► Blogs, os novos críticos literários - por Simone Fraga

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Revista: EU LEIO BRASIL BIENAL DO LIVRO/SP-2014


Olá pessoal!! Vou a partir de hoje postar alguns textos extraídos da revista "Eu Leio Brasil", especial da Bienal SP/2014. Achei interessante compartilhar, já que muitos talvez não temam visto a revista!

O primeiro texto é da escritora e parceira do blog, Simone Fraga, e fala justamente sobre os blogueiros literários!








Blogs, os novos críticos literários


Quando convidada a escrever para a revista "Eu Leio Brasil", fiquei imensamente feliz. Não tive dúvidas em escolher o tema do artigo, pois estava há algum tempo querendo abordar o assunto.

Oportunidade ideal para dialogar com os leitores a respeito e fazer um especial agradecimento aos blogs que tanto incentivam a literatura, em especial a nacional, que vem ganhando espaço considerável nesse segmento.

Os blogs literários comentam a literatura por meio da publicação de "resenhas". Esses textos possuem características de análise e crítica literária. Os "blogueiros" são formadores de opiniões nas mais variadas áreas profissionais, idades e classes sociais. São pessoas que amam ler e em decorrência dessa paixão, veem a literatura com um outro olhar, com outro foco. Seus textos divulgam, comentam e tentam entende-la, o que é extremamente interessante.

Vejo esses espaços como ferramentas práticas, onde são fornecidas informações sobre boas obras, de forma diferenciada . Um dos fatores positivos que corrobora com essa visão é justamente a classificação de gêneros, dos quais uma determinada pessoa emitirá opinião. Essa escolha se dá, na maioria das vezes, pela preferencia de leitura, ou seja, o resenhista irá ler e comentar sobre livros que abordam historias, tramas e temas de que gosta e se identifica. Isso faz toda a diferença na análise crítica. Arrisco afirmar ser este o ponto central do bom resultado que acompanhamos, materializando-se diariamente no reconhecimento dos autores para esse novo agente que desponta com qualidade.

É normal e até rotineiro acompanharmos autores ansiosos à espera da crítica feita por essas resenhas. Diria que o resultado das análises ou criticas literárias construídas por leitores e admiradores do gênero, impacta diretamente na evolução do autor, pois aprender com seu leitor é fundamental.
Erra o autor que não dá valor a esse instrumento de avaliação e o desconsidera por completo ou apenas o trata como meio de divulgação de suas obras.

Assim como a literatura, os blogs possuem uma trajetória. Com características de publicações eletrônicas, eles começam a surgir por volta do ano de 2002, início em que até então o que víamos eram espaços virtuais com cara de diários adolescentes, onde o interesse do blogueiro era meramente a exposição pessoal. Com o crescimento desses espaços, a partir de 2003 no Brasil, passou-se a perceber sua evolução ou transformação em veículos importantes de divulgação de conteúdos literários.
Raquel C. Recuero, mestre em comunicação e Informação pela UFRJ, classificou os blogs em tres linhas, e definiu cada uma delas:

1. Diários Eletrônicos - São atualizados com pensamentos, fatos e ocorrências da vida pessoal da cada individuo

2. Publicações Eletrônicas - Destinam-se principalmente a informação. Noticias, dicas e comentários sobre um determinado assunto

3. Publicações Mistas - São aqueles que efetivamente misturam posts pessoais sobre a vida do autor e posts informativos.

Pela imensidão e dinamismo do mundo virtual, não temos conhecimento desse universo com exatidão. Muito menos quantos blogs são voltados especificamente para a literatura. A estimativa é que o número seja bastante expressivo. Em 2012 Marcos Lemos, professor e blogueiro, disse ser possível que tivéssemos um pouco mais de  2,5 milhões de blogs em língua portuguesa.

Diante desse contexto, a realidade que extraio de tudo que li a respeito do assunto, das relações que eu tenho com os blogs e da minha vida de leitora e autora é que, se existem um espaço que vem democratizando o acesso a informação sobre literatura, sem rótulos, sem foco meramente comercial, esse local hoje é clamado de "blog literário". Nele, é possível unir autor, obra, leitor e o público, que se organiza em níveis de acordo com seu próprio gosto cultural, que por sua vez, está ligado diretamente a técnica do artista , aos valores repassados e seus ideais.

Para finalizar, considero que os textos divulgados nos blogs, na forma de resenhas, expõem as ideias, sentimentos e sensações, tanto do leitor, quanto do publico e do blogueiro, de forma a compor a obra, dando sentido e realidade a mesma. No entanto, essa linha é tênue e a recriação do leitor pode levar a certos erros.

Hoje, não há como negar o papel determinante dos blogs na vida literária. Eles estão contribuindo com a democratização da literatura, popularizando e disseminando aos leitores informações sobre inúmeras obras. Facilitando dessa forma o acesso e o diálogo para além dos ditos "guetos intelectuais". Os blogs estão se forjando com muita competência em NOVOS CRÍTICOS LITERÁRIOS. Tem o meu respeito e admiração!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

11 comentários:

  1. Estive na bienal esse ano , e não tive acesso a esta revista , bom eu tenho certeza que os blogs literários tem uma influencia muito grande hj no cenario literario , eu mesmo , utilizo muito essa ferramenta (blogs ) para pesquisar e ate determinar minhas leituras ,lógico que existe sempre exceções , mas na maioria dos casos os blogs tem otimos conteudos e dicas valiosissimas .

    ResponderExcluir
  2. Que texto maravilhoso Andréa! Parabéns a Simone, adorei suas palavras!

    Bem, eu não me considero uma crítica literária, mas gosto de me expressar em minhas resenhas e sempre ser sincera sobre o título que eu li.
    Vou procurar essa revista para lê-la, fiquei curiosa sobre as demais matérias! rsrsrsrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Oii Andréa !
    Fui na bienal, mas não vi a revista .. Depois quando cheguei em casa que entrei em um blog (olha ai) e vi falarem dela.. Fiquei chateada porque gostaria de poder pegar pra ler !! Não tem mesmo como negar a importância que os blogs literários tem hoje em dia, nem sei quantas vezes recusei um livro só de olhar pra ele (sim, eu faço isso e preciso parar), ai vejo alguma resenha, ou alguma blogueira falando super bem e fico morrendo de vontade de ler ! Como no caso dos livros brasileiros, conheci a Paula Pimenta em uma das páginas que frequento sempre, e o resultado foi que me apaixonei e fiquei louca pelos livros dela, ai aproveitei a bienal e comprei os que queria !!
    E sim, vocês blogueiras (os) tem também todo o meu respeito, e principalmente admiração pelo trabalho maravilhoso!! Beijo, beijo :*

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Eu não sabia sobre essa revista, e gostei bastante de saber que vc vai colocar textos extraídos da revista aqui no blog, nos mostra um pouco mas da Bienal para quem não foi e para quem foi e não consegui a revista.
    Parabéns por ter sido convidada a escrever para revista. Otimo post.

    Abçs :)

    ResponderExcluir
  5. Olá amoras! Amei escrever esse artigo, e agora mais ainda por saber que vocês acharam bacana! Obrigada pelo carinho e pelo apoio a literatura nacional! Vocês são show! <3

    ResponderExcluir
  6. Super bacana a matéria. Confesso que muitos livros que tive vontade de ler foi por influência de resenhas feitas em blogs literários e já teve livros que desistir de ler também por conta das resenhas. Os blogs literários são formadores de opiniões que causam muita influência na hora de escolher que livro ler, pelo menos para mim.

    ResponderExcluir
  7. De fato, a blogosfera - especialmente a literária - é um excelente caminho para conhecermos e nos aprofundarmos na literatura. No entanto, tenho que confessar que ultimamente estou muito decepcionada com o rumo que está tomando, pois infelizmente alguns blogs literários - especialmente os novos - estão deixando a desejar. Muitos pedem parcerias e quando fazem a resenha de uma obra, criticam de forma ofensiva, sendo que sequer sabem escrever e resenhar direito.

    Isso não serve para todos! Tem sua exceções, e o "Fundo Falso" é uma dessas exceções, pois o trabalho aqui é levado a sério. E olha que não estou dizendo isso como autora, mas sim como blogueira que sempre fui.

    Ps.: Adorei a matéria. ;)

    Abraços literários,

    Simone Pesci - autora e blogueira. rs

    http://simonepesci.blogspot.com.br/

    http://eoceoi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Não tive a oportunidade de ler a revista, porém já tinha lido o artigo escrito pela autora Simone Fraga ♥

    Relíquias
    http://reliquiasaline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Oie...
    Gostei bastante da ideia de colocar aqui os textos para quem não tem acesso à revista!!
    Concordo com o texto no que diz respeito aos blogueiros sérios, que fazem seu trabalho com muito carinho e dedicação serem os novos críticos dos livros! É através dos blogs que ocorrem as divulgações e também onde podemos ler as resenhas dos livros e assim saber se nos interessamos por ele ou não!!
    Artigo muito bem escrito!

    ResponderExcluir
  10. , ooi adorei a ideia de colocar os textos aq pra quem nao teve acesso a revista ! adorei o artigo , e concordo com o texto quando fala que Hoje não há como negar o papel determinante dos blogs na vida literária , pois nao sei mais como seria meus dias sem visitar os blogs e saber mais novidades !

    ResponderExcluir
  11. Não vi a revista e nem fui a bienal, adorei o texto da Simone!
    E gostei bastante da sua ideia de colocar os textos aqui, é muito bom pra gente que não teve a oportunidade de ir.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.