Ainda mais que se passa aqui no Brasil. Sem contar que essa capa é linda! Já entrou para o topo da minha listinha de desejados =D
    Bjss

    ResponderExcluir
  5. Eu to louca para ler o livro, eu adoro este genero new adult e o livro parece ser um romance bem mais profundo, com temas que qualquer de nos podemos passar, e to louca para ler o livro desta autora, ainda não o outro livro dela, eu quero muiiiito, espero ganhar do marido ainda este mês rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Eu vi esse livro na bienal , apaixonei pela capa ,mas o valor nao me agradou (não estava caro ) ,mas como eu encontrava livros mais baratos não comprei e me arrependi , até porque a autora estava la autografando ,agora depois de ler essa resenha vou atras dele já !!!! Já faz um tempo que não tenho uma leitura TDB , e eu quero ter essa ressaca literaria do bem kkkkkkkkkk , amei a resenha ,obvio

    ResponderExcluir
  7. Haaa esqueci de dizer que adorei a playlist !!!! Top

    ResponderExcluir
  8. Estou com bastante vontade de ler esse livro. Mas não sabia que era tão bom assim. A história toda parece ser ótima, e os personagens parecem ser perfeitos também!
    Achei essa capa muito linda *u*
    Espero ler esse livro logo :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Oi AMigaaaaaaaaa....esse livro me chama cada vez que vejo uma resenha dele.. necessito lê-lo e têlo urgentemente... Realmente, esse é um livro que tem uma história real, tenho parentes com esse problema e sei o quanto é duro pra quem está bem perto..sei que vou amar acompanhar a luta desses dois e torcer pro amor deles ajudálos a superarem esse problema.
    Bjs e parbaén pela rsenha.

    ResponderExcluir
  10. Tadinha A viviane como diz o dital ' Comeu o pão que o diabo amasou ' é muito triste o começo da historia o pai morto e a mai com depressão ,não é facil assumir tamanhar responsabilidade.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.