Resenha: O Homem de Todas as Minhas Vidas - Vanessa Bosso

sábado, 16 de novembro de 2013


Sinopse: Qual mulher não quer amar e ser amada além da vida? Melhor ainda, por todas as suas vidas? Lise reconhece que o amor pode ser um presente e também uma maldição. Nascida com o dom de relembrar todas as suas vidas anteriores, ela sabe que sua alma gêmea sempre conseguiu encontrá-la, independente das adversidades, alcançando seu coração com aqueles belos olhos violeta. Recorda-se, com amargura, que sua felicidade ao lado daquele homem nunca durou, já que suas vidas sempre terminaram em sangue, dor e morte. Disposta a mudar o seu destino, resolve fugir do mundo e viver em uma pequena cidade perdida no meio do nada, longe de tudo... inclusive, da possibilidade de amar. Mas ninguém foge ao seu destino. O reencontro com o homem de todas as suas vidas já está escrito e o amor ressurgirá de forma avassaladora, acionando de imediato o cronômetro que os levará a uma nova tragédia. Mesmo conhecendo o desfecho, será que Lise manterá sua sanidade e resistirá a esse homem? Poderá ela mudar o final dessa história? E afinal, por que isso acontece vida após vida? O Homem de Todas as Minhas Vidas mostra como os verdadeiros sentimentos podem ultrapassar o tempo e espaço. Prepare-se para viver uma trama cheia de reviravoltas, fantasmas do passado e do presente e, mais do que tudo, uma verdadeira celebração à vida como só Vanessa Bosso seria capaz de fazer.

Nome: O Homem de Todas as Minhas Vidas
Autor: Vanessa Bosso
Editora: Independente
Pág. 349
Onde Comprar: Amazon E-book

"No local destinado à dedicatória, Natan escreveu: "Para aquela que nunca conheci e ainda assim sei que existe"

Lise vive sua vida tranquila em Vila Rica com sua avó Amelie. Além de ser uma cidade pequena onde o risco de encontrar o homem que assombra seus sonhos é minima, Lise preferiu ficar com a avó depois de muitos conflitos com seus pais em relação as suas lembranças. Lise sonha com suas vidas passadas, sete delas na verdade.
Os pais acreditavam que Lise poderia sofrer de algo distúrbio psicológico, passou por diversos psiquiatras e até mesmo por um exorcismo. Caso estranho alias, onde o padre lhe disse algo, algo do qual não fez sentido algum em sua infância, será que seu futuro já estaria traçado?

Poderia não ser tão ruim, se em todas essas vidas não houve uma tragedia em que Lise e o homem de olhos violáceos não fosse cruelmente assassinados.
Mas Lise não recorda-se desse dom anteriormente, será que essa encarnação seria a chave para descobrir qual a maldição que a acompanha vida após vida?

Tentando mudar o curso a história, Lise se isola ao máximo, mantem pouquíssimas amizades e relacionamentos. E então conhece Lucas, com belos olhos castanhos, sem risco de morte eminente, sem risco de dor profunda.

Mas será que podemos realmente controlar nosso destino? Ou seria isso pura ilusão?

“Sei que a vida não termina com a morte. Ainda assim, o egoísmo do ser humano não permite que ele deixe ir. Queremos para nós e queremos para sempre. Somos apegados ao material, ao mundo visível, às pessoas que amamos. Não conseguimos compreender que existe algo além, que, talvez, a vida de verdade não aconteça aqui e sim do outro lado. Que a morte descortina uma infinidade de opções, novas possibilidades de crescimento e de redenção.”

Nessa obra, a autora aborda um tema bastante controverso, a reencarnação. Por isso leia com cuidado, leia de coração aberto independente de sua religião. É um livro que fala do amor, de sua forma mais pura.

Com uma boa condução do tema, instiga o leitor a próxima página. tem um palavreado comum, no qual estamos habituados, esse é um dos lados bons de obras nacionais. Temos nelas a nossa gíria, o nosso dia a dia. É fácil se identificar com os personagens e se ambientar.

"Dizem que o tempo cura tudo, mas tenho cá minhas dúvidas."

História
Capa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Apesar de não ser muito o meu estilo de leitura, curti muito sua forma de expressar a obra.

    ResponderExcluir
  2. Bem diferente esse novo livro da Vanessa Bosso né! Mas sei que sua escrita é prazerosa e cativante, gosto muito de historias de reencarnações e acho que vou adorar esse livro, estou curiosa pra saber o que vai acontecer nessa vida da Lise, só fico triste porque não leio e-book, não tenho o leitor e ler no pc me faz muito mal pros olhos, mas enfim, quando puder com certeza vou ler! Ótima resenha, bjão! :)

    ResponderExcluir
  3. Andrea, excelente resenha, adorei!!! Realmente não é um livro para qualquer pessoa, tanto que tenho feedbacks ótimos e outros que me detonam... hehehehehehehehe... quando falamos de reencarnação é isso aí, um risco grande. Beijo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo na vida é assim Vanessa, quem somos nós para agradarmos a todos né! Parabéns pela ousadia! Bjus!

      Excluir
  4. Eu não conhecia esse livro da Vanessa, tampouco já li algo dela, mas sempre vejo comentários bem positivos em relação as obras dela. Tem tempo que não leio um livro com este tema e a sinopse me deixou muito curiosa para saber como a Lise iria se salvar desse destino tão cruel.
    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
  5. Andréa, como sempre amei sua resenha, me deixou com vontade de ler o livro, você consegue contar a história sem contar todas as surpresas contidas nela.
    Até mais

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Que livro lindo! Amei a capa e a sinopse e sua resenha só me deixou mais curiosa! Adoro livros que falam sobre reencarnação e já vou colocá-lo na minha listinha de desejados!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  7. Olá!! Não conhecia este livro,mas achei demais tanto sua sinopse quanto sua bela capa. Acho demais livros com esta temática e com certeza já adicionei ele na minha lista de desejados!! Parabéns pela resenha!!

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.