✓ Resenha: Despertar - A Bandeja - Lycia Barros

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Sinopse: A bandeja conta a história de Angelina, jovem de 19 anos, que ao entrar para a universidade, inicia um apaixonado envolvimento amoroso com um de seus professores, Alderico - mais conhecido por Rico. Por conta de toda a avassaladora e descontrolada paixão que envolve esse relacionamento, Angelina começa a viver somente para Rico, colocando seus estudos, seus amigos, sua família, sua religião e até mesmo a si própria em segundo plano. Angelina é evangélica por tradição familiar e não exatamente por convicção religiosa. Porém, inesperadamente, tem um estranho sonho, cujas revelações possuem um forte e marcante significado, que ela somente conseguirá compreenderá mais tarde. Quando, no momento certo, a grande verdade lhe é revelada, ela finalmente compreende o que significa o amor de Deus em sua vida.
Título: Despertar - A Bandeja
Autor: Lycia Barros
Editora: Arqueiro
Pág. 240
Melhor preço: R$18,90
Classificação: 9,5 (Excelente!)




Sabe aquele livro que você já cansou de ver por ai, mas nunca pega para ler de fato, pois algo não te chama a atenção o suficiente? Sim, então você o lê e se pergunta, poxa porque demorei tanto tempo para me render?

A Bandeja é o primeiro livro da escritora brasileira Lycia Barros, foi lançado a aproximadamente três anos atrás, e agora republicado pela editora Arqueiro, que fez um trabalho impecável.

Trata-se de um romance evangélico. A base da estória se encaixa na crença evangélica, em questões de sexo, drogas e atitudes em geral. Eu preciso ser sincera ao dizer que esse fato sempre me deixou ressabiada com a leitura, não gosto de livros que exploram demais religião. Acredito que cada um tenha a sua e isso não seja algo discutível. Pelo menos não em um blog literário. Mas o grande diferencial dessa obra é exatamente mostrar ao leitor a religião sem forçar, mostrar que mesmo pessoas que foram criadas no caminho podem errar, e errar feio.

"Minha vida toda fora monitorada por meus pais e eles falavam de casamento como algo tão puro que chegava a ser entediante. Eu não sabia que poderia sentir algo assim, uma desenfreada vivacidade." Pág. 52

Nossa protagonista, Angelina, morou toda sua vida em Petrópolis, criada por pais evangélicos dentro da religião. Uma família de bem. Aos 18 anos seu maior desafio será sair da proteção dos seus pais para a faculdade, no Rio de Janeiro, em um campos. Aberta para um mundo totalmente novo.

"- É isso que acontece quando se tem atenção demais da família, ela passa a ser como o ar, algo que se desloca constantemente ao seu redor, mas você nunca nota de fato. Até que ela falta." Pág. 165 

Bem, morar longe dos pais já é algo assustador para quem nunca experimentou, e quando você descobre que sua colega de quarto usa drogas e vive em festas regadas à álcool e sexo fica ainda mais complicado.
A vida de Angelina segue, não parece ser tão ruim, consegue manter o foco nos estudos, bem ela achava que sim até conhecer e se apaixonar perdidamente por Rico. 
Rico será seu professor no ano letivo, é dez anos mais velho e carrega fardos que talvez Angelina não seja capaz de lidar.

Angelina é uma personagem muito bem construída, com atitudes condizentes, e que está experimentando pela primeira vez uma droga que pode acabar com sua vida: a paixão. A paixão quando usada com exagero, faz com que nos deterioremos, nos faz deixar de viver nossas vidas para viver o do amado. O ciúmes nos afoga e tira a noção de realidade. Angelina terá de chegar ao fundo do poço para perceber que talvez o que ela sinta não seja amor.

"- Doente de amor... Sabe quando você está apaixonada e parece que tem uma manta protegendo seu coração? Pois é, arrancaram minha manta." Pág. 101

Quase tudo que Angelina vai viver aqui nesse livro eu já vivi quando era até mais nova que ela, talvez por isso tenha me identificado muito. Ela é extremamente real. A família dela é real. Rico é o que mais encontramos por ai. E nossa, Deus está tão bem representado, sem forçar a barra! 
A narrativa da autora é gostosa, trata de um assunto forte de forma leve, até mesmo divertida em seu momento certo. 

Um ponto interessante da trama, que acho que vale a pena comentar aqui (sem liberar spoilers) são os sonhos que Angel tem. Sonhos que seriam como revelações. Talvez uma forma de Deus Lhe falar. Os sonhos chegam a arrepiar, são bem descritos, a ponto de conseguir sentir o cheiro da relva que se encontra na situação. Talvez por eu acreditar nesse tipo de revelação, ficou ainda mais real para mim.

"Mas os sonhos também podem ser perturbadores e ruins, pois, neles, reagimos sem pensar. Nos sonhos, tomamos atitudes que não teríamos tomado se estivéssemos acordados, mas que provavelmente estão ligados aos nossos desejos mais íntimos." Pág. 95

Sei que esse livro tem uma continuação e espero de todo coração que a editora Arqueiro a publique!





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

3 comentários:

  1. Oie!! Primeiro, eu adoro que você dá nota pra vários aspectos do livro, isso é super original!! Segundo, adorei a resenha :) Acho que a princípio também fico um pouco ressabiada, mas leria, se tivesse oportunidade.

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Andrea!!!!

    Mulher, não te achei ontem na Bienal! OMG! Preciso que vc vá no dia 31, por favor! kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Eu tenho este livro na versão antiga mas ainda não o li. depois que vc me falou dele fiquei curiosa... agora com sua resenha, acho que vou passá-lo na frente... rsrsrsrsrsrrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  3. Oie...
    Já li algumas resenhas sobre o livro, mas ainda não me despertou muito interesse por ele!
    Parece ser um livro muito bom e a premissa bastante interessante!!
    Acho que vou repensar e dar uma chance a ele devido a sua avaliação do livro que foi muito positiva!!

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.