Resenha: Querido John - Nicholas Sparks

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013


Nome: Querido John
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Novo Conceito
Pág. 288
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: Nicholas Sparks, autor número um de best-sellers, traz agora uma história inesquecível de um jovem que tem de tomar a decisão mais difícil de sua vida, em nome de seu grande amor. “Querido John”, dizia a carta que partiu um coração e transformou duas vidas para sempre... Com um futuro sem grandes perspectivas, ele, um jovem rebelde, decide alistar-se no exército após concluir o ensino médio. Durante sua licença, conhece a garota de seus sonhos, Savannah Lynn Curtis. A atração mútua cresce rapidamente e logo se transforma em um tipo de amor que faz com que Savannah prometa esperá-lo concluir seus deveres militares. Porém ninguém previa o que estava para acontecer: os atentados de 11 de setembro mudariam suas vidas e a do mundo todo. E assim como muitos homens e mulheres corajosos, John deveria escolher entre seu país e seu amor por Savannah. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, ele descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.



RESENHA POR THAÍS

"Acho que meu pai era feliz. Digo isso porque ele raramente demonstrava emoções. Abraços e beijos foram raros durante minha infância, e, quando os recebia, me pareciam sem vida, algo que ele fazia por dever, não por desejo."

John Tyree nasceu e cresceu em Wilmington, Carolina do norte, sua mãe o deixou quando ele tinha apenas um ano, então quem o criou foi seu pai, um homem solitário, introspectivo, de poucas palavras, não demonstrava muitas emoções nem carinho, não demonstrava se importar com a vida do filho, e sua grande paixão sempre fora a sua valiosa coleção de moedas, iniciada pelo seu pai - avô de John - algo que dedicara toda sua vida, e era a única atividade que possibilitava aproximá-lo do filho. Porém, mesmo com tantas diferenças físicas e comportamentais, John tinha a certeza que o pai o amava, devido a dedicação e todos os cuidados que ele lhe dava.Conforme foi crescendo, John parou de se interessar pelas moedas, e passou a se envolver com as coisas típicas de adolescentes, e viveu uma época bastante conturbada em sua adolescência, sem qualquer propósito de vida, sem qualquer perspectiva do futuro, porém após concluir o ensino médio tomou a decisão que mudou a sua vida, se alistou no exército.

Durante uma licença volta a casa de seu pai, com conceitos completamente diferentes dos que tinha a quatro anos atrás quando havia se alistado, então resolve ir a praia e lá acaba conhecendo Savannah uma jovem universitária que cursa "Educação Especial" e  havia ido até Wilmington com um grupo de voluntários para construirem casas, então ela o convida para ir o local onde ela e seus amigos estão hospedados, e lá conhece Tim um grande amigo de Savannah, cujo o irmão mais novo que é deficiente, inspirou a escolha da profissão que a garota pretendia seguir. Apartir deste dia, John e Savannah começam a se conhecer melhor.

" Quando penso em você e mim e no que compartilhamos, sei que para os outros seria fácil menosprezar o tempo que passamos juntos simplesmente como um subproduto dos dias e noites à beira-mar, uma "aventura" que, ao longo prazo, não significa absolutamente nada. É por isso que não conto às pessoas sobre nós. Elas não iriam entender, e não sinto necessidade de explicar, simplesmente porque sei em meu coração como foi real. Quando penso em você, não posso deixar de sorrir, porque sei que você me completa. Eu te amo, não só agora, mas sempre, e sonho com o dia em que você vai me abraçar novamente."

Não demora muito para começarem a se envolver, e naquela semana descobrem o amor existente entre eles, passam grande parte do tempo juntos, vivendo momentos muito especiais, porém John precisa voltar ao serviço militar, e leva consigo uma carta de Savannah. E, apesar de saber a dificuldade de um relacionamento a distância, ela decide esperar por ele, lhe dá muito apoio, e então o meio de comunicação entre o casal passa a ser por telefonemas e cartas de amor, onde todos os sentimentos eram expressados constantemente.

"Quando os lábios dela tocaram os meus, soube que poderia viver cem anos e visitar o mundo todo e nada se compararia ao momento único em que beijei a mulher dos meus sonhos e soube que meu amor duraria para sempre." 

Após uma longa temporada em serviços militares, e longe de sua amada, ocorre sua segunda licença e John passa cada momento ao lado de sua amada e seu pai, porém seu relacionamento com Savannah passa a ser diferente, ela tem outras obrigações, e leva um outro rítmo de vida, porém o amor ainda segue ali, intenso, sincero e único. Ao retornar aos serviços militares, John tem a certeza que voltará a vê-la após seis meses, e então passa a tentar diminuir ainda mais a distância entre eles, telefonando com mais frequência e assim estando mais presente em sua vida.

" Mas eu a conheci; e é isso que torna a minha vida atual tão estranha. Eu me apaixonei por ela enquanto estávamos juntos, e me apaixonei ainda mais nos anos em que ficamos separados."

Apesar da ansiedade de sua dispensa, ocorre o terrível atentado no dia 11 de Setembro, e devido ao seu amor e dedicação a sua profissão e ao compromisso assumido, John decide se realistar, o que o deixaria ainda mais distante de sua sonhada vida ao lado de Savannah.

" O amor significava pensar mais na felicidade da outra pessoa do que na própria, não importando quão dolorosa seja sua escolha."

Seria o verdadeiro amor tão inabalável ao ponto de fazer com que John e Savannah fiquem juntos após tantas barreiras ? O que mudaria após o retorno dele em sua vida ? Estaria ela esperando por ele mesmo após tanto tempo separados ? Confira !!

" As pessoas mais tristes que já conheci na vida são as que não se importam profundamente com nada. Paixão e satisfação caminham lado a lado. Sem elas, qualquer felicidade é apenas temporária, porque não há o que a faça durar."

Quando se trata de Nicholas Sparks não preciso dizer que sou a pessoa mais suspeita do mundo para avaliar uma obra não é ? hahaha Um dos melhores livros que já li (devorei), os personagens são apaixonantes, a história é impecável da forma que o autor sempre costuma fazer : impactante, romantica, realista e muito emocionante. É impossível não se ver envolvida(o) nesta incrível história de amor !
Outro aspecto bastante emocionante é ver a relação de John com o seu pai, tamanhas lições que a vida aplica nele, além de ver as inúmeras chances que a vida nos dá. O desfecho foge bastante dos romances clichês de sempre, para a tristeza de bastante gente.
É inquestionável a quantidade de exemplares vendidos ao redor do mundo, essa é uma leitura daquelas que temos que manter não só na estante, mas também em nossos corações. 
Assisti ao filme e achei que deixou muito a desejar, e vocês, o que acharam ? 


História:
Capa:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

15 comentários:

  1. Querido John é lindo demais! Um dos que mais gosto do Nicholas Sparks! John é muito amor! Amo a estória de amor deles! <3
    Ótima resenha!

    beijos!
    www.desejoliterario.com

    ResponderExcluir
  2. Não estava querendo ler este livro, exatamente por conta do filme, no qual eu realmente não gostei. mas depois dessa resenha... Me deu uma vontade enorme de comprá-lo neste exato momento!
    Ótima resenha! Parabéns pelo Blog.

    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. acabei de ler hoje, é um livro fantástico ! Apesar do final triste,acho que foi um bom final pq ninguém espera o que acontece. Vi o inicio do filme e não gostei,realmente deixa a desejar certas partes.. achei que o livro mais emocionante.

    ResponderExcluir
  4. Bom, eu gostei do livro! É realmente uma linda história de amor.
    Fiquei chateada com o John, cheguei a sentir raiva dele, por causa do tempo que ele perdeu. O final poderia ter sido outro, se ele tivesse tomado a decisão certa no momento certo, mas a intenção do autor não foi essa. O autor quiz mostrar o sentido do amor. Do verdadeiro amor, que abre mão de seus propósitos, para ver o outro feliz.

    ResponderExcluir
  5. Maravilhoso esse livro. Daqueles que você faria de tudo pra tá no meio e participar de tudo. Dá raiva, alegria, enfim... Lindo mesmo. Ótima resenha.
    Beijos.
    http://rotinadeuniversitario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Sentir mais raiva de savanah, por ela nao ter esperado john, e dele por ter se alistado no exercito. Mesmo assim, acho q os dois sempre vao se amar, mesmo ela se casando com outro, ela ama Tim, mas no fundo so como amigo. Eu amei esse livro, chorei muito, e aprendir muito, recomendo leiam vcs nao vao se arrepender.

    ResponderExcluir
  7. Olá!! Este é um convite para você participar do “Grupo Academia Machadense de Letras”, onde você poderá publicar gratuitamente seus poemas, contos, crônicas, livros, música; textos sobre saúde, releases de CDS e DVDS, eventos, lançamentos, sugestões de filmes, Artes, Shows, teatro, cinema, dança, artesanato... Acesse o link abaixo e no canto superior direito clique em (PARTICIPAR). Grande abraço!
    ---------------------
    https://www.facebook.com/groups/149884331847903/
    OBS:
    Em novembro (2013) a Academia Machadense de Letras, localizada em Machado, sul de Minas, realizará o IX Concurso de Poesias "Plínio Motta" (tema livre). Assim que sair o regulamento eu avisarei a todos Contamos com a sua participação.

    ResponderExcluir
  8. Eu gostaria de saber o final, pois estou sem vontade de ler! hehe

    ResponderExcluir
  9. Resenha muito boa! Parabéns pelo blog!!!

    ResponderExcluir
  10. Eu li e amei o livro, os livros do Nicholas Sparks são maravilhosos. Ainda não assisti ao filme, espero que eu goste, apesar de saber que deve ser o resumo do resumo :P
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Primeiro vi o filme e achei o final muito vago. Diante disso, decidi ler o livro para poder enriquecer-me dos diálogos e das descrições detalhadas dos sentimentos dos personagens. Chorei muito lendo. Também senti raiva e pena do John e ao mesmo tempo da Savanah, no entanto quando ele retorna para Lenoir e eles se encontram senti a mágica do amor que sempre existiu entre eles. Estava nítido que ela ainda era apaixonada por ele e pelo enredo da história eu interpretei que ela só casou com o Tim pelo carinho e amizade que sempre nutriu por ele, diante dos fatos que aconteceram. Por isso, não gostei do desfecho pois achava que John e Savanah deveriam ter ficado juntos. Achei o último capítulo do livro o mais triste de todos e por isso esperava um final feliz entre John e Savanah. Ainda não estou conseguindo lidar com esse final, e mesmo sabendo o perfil do autor em seus livros, acho que deveria ter Querido, John parte 2 para dar a chance ao John e a Savanah de recuperarem o tempo perdido, já que as coisas pareciam não conspirarem a favor deles.

    ResponderExcluir
  12. Tenho esse livro e outros do autor, mas sempre fui relutante a ler. Também não assisti o filme, mas depois dessa resenha vou deixar meu preconceito de lado e lê-lo.
    Beijos!
    asassecretas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu sou apaixonado pelos livros do Nicholas e esse foi o primeiro livro que eu li dele e fiquei apaixonado pela leitura e pela história, mas sou suspeito pra falar já que eu amo muito qualquer tipo de romance. Adorei seu blog e a resenha

    Meu Blog: www.umcontainer.com

    ResponderExcluir
  14. Quem ama espera, não gostei da atitude de Savana ela não o amava o suficiente, queria que ele tivesse encontrado um novo amor, e o filme terminasse com ele feliz com sua família. Não gostei do filme.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.