Resenha: Como Salvar um Vampiro Apaixonado - Beth Fantaskey

sexta-feira, 21 de março de 2014

Sinopse: Quando Jessica Packwood descobriu que era uma princesa vampira romena, sua pacata vida adolescente virou de pernas para o ar. Ela precisou fazer as pazes com seu passado e vencer muitos obstáculos para ficar com seu belo príncipe, Lucius Vladescu. Depois de se casarem na Romênia, agora Jessica e Lucius devem unir os clãs mais poderosos dos vampiros e estabelecer a paz de uma vez por todas.
Mas primeiro ela vai ter que convencer uma nação inteira de vampiros ardilosos de que tem plenas condições de se tornar rainha. O problema é que Jessica nem mesmo consegue pedir uma refeição decente aos empregados de seu castelo, quanto mais lidar com súditos mortos-vivos malignos que adorariam vê-la fracassar.
Tudo se complica ainda mais quando Lucius é acusado de assassinar um vampiro Ancião e é condenado à masmorra, onde espera pelo julgamento que pode levá-lo à morte. Jessica então se vê em apuros, lutando não só pela vida de seu amado, mas também pela própria sobrevivência em um mundo repleto de intrigas.
Desesperada para provar a inocência do marido, ela conta com a ajuda de sua melhor amiga, Mindy Stankowicz, e do misterioso primo italiano de Lucius, Raniero Lovatu. Mas será que a princesa pode mesmo confiar neles?
Título: Como Salvar um Vampiro Apaixonado
Autor: Beth Fantaskey
Editora: Arqueiro 
Pág. 272
Melhor preço: R$20,80
Classificação: 9,3 (Excelente)


RESENHA POR AMANDA BISTAFA

“Para os vampiros, o sangue é uma parte inevitável da morte.”
(p. 56)

Em “Como salvar um vampiro apaixonado” Jessica Packwood, ou melhor, Antanasia Dragomir, se vê em uma realidade bem distante daquela adolescente que vivenciou no primeiro livro da série. 
A narrativa se passa no castelo na Romênia, onde Lucius e Jessica agora vivem como casados. Mas Jessica enfrenta muitos desafios para se acostumar à realidade de princesa vampira e, principalmente, para demonstrar confiança e capacidade aos demais vampiros para se tornar rainha junto a Lucius.
Logo no início, Jessica fracassa em acompanhar o julgamento de um vampiro assassino e deixa a sala – literalmente – correndo, o que certamente não favorece o voto de confiança que deverá receber dos demais vampiros para se tornar rainha.
Do outro lado do mundo, Mindy (sua melhor amiga) se apaixona por Raniero Vladescu Lovatu, um vampiro que conheceu no casamento de Jessica. Este, por sua vez, trocou a frieza da Romênia para viver como surfista (sim, um vampiro que surfa e adora praia).
De volta ao castelo, Jessica faz amizade com Ylenia Dragomir, sua prima vampira (mas será que Jessica pode realmente confiar em sua amizade?) e Lucius troca e-mails com Raniero, a fim que este volte a se juntar a eles na Romênia.

Na primeira reunião de Lucius e Jessica com os Anciões a opinião é unânime: Jessica não está preparada para governar, o que causa um grave desentendimento entre Lucius e seu tio, Claudiu. Mas a situação fica realmente séria quando Claudiu aparece misteriosamente morto alguns dias depois, sendo que a estaca que causou sua destruição não foi encontrada.
A pedido de Jessica, e por estar indo mal na faculdade, Mindy aceita passar uns dias na Romênia (será que assim ela finalmente conseguiria tirar um pouco Raniero da cabeça?).




Em reunião com os Anciões a fim de solucionarem a morte de Claudiu, Jessica toma uma atitude aconselhada por sua prima Ylenia, pedindo que todos os vampiros mostrem suas estacas e provem sua inocência. Mas Jessica não comentou a respeito de sua atitude antes com Lucius, desencadeando terríveis acontecimentos.
Temendo seu futuro, Lucius leva Jessica à Câmera de Mizã (ou sala das estacas), mostrando a ela que sua estaca estava manchada com o sangue de Claudiu, mas como o sangue foi parar lá? Jessica acredita na inocência de seu marido, mas quem estaria por trás disso? Os sonhos de Anastasia com estacas (que significam traição) queriam dizer alguma coisa?

“– Antanasia, disse ele baixinho, porém com firmeza. – Sei que é difícil para você enfrentar este lugar hoje. E não vou fingir que sou mais sábio que você. Mas sei alguma coisa sobre sofrimento, e aprendi há muito tempo, tanto experimentando a violência quanto prevendo-a, que o medo é o pior tipo de sepultura, pois enterra gente viva. Como seu marido, eu imploro: não se coloque em um túmulo prematuramente, porque, como todos aqui atestariam se pudessem, nossa hora já chega cedo demais.”
(p. 95)

Lucius convoca Raniero para proteger Jessica enquanto estiver detido na masmorra do castelo (fato inevitável diante da apresentação de sua estaca ensanguentada para os Anciões).
Ao longo da história, descobrimos que Raniero não é apenas um vampiro tatuado surfista, mas sim que ele já foi um cruel caçador de recompensas, e que, também, é o segundo na linhagem do trono. A escolha de confiar ou não em Raniero agora está apenas nas mãos de Jessica. 
Lucius e Jessica colocam em prática o plano elaborado por Raniero: na reunião com os Anciões, Jessica se impõe como autoridade ordenando a detenção de Lucius após ter sua estaca exposta. Porém nem tudo sai como o planejado, Flaviu pressiona Jessica a restringir a alimentação de Lucius para apenas pão e água, assim como foi imposto para o assassino de Constantin Dragomir. Lucius aguentará quantos dias sem sangue? Pois sua falta leva a uma condição pior que o coma, conhecida como luat, que ocorre em menos de uma semana.

“Meu primeiro decreto como princesa vai ser ordenar que meu marido seja acorrentado e preso.”(p. 100)

Com a detenção de Lucius, Jessica se vê sozinha, ou quase, para descobrir quem assassinou Claudiu e livrar seu marido da destruição.
Seu primeiro desafio como líder é comandar o funeral de Claudiu. Tudo ia bem até Jessica ter uma alucinação em pleno discurso: Jess vê Lucius no lugar de Claudiu no caixão, levando-a a gritar e desmaiar na frente de todos os vampiros.
Após o acontecido e com o incentivo de Raniero, Jess decide agir como adulta e parar de se esconder em seu quarto, pois a vida de Lucius depende disso, se juntando a Raniero em busca da verdade sobre o assassinato de Claudiu.
Paralelamente, Mindy se aproxima de Ylenia a fim de descobrir quem realmente ela é, pois algo lhe diz que a vampira não é confiável.  Além do mais, desconfia que Raniero a tenha transformado em vampira (será sua antipatia por Ylenia apenas ciúme?).
Na masmorra, Lucius já começa a sentir os efeitos da falta de sangue, sendo atormentado por terríveis pesadelos.
No esperado dia do julgamento de Lucius, Jessica está muito mudada. Está cada vez mais próxima de ser a rainha que deveria, agindo como tal. Será que a princesa conseguirá reunir provas suficientes para inocentar Lucius? Quem será o verdadeiro assassino de Claudiu?

“Uma rainha tem poucos amigos, minha mãe havia tentado me alertar em seu diário. Se ela tiver muitos amigos, decerto está fazendo alguma coisa errada.”(p. 202)

Os cenários são bem caracterizados, permitindo aos leitores visualizar os dias cinzas e nublados da Romênia, além de nos situarmos na imensidão do castelo. Os personagens também são repletos de personalidade e características, tanto físicas quanto emocionais.
A leitura é fácil e agradável, as páginas são papel pólen e a fonte utilizada é adequada. A capa é bonita, com a imagem de Lucius e Jessica, com tons em preto e roxo. 
A narrativa é envolvente, com suspense e acontecimentos imprevisíveis. Achei o segundo livro da série com muito mais suspense, e menos romance, porém em muitos momentos notamos o quão forte é o amor entre Lucius e Jessica.

“No dia do casamento, eu tinha feito uma promessa a Lucius, de estar com ele durante toda a eternidade, e ia mantê-la, se não do modo como eu esperava, de qualquer modo que fosse necessário. Ou seria destruída imediatamente ou, se de algum modo Lucius fosse inocentado mas já estivesse perdido no reino de pesadelos, eu iria segui-lo até lá, iria encontrá-lo e sofreríamos juntos, porque eu jamais beberia o sangue de outra pessoa de novo, e preferiria passar a imortalidade em tormentos ao lado dele do que cinco minutos sozinha em um castelo com todos os confortos que nossos dinheiro podia comprar.”(p. 251) 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

2 comentários:

  1. Eu adoro livros sobre vampiros, mas este não me chamou a atenção... Nem pela capa!
    Mas, gostei da sua resenha, quem sabe um dia.... rsrsrsrrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana já leu o primeiro? Nossa é muito bom, sério! Eu adorei! Esse não li ainda....

      Excluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.