Crítica - Jogos Vorazes - Em Chamas

sábado, 23 de novembro de 2013



Jogos Vorazes - Em Chamas é o longa que dá continuidade ao primeiro filme da série que leva apenas o primeiro nome (crítica aqui). A história trás Katniss Everdeen (Jennifer Lawrence) em um novo confronto com a Capital. 
- Basta se lembrar de quem é o inimigo - diz Haymitch - Isso é tudo. Agora vai. Saim daqui.
                                                                                                       Pág.. 276 - Em Chamas


Após a grande sacada de Katniss ao final dos jogos, onde ela e Peeta preferem o suicídio ao triste destino de viverem um sem o outro, algo mudou. A quebra da tradição e das regras, onde apenas era permitido um sobrevivente. Os distritos veem pela primeira vez a esperança.

Como todos os vencedores, Katniss e Peeta recebem uma boa casa na vila dos vencedores, um bom pagamento e aparentemente uma boa vida para suas famílias. Mas não será assim por muito tempo.
Os pequenos levantes começam, e o presidente Snow não está nada feliz.










Como de praxe segue a apresentação do casal nos doze distritos, mantendo as aparências sobre o relacionamento forjado de ambos, Katniss e Peeta seguem as regras com medo do que pode estar por vir. Parece que alguém que não deveria, sabe da farsa e sabe também de Gale. Sem saída aparente, anunciam o casamento.

Katniss já não era apenas uma vencedora queridinha da capital, agora ela era a esperança. E o presidente não poderia correr o risco de um novo levante, ele precisava acabar com ela e todos da "raça" dela, fazer com que a odiassem, precisava provar que ela nunca se importou só quis salvar a própria pele. Então a grande surpresa. Em comemoração ao Massacre Quaternário que acontece a cada 25 anos, Katniss Everdeen e Peeta Mellark juntamente com uma seleção dos tributos vencedores dos 12 distritos ao longo das 74 edições dos Jogos Vorazes estão novamente na arena.









Esse segundo longa da trilogia de Suzanne Collins vem carregado de drama e personagens fortes.
Muito diferente do primeiro da série, Em Chamas cativa, emociona, leva o telespectador para dentro da arena, dentro da pele do personagem. Fica impossível não se identificar com algum deles. 

O diretor de fotografia Jo Willemse fez um ótimo trabalho, melhorando consideravelmente a fotografia. Ambientes cinzas salientam a pobreza dos distritos em relação a capital exageradamente colorida e exótica. Assim nota-se uma grande evolução tanto nas atuações como na produção do filme que com certeza se deve também ao diretor Francis Lawrence, que assumiu após o abandono de Gary Ross.
A fidelidade na obra literária é grande, em certas cenas é possível prever as falas dos personagens por serem exatamente as mesmas do livro. Cenas densas e lentas, com diálogos para muitos sem necessidade é o que cria a satisfação dos fans da saga.










Existe uma fortificação de Peeta em relação a protagonista, foi nessa segunda parte que consegui enxergar melhor o triangulo amoroso que vem surgindo. Mesmo que ela não perceba, se importa cada vez mais com Peeta, e talvez seja hora de Gale perder espaço.

Uma pausa para minha opinião? Gale não merece Katniss, por amor, eu teria ido para a arena, dando a minha vida para proteger a pessoa que amo.

Com os novos jogos vem também uma nova arena, novas armadilhas e claro, novos personagens como Finnick (Sam Claflin), um galã da atualidade, a dupla Beetee (Jeffrey Wright) e Wiress (Amanda Plummer), Johannah (Jena Malone) e a adorável Mags (Lynn Cohen).

Muito mais profundo do que relacionamentos adolescentes, o filme trás a trama politica de um governo opressor e cruel. Mostra claramente o culto à personalidades que muitas vezes são usado para apaziguar uma situação.










Ao final, muito pelo contrario do anterior, onde deixava uma curiosidade sobre o futuro dos personagens, aqui o telespectador fica afoito pelo próximo. A surpresa no final deixa aquele que assiste sentado na poltrona do cinema pensando seriamente em comprar o livro (se é que ainda não comprou!).

O último livro da trilogia terá adaptação em duas partes, sendo a primeira prevista para de 14 de Novembro de 2014.

Finalizando, James Newton Howard responsável pela trilha sonora fez um ótimo trabalho, conduzindo bem as cenas com ritmos certos para cada situação. Se tiver disposição para assistir os créditos poderá ouvir a canção feita pela banda Coldplay - "Atlas", que você também pode conferir logo abaixo.


Nota:



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

12 comentários:

  1. Andréa, depois de ler o alerta, infelizmente não pude ler sua crítica, mas assim que ler o livro e/ou assistir o filme a lerei com certeza.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, se não leu o livro ainda, não leia mesmo, vai pegar muitos spoilers! Bjus!

      Excluir
  2. É nesse momento que tenho raiva de morar no interior e ter que esperar pra assistir Em Chamas.
    Muito ansioso pra ele estrear na minha cidade.

    ResponderExcluir
  3. OMG! Segunda feira eu vou assistir a ele... não aguento mais esperar, estou doidinha de curiosidade! Cara, é fogo... eu gosto muito do Gale, mas não sei se deveria ser Peeta o escolhido pela Katniss, mesmo depois de ter lido os livros, ainda acho que o coitado do Gale não teve chance sabe? É fogo!

    Adorei sua critica, me arrepiou toda e me deixou mais curiosa ainda quanto ao filme.
    Ha! Devo acrescentar que o primeiro filme, Jogos Vorazes, não me conquistou, tipo, assisti e gostei, mas nada muito "Ó que filme maravilhoso!", sabe? rsrsrsrsrsrsrrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda não li o Esperança, mas não consigo gostar do Gale, acho ele morto demais kkkk

      Esse eu achei 100% melhor que o primeiro! Depois me diz o que vc achou!

      Bjus!

      Excluir
  4. Acredita que aqui só semana que vem que vai chegar Em Chamas no cinema? Cidade pequena dá nisso, uma sala de exibição só e os fãs ficam doidos com isso viu, to com uma filha adolescente em casa surtando de ansiedade,rsrsrs! Observei o alerta e não pude ler a resenha, só dei uma breve espiada, mas vi que voce gostou bastante, isso é muito bom! Bjão! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Havia que esquecido de colocar a minha nota! Bem lembrado! Já corrigi! Bjus!! E bom filme ^^

      Excluir
  5. Oi Andréa...Tudo bem??
    Estou louca para olhar este filme,ainda não li em Chamas,mas será minha próxima leitura, pois até chegar na minha cidade dará tempo de ler para assistir, depois que ver passo por aqui e falo o que achei, mas só de ver sua nota já fiquei bastante animada =)
    Bjuss

    ResponderExcluir
  6. Vi o filme na estreia e não consegui ler o livro antes, por isso fiquei um pouco triste e senti falta de algo em algumas cenas, mas a adaptação ficou ótima. Os efeitos, a atuação dos personagens e a trilha sonora não deixam a desejar, e também notei a preocupação da Kat para com Peeta, também espero que eles fiquem juntos ela com o Gale não me convence. Estou ansiosa para saber o que vai acontecer no próximo, vou ver se dessa vez consigo ler o livro antes.
    Abraços, Raquel.

    ResponderExcluir
  7. O fato de terem sido bastante fieis ao livro já torna o filme muito bom, juntando tudo (trilha sonora, figurino, atuação...) fica maravilhoso!
    Saí do cinema louca para reler o livro e matar a saudade.

    Helô Lopes
    Responsável Geral do Grupo Lobrorum

    ResponderExcluir
  8. Gostei bastante do jeito que você resenhou o filme.
    http://resenhandoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Gostei bastante do jeito que você resenhou o filme.
    http://resenhandoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.