Resenha: Kaori - Perfume de Vampira

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Bom dia pessoal!

Depois de alguns dias sem resenha, estou de volta com um livro que li na metade do ano passado, mas vale apena recordar!
Também faz parte da literatura nacional, que vem crescendo e se aprimorando cada vez mais!

Nome: Kaori Perfume de Vampira
Autor: Giulia Moon
Editora: Giz Editorial
Pág. 376
Loja: Giz Editorial



Sinopse: Século XV: Kaori, uma bela garota com o perfume da sedução, trilha caminhos perigosos entre samurais, senhores feudais, prostitutas e criaturas mágicas do folclore japonês. No seu caminho, surge José Calixto, um artista sensível e apaixonado, capaz de tudo para dar vida a uma obra imortal.
Século XXI: na fervilhante Avenida Paulista, coração de São Paulo, Samuel Jouza tem uma profissão peculiar. Ele observa vampiros para um misterioso instituto de pesquisas. Mas o olheiro percebe que a sua profissão é muito mais perigosa do que imaginava, ao salvar um menino das garras dos sanguessugas.
De um lado, a magia das sagas heróicas de samurais, o mistério das antigas lendas do Japão. Do outro, uma aventura ágil e atual, que tem como cenário o Brasil.





Primeiro, o que significa Kaori? Esta palavra traduzida para o português, tem o significado de Perfume. Kaori é transformada em um Kyuketsukis, e isso, o que significa em? Vampiro! É composta pelos fonemas: kyu = sugador, ketsu = sangue, ki= demônio. Interessante não?!

A história se resume na vida antes e depois da transformação da jovem Kaori no Japão por volta de 1647 (Período Tokugawa) e vem se entrelaçando em 2008 em São Paulo. Cada capítulo do livro reserva uma surpresa. A própria disposição dos capítulos é diferenciada, temos um capítulo tratando do presente, outro, do passado (dezoito capítulos marcados em numerais arábicos (presente) e mais dezoito marcados em numerais romanos (passado), isso mantém o ritmo da leitura acelerado.
A descrição da paisagem, do ambientes é impecável, varias vezes quis abrir minha janela e me deparar com o belíssimo Japão! Antes disso nunca tinha pensado em conhecer esse país!
Mais um ponto interessante é somos apresentados a algumas criaturas do folclore oriental como Nekomata (um gato com habilidades sobrenaturais), Tengu (corpo humano, mas uma cabeça de corvo)  e também temos os Canis Famélicos (ou limpadores, vulgarmente chamado) este último não faz parte do folclore ao que me conta.
Fora isso ainda tem algumas passagens sobre a era Tokugawa e Showa, classes sociais, figuras históricas, muita explicação e cultura Japonesa. Este livro é um aprendizado!

Para completar a história, procure ler antes, o conto Dragões Tatuados no livro Amor VampiroTambém lançado pela Giz Editorial, 2008.


História:
Capa:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Caramba, a história se passa em SP? Esse livro com certeza entrou pra minha lista de "desejados desesperadamente"! Obrigada pela dica, valeu muito!!!
    Beijos,
    Tatty (Equipe PTDL)

    ResponderExcluir
  2. legal me deu mais vontade ainda de ler, amo minha cidade,bjks.

    ResponderExcluir
  3. Parece com o livro que eu tô lendo - Sangue e Gelo - no sentido de as histórias se passarem em duas épocas.
    Tem selinhos para você lá no blog.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Eu to louca por esse livro...
    Ótima resenha.
    Bjos!!!

    ResponderExcluir
  5. Adorei o tema!!!! Amo Japao feudal! Agora quero ler este livro!

    bjus

    Ptah
    www.livrosebichos.blogspot.com
    @livrosebichos

    ResponderExcluir
  6. Andréa... adorei sua resenha! O livro já está comprado e a vontade de ler só aumentou. Obrigada pela iniciativa em seu blog. Sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Eu to muito afim de ler esse livro, parece ser ótimo

    ResponderExcluir
  8. Gostei, estou a muito tempo querendo ler.

    ResponderExcluir

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.