Resultado : Top Comentarista Setembro

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012


Confira aqui se foi você o sortudo da vez!


Olá pessoal !
Devido a falta de tempo e alguns probleminhas pessoais, o blog acabou ficando meio largado, então, consequentemente muitas promoções ficaram pendentes, lhes peço um pouco de paciência pois estou tentando solucionar problemas como este o mais rápido possível, para assim ser possível o início de novas promoções.



Segue o resultado do Top Comentarista de Setembro  : 

Como foi o critério de seleção?
- Todas as entradas foram organizadas em listas apartir dos nomes dos participantes, e então foi realizada a contagem dos comentários.

E a vencedora foi :
Ana Paula Martins

Parabéns a vencedora, e agradeço a todos que participaram.
* Entrarei em contato com a vencedora por email !
*Se você quiser conferir a listagem, pode baixa-la AQUI.






Resenha: Trilogia Cinquenta Tons de Cinza - E. L. James



Autor: E L James
Editora: Intrínseca
Onde Comprar: Saraiva





Com a febre que está esta trilogia, resolvi reunir todos os volumes em um único post, ou seja, se você pretende ler a trilogia, lhes aviso que aqui contém alguns spoilers.


Nome: Cinquenta Tons de Cinza
Pág. 480
Onde Comprar: Saraiva
Sinopse: Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja - mas em seus próprios termos.Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso - os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família -, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos... Romântica, libertadora e totalmente viciante. Uma história que vai dominar a atenção do leitor até a última linha.



RESENHA POR THAÍS

De um lado temos Anastasia Steele, 21 anos, estudante de literatura, sua personalidade é de uma típica boa moça, inteligente, bonita, desastrada, e com pouca experiência na questão relacionamentos.Do outro, Christian Grey, 27 anos, um empresário multimilionário, muito misterioso, atraente e consequentemente muito cobiçado. Duas personalidades tão diferentes tem seus caminhos cruzados apartir do momento em que Kate, a amiga com quem Ana vive, fica doente e pede para que Anastasia vá em seu lugar fazer a tão sonhada entrevista que foi concedida para o jornal da faculdade com Christian Grey.

" Tudo bem - gosto dele. Pronto. Confessei a mim mesma. Não posso mais fugir dos meus sentimentos. Nunca me senti assim antes. Acho-o atraente, muito atraente. Mais isso não tem futuro, eu sei, e suspiro com um sentimento de pena entre doce e amargo."

Durante a entrevista a atração entre os dois é evidente, porém ambos tentam se manter afastados, principalmente Christian, que ao ver a personalidade de Ana, acha que não seria o "cara ideal" para ela, porém de nada adianta, um tempo depois, Grey vai até o local de trabalho da moça - uma loja de materiais de construção - e a partir daí, a proximidade entre os dois aumenta ainda mais.

Após passar a fazer parte da vida do empresário, Ana descobre que Grey é praticamente de BDSM, e que em sua mansão há um quarto feito para suas práticas, então com a proximidade e a atração incontestável entre ambos, Christian resolve deixar o relacionamento mais sério - com algo completamente distante de ser um namoro comum - lhe entregando um contrato repleto de obrigações e regras para que a jovem passe a ser sua submissa. Apesar de inicialmente hesitar, e mesmo sem assinar o contrato, Ana - apaixonada -acaba aceitando entrar no mundo de Christian,como uma espécie de tentativa, tal convivência faz com que alguns dos mistérios do empresário, passem a ser vagarosamente revelados. Porém certo dia, após perceber que não se adaptaria ao estilo de vida que Grey leva, e por achar que nunca seria o que de fato ele precisava - quando lhe foi dada uma "punição" física -, Ana resolve deixá-lo.



Nome : Cinquenta Tons Mais Escuros
Pág. 512
Onde Comprar : Saraiva
Sinopse: Assustada com os segredos obscuros do belo e atormentado Christian Grey, Ana Steele põe um ponto final em seu relacionamento com o jovem empresário e decide se concentrar em sua carreira: ela acaba de conseguir um emprego em uma editora de livros de Seattle. Mas o desejo por Grey domina cada pensamento de Ana e, quando ele propõe um novo acordo, ela não consegue resistir. Em pouco tempo, ela descobre mais sobre o angustiante passado de seu amargurado e dominador parceiro do que jamais imaginou ser possível. Enquanto Christian tenta se livrar de seus demônios interiores, Ana, por sua vez, tem que enfrentar algo mais palpável: a ira e a inveja das mulheres que a precederam no coração e na cama de Grey.


Com o fim do relacionamento, Ana resolve se dedicar ao seu novo trabalho em uma editora de livros, afim de amenizar o seu sofrimento, e claro, do outro lado da história, Christian também sofre muito com a separação.
Porém o tempo que passam separados não dura muito, pois haviam combinado de irem juntos a exposição de José, um fotógrafo, amigo de Ana, o que é a deixa necessária para o casal retomar e juntamente com isso, Christian deixa de lado o contrato, aceitando viver assim um relacionamento comum - inimaginável para Christian, até então - e a partir desta decisão as mudanças do rapaz são cada vez mais perceptíveis, sem deixar de lado o seu jeito super protetor e autoritário.
Tudo parece correr bem na vida do casal, até os problemas começam a sugerir, juntamente com os mistérios do passado de Grey que passam a ser revelados, vem também vem Elena - a mulher que abusou de Christian quando ele tinha apenas 15 anos e assim, o levou para o lado "obscuro", e para piorar tudo, era uma das amigas da mãe de Christian - que vai atrás de Ana na festa beneficente da família do rapaz, ameaçar a garota no caso dela deixá-lo novamente ou fazê-lo sofrer.

Pouco tempo depois surge uma ex-submissa dele, Leila, que passa a perseguir Ana, invade a casa do casal durante a noite e observa silenciosamente a moça dormir e a pior parte, além de estar em meio a uma crise, está com a posse de uma arma.

Sabendo do perigo que corriam, o casal resolve fugir por um curto tempo, porém ao voltarem, mesmo com a segurança de Ana reforçada,  é claro que não demora muito para Leila enlouquecida, esperar o momento certo e armada invadir a casa da moça para pegá-la sozinha, porém nada acontece pois Grey com seu jeito autoritário, - exercendo o poder que tinha sobre sua submissa - entra no local e consegue facilmente controlar Leila, e a leva para uma clínica.

" - Não me deixe - sussurra ele.
- Pelo amor de Deus...não! Eu não vou embora! - grito, e é libertador. Pronto, falei. Não vou embora.
- Mesmo ? - Ele arregalou os olhos.
- O que eu preciso fazer para você entender que não vou fugir ? O que você quer que eu diga ?
Ele me encara, demonstrando seu medo e sua angústica novamente. E inspira.
- Tem uma coisa que você pode fazer.
- O quê ? -  rebato.
- Casar-se comigo - sussurra."

As mudanças provocadas em Christian por Ana são cada vez mais evidentes, as revelações sobre o seu passado se tornam mais frequentes, o rapaz sente cada vez menos falta do seu antigo estilo de vida, até que certo dia todo este amor até então improvável, vira um pedido de casamento.

Porém apesar de tudo parecer perfeito, certo dia Jack, o chefe de Ana quase abusa sexualmente da moça, que por sua vez se defende, juntamente com o ato se acaba a carreira de Jack pois Grey comprou a empresa, e assim, faz de Ana a editora chefe. Mas, como todo bom casal que enfrenta mil e um problemas para ficarem juntos, um novo problema acontece, sabotam o Charlie Tango - o helicóptero de Christian - mas nada acontece com o rapaz. Ana aceita o pedido de Christian, que anuncia o casamento para familiares e amigos durante a festa surpresa que fora preparada para ele em seu aniversário, na tentativa de Elena de se intrometer na vida do casal, começa a questionar a escolha de Ana e lhe dizer que ela não faria Christian feliz,  afirmava que ela não era a pessoa certe para ele, até que Christian chega e começa a despejar em Elena todo o mal que a mesma fez a ele, e neste exato momento Grace, a mãe de Christian aparece após ouvir toda a conversa, e ao descobrir tudo o que sua "amiga" fizera com seu filho, lhe dá um tapa na cara expulsa de sua casa.



Nome : Cinquenta Tons de Liberdade
Pág. 544
Onde Comprar : Saraiva
Sinopse: O que para Anastasia Steele e Christian Grey começou como uma paixão avassaladora e carregada de erotismo evoluiu, em um curto espaço de tempo, para um sentimento mais profundo que transformou a vida do casal. Ana sempre soube que amar um homem com tantas nuances seria complicado, mas nem ela nem Christian tinham noção das dificuldades que enfrentariam para ficar juntos. Mesmo assim, os dois estão se acertando: Ana torna-se mais segura a cada dia, e Christian lentamente permite-se relaxar e confiar nela. Tudo leva a crer que eles estejam caminhando para um desfecho digno de conto de fadas. Mas ainda há contas a acertar com o passado.



Neste livro, Anastasia por fim passou a ser a Sra Grey, estão ela e o marido em lua de mel pela Europa, e é neste volume com o dia a dia do casal mais segredos de Christian acabam sendo revelados, os dois passam muitos bons momentos juntos, mas como nada é fácil na vida do casal, Christian é informado de um incêndio criminoso que ocorreu em sua empresa, fato que ligado a sabotagem do avião anteriormente, indica que a mesma pessoa está por trás dos dois crimes, e ambos correm perigo.
Ao estourar a "bolha" que estavam vivendo em sua lua de mel, voltando para suas respectivas rotinas, Ana volta ao trabalho -  relembrando, propriedade do possessivo Christian - e para não parecer estar levando vantagem por ser esposa do dono, resolve permanecer com o "Steele" ao invés do "Grey" em sua assinatura eletrônica, o que faz com que aconteçam inúmeras brigas entre o casal, como podemos imaginar conhecendo o perfil do rapaz.
Certo dia Christian permite que Ana dirija seu carro, um R8, tudo ocorre tranquilamente até que um de seus seguranças dá um telefonema, informando que eles estavam sendo seguidos, porém saem ilesos. Após os acontecidos, e sabendo quem estava por trás dos atentados, Grey reforça a segurança de toda a sua família.

Durante uma viagem de Christian, Kate convida Ana para tomar um drink, e após muita conversa, uma mensagem de seu marido a reprendendo pela sua saída, Ana volta para casa, e logo quando as portas do elevador se abrem pode ver sinais de destruição, além de um dos seguranças machucados ... e o invasor caído, desmaiado ao seus pés, e então Ana chama a polícia. Rapidamente Christian volta de sua viagem - muito aborrecido por sinal - muito preocupado com sua esposa, mas a mágoa não dura muito tempo, claro.

Com o desenrolar da história cada vez mais é evidente a confiança e o amor entre Christian e Ana, ele se liberta de todos os seus fantasmas do passado, e o relacionamento dos dois passa a ser algo ainda mais sincero. Não pensem que a adrenalina acabou, ainda ocorrem inúmeras coisas que abalam as estruturas do casal, um acidente familiar, a reaparição de Leila e uma outra ex-submissa, um sequestro e ... gravidez e juntamente com ela, uma briga envolvendo Elena. Além do mais quem seria esse criminoso que estaria disposto a acabar com a vida do casal ? Qual influência teriam Elena e as duas ex-submissas no desfecho desta história ? Quem será sequestrado(a) e que consequências este sequestro trará ? Leiam !
* E não percam o Primeiro Natal de Christian quando fora adotado pela família Grey !


COMENTÁRIOS

Confesso que li a trilogia em menos de um mês, o que a curiosidade não faz ? hahahaha
Bom, gostei do livro e sinceramente, classificaria muito mais como um romance do que como um livro erótico, perdão sociedade mas não achei tão absurdo assim. Por ser um fanfic da vampiresca história Crepúsculo, acabei tendo perspectivas parecidas em relação aos personagens, por exemplo : acho a Bella completamente irritante em grande parte da história por sempre estar em dúvida em relação a tudo, ser tão sem graça e dramática, e com Anastasia não foi diferente, porém acrescentando a sua ridícula deusa interior, mas independente disto, não me arrependo de ter lido. Estava ansiosa pelo terceiro livro, pois por fim os fantasmas do passado de Christian seriam revelados, o suspense neste volume seria maior, o primeiro natal na família Grey, as inúmeras mudanças em relação a ele - sim, acredito no amor, e no quanto este sentimento pode mudar alguém, para melhor, claro - e não me decepcionei.
A única coisa que não consigo - não quero - imaginar é um filme baseado no livro ! 

E vocês, o que acharam da trilogia ?

História:
Capa:

Resenha: Belo Desastre - Jamie McGuire

terça-feira, 18 de dezembro de 2012


Nome: Belo Desastre
Autor: Jamie McGuire
Editora: Verus
Pág. 389
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade.Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade.Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento dele pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura. E é então que eles se envolvem em uma relação intensa e conturbada, que pode acabar levando-os à loucura. Belo desastre é um livro sexy e apaixonante, que vai deixar você completamente viciado.



RESENHA POR THAÍS

"-(...) Eu sabia, no segundo em que te conheci, que havia algo em você que eu precisava. Acabou que não era algo em você. Era simplesmente você."

Abby Abernathy é uma jovem que afim de fugir de seus problemas do passado, resolveu mudar de cidade e ingressar na faculdade Eastern, tudo para se manter longe de tudo o que a aproximava de seu passado, contando com a companhia de sua melhor amiga America, que namora Shepley - primo de Travis, com quem o mesmo divide o apartamento.

Travis Maddox ganha a vida lutando clandestinamente na faculdade onde cursa direito, a Eastern, e não perde sequer uma disputa. Tendo a fama de conquistador com seu o corpo sarado e repleto de tatuagens, tem todas as mulheres aos seus pés ... um típico bad boy.

"Era como se tudo naquela sala berrasse para mim dizendo que ali não era o meu lugar. As escadas se desfazendo, aquele alvoroço de clientes briguentos, e o ar, uma mescla de suor, sangue e mofo.As vozes viravam borrões enquanto as pessos gritavam números e nomes, num constante vaivém, acotovelando-se para trocar dinheiro e gesticulando para se comunicar em meio a tanto barulho"


O destino de ambos se cruza no momento em que Abby, America e Shepley vão assistir a uma das famosas disputas, ou seja, o "local de trabalho" de Travis.


Abby, apesar de como todas as outras garotas, se sentir atraída por Travis, tem a certeza de que o bad boy a levaria diretamente ao seu obscuro passado do qual estava tentando desviar, ela até tenta se manter longe, porém, a aproximação é inevitável.


 "- Mais cedo ou mais tarde haverá um coração partido nessa história. Não acho que ele seja capaz de ser fiel.

- Ele não era capaz de ser amigo de uma mulher também, mas vocês dois chocaram a Eastern inteira com a amizade de vocês. "


Diferente das mulheres que estava acostumado a se relacionar, Abby não faz o jogo dele, e pela necessidade de tê-la por perto, e aos poucos ele -incrívelmente- aceita ter apenas um relacionamento de amizade com a garota, algo até então inimaginável para Travis, o que traz mudanças significativas no comportamento do rapaz, chocando toda a universidade. Certo dia Travis faz uma aposta : se ele perder ficará um mês sem sexo, mas se ele ganhar, Abby terá que morar em seu apartamento durante um mês. Não é necessário dizer que ela perde a aposta e vai morar com o Trav né ?


"-(...) Não quero que você se magoe por minha causa.

- Você nunca faria nada para me magoar.
- Eu preferia cortar um braço - ele suspirou."


Durante este mês, muitas coisas acontecem, grandes reviravoltas, muitos comentários de alunos perplexos pela relação dos dois, já que Travis nunca permanecera com nenhuma das mulheres com quem não se relacionava por mais de uma noite, além de ficar evidente o comportamento obsessivo que o mesmo demonstra em relação a Abby.

Quais seriam os fantasmas do passado de Abby ? Qual será o futuro do casal ? Quais seriam essas tais reviravoltas na vida de ambos ? Confira.

" - Eu sei que você merece alguém melhor do que eu. Você acha que eu não sei disso ? Mas se existe alguma mulher feita para mim... essa mulher é você. Eu faço o que for preciso, Flor. Está me ouvindo ? Eu faço qualquer coisa."

Vocês acreditam em amor a primeira vista ? Ou apenas curiosidade, não sei bem como definir. Vi o livro pela primeira vez na Bienal, e de cara pensei "preciso ler este livro", enrolei um pouquinho pra comprar e a editora mandou ! HAHAHAHA Bom, devorei a obra em pouquíssimas horas, e sabe aquela vontade incontrolável de reler algo ? me senti assim, e claro, reli.

"- É perigoso precisar tanto assim de alguém. Você está tentando salvar o Travis, e ele espera que você consiga. Vocês dois são um desastre."

Encantador. É a única palavra que posso usar para definir o que o livro é no meu ponto de vista. Um romance que de relance soa meio clichê "O bad boy encontra a patricinha. Em meio as diferenças, nasce o amor. A patricinha muda o bad boy. O bad boy muda a patricinha. Os dois são felizes para sempre.Fim." porém, com as reviravoltas que a história sofre como o passado de Abby e todos os desafios que ambos tem que enfrentar para viverem o "belo desastre" que juntos representam, a história se torna algo muito interessante e envolvente. E me digam, como não se apaixonar por Trav ? apesar de seus inúmeros defeitos, é extremamente sincero, intenso, apaixonado, do tipo que se entrega completamente quando ama.

Recomendo !
História:
Capa:

Resenha: Ladrão de Almas - Alma Katsu

quarta-feira, 7 de novembro de 2012


Nome: Ladrão de Almas
Autor: Alma Katsu
Editora: Novo Conceito 
Pág. 430
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido.Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny faria qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado.De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.



RESENHA POR LETÍCIA

“O amor verdadeiro pode durar uma eternidade... mas a imortalidade tem um preço.” 

Primeiro livro da trilogia The Taker, que é o título original do livro, Ladrão de Almas consegue abordar o universo da imortalidade, um tema muito falado ultimamente, de forma revolucionária podemos dizer. A imortalidade sempre foi vista como uma benção divina, um dom de valor inenarrável, mas, Alma Katsu a mostra como uma tortura, um fardo, um castigo.
A sinopse explica muito bem a história, mas oculta alguns detalhes que eu contarei para dar mais um gostinho de quero mais, deixar aquela curiosidade aguçada para ler essa história!
Lanny se vê apaixonada pelo único garoto que não poderia ter, pois, vinda de uma família pobre como a sua como poderia alimentar os arranjos comercias que os casamentos prometiam naquela época?
Uma amizade que começou com um beijo roubado dentro do templo puritano, com o tempo, começa a levantar suspeitas para a cidade de que os dois teriam alguma coisa. Jonathan, o garanhão da cidade, de uma beleza perfeita, aproveita-se do amor incondicional de Lanny e a coloca em uma situação que seus pais não veem uma alternativa senão tirá-la da cidade.
Ao chegar a Boston tenta fugir e é abordada por dois cavalheiros exuberantes e por uma mulher de riqueza incontestável, que a oferecem uma festa. Por estar perdida e não ter outra opção Lanny aceita o convite. Ao chegar à mansão se depara com as piores depravações sexuais possíveis, orgias, bebidas, drogas... E conhece Adair, um crápula explorador, repugnante, nojento e doentio. Mas de certa forma, dentro de si, ela sente prazer com tudo aquilo.
Graças à “afeição” do anfitrião, ele sendo imortal, decide dar esse dom a ela, mas, ele tem um preço. Durante o processo ela entende somente as palavras: “Pelas minhas mãos e intenção.”. Passado o tempo, ele oferece a ela a chance de viver eternamente ao lado de seu amor: tornar Jonathan imortal. E independente das consequências ela aceita.
Certas intrigas ficam: o que leva Adair, Lanny, Jonathan e os outros à imortalidade? Qual era o significado daquelas palavras? O que faz Adair a eles dentro de quatro paredes? Qual é o mistério de Adair guardado dentro das masmorras de sua mansão? O que Lanny faz para conseguir fugir de Adair?
Não recomendaria esse livro para pessoas muito novas, pois tem certo conteúdo inapropriado.
A história é narrada em dois tempos, que correm, até se encontrarem no final. Ao mesmo tempo em que narra a história de séculos atrás, narra a forma com que Luke se prende a Lanny no presente. Luke é o que dá equilíbrio a história, a parte pura de tudo aquilo.
Essa mescla temporal feita de forma maravilhosa é uma das coisas que prende a atenção do leitor a cada página. Cada parágrafo que passa o anseio por saber mais aumenta. O final do livro é sem pontos abertos e como é o primeiro de uma trilogia, fiquei mais curiosa ainda para saber como será o restante da história.
Possuindo um enredo muito bom, cheio de mistérios arrebatadores, a lição de que o amor pode ser a salvação, mas também a ruína, um amor que nunca ninguém foi capaz de corresponder, é impossível deixar de ler!
E não para por aí! A autora já escreveu o segundo volume “The Reckoning”, que em português seria algo como “O acerto de contas”. Novo Conceito, quando teremos o próximo volume aqui no Brasil hein sua linda?!


História:
Capa: 

Novidade : 8ª Temporada de Criminal Minds estreou ontem!

terça-feira, 6 de novembro de 2012



Diferente de séries como C.S.I. que investigam um crime através de digitais, D.N.A. e provas científicas, os ‘profilers’ (analistas comportamentais do FBI), veem o crime de uma forma diferente: através do comportamento do assassino. O objetivo deles é entrar na mente desses criminosos, pensar como o suspeito estava pensando na hora do crime também antes dele e o contexto em que ele vive/viveu. Geralmente eles analisam casos de Serial Killers (assassinos em série). Uma equipe formada atualmente por Dr. Spencer Reid (Matthew Gray Gubler), o gênio da turma, Aaron Hotchner (Thomas Gibson), o melhor profiler do FBI, Alex Blake (Jeanne Tripplehorn), uma nova agente no grupo, Derek Morgan (Shemar Moore), especializado em comportamento obsessivo, Jennifer Jarreau (AJ Cook), antes a agente que lidava com as famílias das vítimas e fazia a ligação entre a equipe, a polícia local e a imprensa, mas que na temporada mais recente se tornou também uma profiler, David Rossi (Joe Mantegna), um agente muito bem sucedido e conceituado que se aposenta durante anos para escrever livros e que volta para a BAU ( Unidade de Análise Comportamental – FBI) devido à negócios não terminados e Penélope Garcia (Kirsten Vangsness) que é a analista técnica da equipe, que com os anos foi adquirindo certas habilidades de profiler devido a convivência.
Segunda-feira, dia 5, saiu no AXN o primeiro episódio da nova temporada. O título do episódio é The Silencer (O Silenciador), um criminoso que sempre que antes de matar uma pessoa ele costurava a boca das vítimas ainda vivas e foi MUITO bom! Deixou alguns mistérios sobre a nova agente, Blake e com certeza deixou gostinho de quero mais para os próximos episódios. Domingo, às 20h tem replay no mesmo canal. Para os que têm NET, o canal é o número 34.
A série passa todas as segundas às 22h e o episódio da próxima segunda é The Pact (O Pacto), eles investigam duas mortes brutais, com a mesma assinatura, com poucas horas de diferença, em duas cidades diferentes e as mortes não param por aí.



Resenha : O Começo do Adeus - Anne Tyler

sexta-feira, 2 de novembro de 2012


Nome: O Começo do Adeus
Autor: Anne Tyler
Editora: Novo Conceito 
Pág. 208
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: O Começo do Adeus é um romance sábio, assustador e profundamente tocante, que conta a história de Aaron, um homem de meia-idade, desolado pela morte da esposa, que tem melhorado gradualmente com as aparições frequentes da mulher - em casa, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou a infância tentando se livrar de sua irmã, que adorava mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, vê uma luz no fim do túnel.Eles se casam e tem uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.





RESENHA POR THAÍS

Devido a sua deficiência na perna e no braço direito, e tendo sua mãe e irmã (Nandina) super-protetoras,  Aaron, um homem de 36 anos, passou grande parte de sua vida cercado por cuidados excessivos que acabavam o sufocando, fazendo com que seu maior desejo fosse a possibilidade de ser independente, longe de toda a atenção que lhe era dada. Tudo mudou quando Aaron conheceu Dorothy, uma médica quieta, desorganizada, que não media esforços para seu trabalho, fora dos padrões de beleza e que mal ligava para suas próprias refeições, por outro lado, diferente de grande parte das pessoas que o rodiavam, Dorothy o tratava normalmente, sem colocar sua deficiência primeiro, tudo isso porque conseguia enchergar perfeitamente oque Aaron sempre tentara provar, que era completamente capaz de viver como qualquer outra pessoa.

" Ela ficava perto de mim, no meio da multidão, e muitas vezes pegava minha mão de repente, enquanto eu conversava com alguém. Eu sentia aqueles dedos rechonchudos e ásperos se entrelaçando aos meus como quem não quer nada e tinha que me controlar pra não dar um sorriso."
 
Apesar das diferenças, após alguns encontros, eles se casaram e viviam uma vida completamente normal, com todas as características normais apresentadas em qualquer casamento, entre elas desentendimentos, e foi após uma discussão completamente irrelevante para ser mais detalhada pelo desaparecimento dos Triscuits, sim biscoitos, que segundo Dorothy sumiram após Peggy, a secretária de Aaron, haver visitado sua casa  mais cedo, para levar uma sopa e fazer um chá para ele, que havia sido dispensado do trabalho por estar doente, e quando questionado pela esposa o porque ela havia ali estado, Aaron usou como resposta a ausência de Dorothy devido a sua dedicação ao trabalho. Após a discussão, ela pegou sua bolsa e caminhou até o solário, tudo parecia tranquilo até que uma árvore caiu sobre o local, um acidente que  lhe custou a vida.

Sem saber lidar com a imensidade da dor após a morte de sua mulher, e atormentado pela culpa, Aaron com seu coração e sua vida completamente devastados, passa a viver em um completo isolamento em diversos momentos, oque é nitidamente visto no momento em que seus vizinhos passam a lhe oferecer favores, como se revesarem para o levar comida, e tal ato passa a irritá-lo. Após um tempo, Aaron resolve voltar a viver com Nandina, enquanto é feita a reforma de sua casa.

"Mas agora eu queria as dores e as delícias de uma vida normal. Queria que minhas consoantes interrompessem minhas vogais ao falar, meus pés tocando os dela em um abraço, meu nariz cutucando o dela durante um beijo. Eu queria a realidade, mesmo que fosse imperfeita e repleta de falhas."

A história toma outro rumo apartir do momento em que, de repente Dorothy começa a aparecer, oque o faz com que ele passe a buscar a razão por ela ter voltado, algo que o faz colocar na balança seus sentimentos e a relembrar grande parte do que viveu no passado, incluindo seus erros e acertos, para assim conseguir por fim, dizer adeus. Seriam essas visões reais ou apenas uma ilusão relacionada a dor, que fora criada para amenizar a saudade ? Estaria Aaron condenado a viver atormentado pela culpa ? Teria o personagem um final feliz ? Confira.

"Fechei os olhos e desejei, de todo o coração, que ela aparecesse só para colocar uma mão em meu ombro. Mas ela não veio"

Apesar de muito criticada, na Bienal o livro me chamou atenção pela simplicidade da capa o que me gerou uma certa curiosidade, após juntamente haver lido a sinopse, curiosidade que foi saciada ao receber da editora o livro, para minha alegria, prova disso é que foi uma das minhas primeiras escolhas.
Bom, O começo do Adeus é uma obra que primeiramente, nos faz refletir muito sobre a questão de dar valor às pessoas, aproveitar cada segundo, mais precisamente, seguindo a frase clichê "viva cada dia,como se fosse o ultimo", pois traz exatamente a questão de agora ser, e em poucos segundos já não existir, exemplificada na morte repentina de Dorothy.
Para ser bem sincera, até agora não sei como classifico o quanto eu gostei ou não, do casal, que por serem os personagens principais, são o ponto de referência da história, oque nos fica guardado na memória.
Apesar de estar longe de entrar para as minhas obras favoritas, achei uma leitura bem suave, pouco cansativa, nada impactante (exceto pela questão da reflexão) , teve um desfecho interessante, apesar de ser bem previsível, e foi bem escrita.


História:
Capa: 

Dica 9.9

quinta-feira, 25 de outubro de 2012


Sessão que trás as melhores ofertas por R$9,90! Corre, pois é por tempo limitado!





Hoje durante minhas buscas diárias (e consumistas) por livros, me deparei com essa incrível promoção da Saraiva e não resisti, tive que trazer essa superdica para vocês.



De: R$34,90
Por R$9,90


Sinopse: Nada é impossível. Essa é a mensagem contida na história que narra a trajetória de Dick e Rick Hoyt, um pai e um filho que se uniram para compartilhar - mais que uma paixão em comum - uma ligação de amor e apoio incondicional de um para o outro que os levou a realizar feitos que, extrapolam o imaginável. Simbolos de coragem, Dick e Rick servem de inspiração não apenas para todas as pessoas com algum tipo de deficiência, mas sim para todos nós.



De: R$29,90
Por: R$ 9,90


Sinopse: Delilah Darling tem quase 30 anos e já se relacionou com 19 rapazes. Sua vida sentimental não tem sido exatamente brilhante, pois todo cara que conhece parece fugir do relacionamento. Quando lê uma matéria no jornal em que a média de homens para uma mulher de 30 anos é de 10,5, fica desesperada e assustada por estar muito acima dessa média. Além de tudo, o artigo no jornal terminava falando que, se a mulher tivesse o número acima dessa média, seria impossível a pessoa certa. Na tentativa de não aumentar seu número e perder de vez a chance de se casar, Delilah sai à procura de seus antigos namorados e tenta reconquistá-los. Será que um deles estará disposto a esquecer do passado e começar uma linda história de amor? Qual seu número revela os segredos de cada mulher e prova que, quando se trata de assuntos do coração, números são apenas uma fração de tempo.



De: R$34,90
Por: R$ 9,90


Sinopse: Eu deveria estar de luto, não me apaixonando. Às vezes é preciso perder tudo, para encontrar a si mesmo... Lennie Walker, obcecada por livros e música, tocava clarinete e vivia de forma segura e feliz, à sombra de sua brilhante irmã mais velha, Bailey. Mas quando Bailey morre de forma abrupta, Lennie é lançada ao centro de sua própria vida, e, apesar de não ter nenhum histórico com rapazes, ela se vê, subitamente, lutando para encontrar o equilíbrio entre dois: um deles a tira da tristeza, o outro a consola. O romance é uma celebração do amor, também um retrato da perda. A luta de Lennie, para encontrar sua própria melodia em meio ao ruído que a circunda, é sempre honesta, porém hilária e, sobretudo, inesquecível. "É romântico sem ser meloso e leva às lágrimas sem ser exagerado – o que mais o leitor pode querer? "


De: R$29,90
Por: R$ 9,90


Sinopese: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também
teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela. Segredos, mistérios e surpresas envolvem este poderoso romance em que o casal mais famoso da literatura mundial tem a chance de contar sua verdadeira história.


De: R$ 19,90
Por: R$ 9,90


Sinopse:Os meninos são, sim, capazes de amar. ”Tem um ditado que diz que o amor é cego. É justamente o contrário. Quando você ama de verdade, é capaz de ver coisas que ninguém consegue. Falam que você não consegue enxergar os defeitos, pura mentira também! Você vê, estão todos lá. Mas vê também algo que só você pode, como lidar com eles e contorná-los. Então, o amor não é cego, ele é a maior lente de aumento que já inventaram.” Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções. O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar. Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.

Peguei apenas alguns livros, porem tem muitos outros aqui, e conforme forem aparecendo livros que lhes agradam, prestem atenção aos relacionados da página, aposto que encontraram várias obras com ótimos preços. Outra dica, dada pela Andréa, se você mora próximo a uma livraria física Saraiva, você compra pelo site, seleciona "Entregar na Loja", paga e retira na loja selecionada sem custo de frete! Depois me contem as aquisições de vocês.



Resenha: O Caçador de Pipas - Khaled Hosseini

domingo, 21 de outubro de 2012



Nome: O Caçador de Pipas
Autor: Khaled Hosseini
Editora: Editora Nova Fronteira (Grupo Ediouro)
Pág. 365
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970.
Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas.
E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado.



RESENHA POR THAÍS

A história se passa na década de 70, tendo como cenário o Afeganistão onde uma das maiores características é a divisão das classes sociais, e na classe dominante temos Amir um garoto mimado, que desde o início do livro demonstra sentimentos questionáveis, como raiva, egoísmo, e a busca incessante pela atenção, pelo amor do pai.

"E esse é o problema das pessoas que são sinceras: acham que todo mundo também é."

Já na classe dominada temos Hassan filho de Ali, ambos descriminados pelo restante da sociedade dominante por possuírem descendências mongóis, tendo como características: bondade,  lealdade e coragem.

"Por você, faria isso mil vezes"

Amir e Hassan apesar de todas as diferenças, cresceram juntos, tinham a mesma idade e algumas paixões em comum, o que fez com que uma grande amizade nascesse entre os dois.

"Abri a boca e quase disse algo. Quase. O resto da minha vida poderia ter sido diferente se eu tivesse dito alguma coisa naquela hora. Mas, não disse. Só fiquei olhando. Paralisado"

Certo dia, Amir e Hassan se inscrevem em um campeonato de pipas, campeonato que Amir vence e para o amigo ter a pipa que o fez campeão como um troféu, Hassan revolve correr atrás da pipa azul, e desaparece. Amir resolve ir atrás de Hassan, e quando o encontra, ele está em um beco sem saída, sendo agredido sexualmente por um grupo de princípios neonazistas, comandados por Assef. Tendo sua lealdade e coragem colocadas em prova, Amir se mostra um grande covarde, uma vez que assiste à agressão escondido, e nada faz para ajudar seu amigo.

"Existe apenas um pecado, um só. E esse pecado é roubar. Qualquer outro é simplesmente a variação do roubo. Quando você mata um homem, está roubando uma vida. Está roubando da esposa, o direito de ter um marido, roubando dos filhos um pai. Quando mente, está roubando de alguém o direito de saber a verdade. Quando trapaceia, está roubando o direito à justiça […]"

Atormentado pela culpa, Amir não consegue conviver com a situação que criou com sua covardia, mesmo com o amigo querendo, apesar de tudo, reatar a amizade, Amir resolve tirar de uma vez por todas Ali e Hassan de sua casa, armando um suposto roubo para culpar Hassan. Apesar das circunstâncias, o pai de Amir, que até então não demonstrava sentimentos, aos prantos pede para que pai e filho não deixassem a casa, porém surpreendentemente, apesar de não ter culpa, Ali e Hassan assumem essa culpa e mesmo contra a vontade do pai de Amir, vão embora.

"Sempre dói mais ter algo e perdê-lo do que não ter aquilo desde o começo."

Devido a guerra contra a Rússia, Amir e o pai resolvem fugir para os EUA, onde passam a viver uma vida simples em um subúrbio, onde um bom tempo depois, com Amir já  adulto e casado, foi o fim dos dias de seu pai.
Anos depois uma ligação faz com que a vida de Amir tenha grandes reviravoltas, os acontecimentos o levam diretamente ao seu passado, onde passa a concertar os erros que cometeu, e apesar de não poder mudar o rumo que sua vida tomou por suas decisões erradas, Amir tem a chance de compensar todo o mal que causou.

“Pode ser injusto, mas o que acontece em poucos dias, às vezes até uma única vez, pode alterar o rumo da sua vida inteira”

A obra de Khaled Housseini além de mostrar nitidamente a cultura no Afeganistão, retrata de uma forma arrebatadora o valor de uma amizade sincera, e nos faz refletir principalmente sobre a valorização do que/quem temos, que muitas vezes passa despercebido devido a rotina, ou pelo simples fato de não enxergarmos. O autor tem a preocupação de detalhar sentimentos, cenários e momentos, o que faz do livro um material ainda mais agradável de ser lido. Confesso que em muitas partes do livro, não pude conter as lágrimas.
Apesar do livro ser  um clássico, se você ainda não leu, posso te alertar que "O caçador de pipas" é uma história impactante, que irá te marcar pelo resto da vida, assim como me marcou, prova disso é que mesmo o tendo lido anos atrás, e ter lido muitos outros livros após este, pude lembrar perfeitamente cada detalhe.

Sobre o filme, é bom, porém... recomendo o livro, rs.
E você, já leu ou assistiu? O que achou?


História:
Capa: 

Resenha: Diário de uma garota nada popular - Rachel Renée Russell

domingo, 7 de outubro de 2012



Nome: Diário de uma garota nada popular
Autor: Rachel Renée Russell
Editora: Verus
Pág. 282
Onde Comprar: Saraiva



Sinopse: Nikki, de 14 anos, ganhou uma bolsa de estudos para uma escola particular de prestígio. Sua angústia ao lidar com as meninas malvadas do colégio, a relação com seus pais, sua paixão pelo bonitão da escola e as novas amizades que faz são assuntos registrados em seu diário, ao lado de inúmeros desenhos que ela mesma faz de sua vida.

Direcionado principalmente para meninas adolescentes, 
Diário de uma garota nada popular pode ser considerado 
uma verão feminina de Diário de um banana.







RESENHA POR THAÍS

Tudo começa quando Nikki J. Maxwell, uma típica garota de 14 anos, que por ser filha do dedetizador, ganha uma bolsa de estudos na escola Westchester Contry Day, acreditando que ter um Iphone seria a solução para entrar para o grupo das GDPs(garotas descoladas e populares), ganha de sua mãe, para sua decepção, um diário.

Através dodiário de Nikki entramos diretamente na vida de uma típica adolescente, que lida diariamente com todos os dilemas que esta idade é capaz de trazer, como : a adaptação em uma nova escola e os impactos que isto pode trazer, a busca incessante pela aceitação dos amigos/popularidade, lidar com a malvada garota mais bonita e popular do colégio, Mackenzie; A sua relação com seus pais, seu talento para desenhar, as descobertas diárias, além de seu amor secreto por Brandon Roberts, o garoto mais lindo do colégio.

"Como você aguenta ter o armário ao lado do da Mackenzie ? Ela é tão BURRA que é capaz de passar gloss na testa para ver se tem alguma ideia brilhante uma vez na vida! E às vezes ser tão superficial pode gerar problemas multifacetados ligados à autoestima"

Com o passar do livro, a garota faz amizades verdadeiras, aprende como tirar o melhor de si, vê que diferente de tudo o que pensava, a popularidade não vem do dinheiro, mas sim de quem você é, e descobre quem de fato, sempre esteve ao seu lado.




Apesar de ter ficado sem saber muito bem oque esperar dessa missão de resenhar uma obra infanto-juvenil, fiquei bastante empolgada para ler,pois quando mais nova lia a série Querido Diário Otário, e livros assim nos levam diretamente de volta a essa fase tão repleta de descobertas e incertezas que toda menina passa, quem nunca : um amor platônico ou secreto, insegurança, escola nova, busca pela aceitação, querer ser parte de determinado grupo (...) ?
Um dos pontos que tornam a leitura desta obra deliciosa, daquelas que devoramos e ainda ficamos com o gostinho de quero mais, é a pitada ironia que Nikki usa tanto em meio à palavras, quanto em seus desenhos, ambos usados para expor em seu diário relatos rotineiros.
A capa do livro é apaixonante, as folhas são como as de caderno, além da fonte que foi usada, que nos traz ainda mais a certeza de estarmos lendo de fato, um diário. Por ser narrado em primeira pessoa a história flue muito fácil, e empolgante, daquelas que quando você chega ao fim, morre de vontade de ir para a livraria mais próxima e comprar a próxima edição. Ideal para relaxar, se distrair e no meu caso e acredito que de muitas de vocês também, relembrar !
E vocês, oque acham desse tipo de livros ?

História:
Capa:

Resenha: Abraham Lincoln Caçador de Vampiros - Seth Grahame-Smith

terça-feira, 25 de setembro de 2012



A sessão Convidado trás resenhas e matérias feitas pelos parceiros e colaboradores do blog! Cada post será assinado pelo mesmo. 





Nome: Abraham Lincoln – Caçador de Vampiros
Autor: Seth Grahame-Smith
Editora: Intrínseca
Pág. 336
Onde Comprar: Saraiva


Sinopse Indiana, 1818. Sob o luar que se insinua por entre a densa floresta, uma pequena cabana se destaca. Dentro dela, o pequeno Abraham Lincoln, com apenas nove anos, está ajoelhado ao lado da cama em que a mãe agoniza, acometida do que os antigos chamavam de "doença do leite". Anos mais tarde, o magoado Abe descobriria que o mal que vitimou sua mãe foi, na realidade, obra de um vampiro.
Ao tomar o Diário Secreto de Abraham Lincoln como guia, Seth reconstitui a história real do maior presidente da história norte-americana e desvenda todos os segredos da Guerra de Secessão, além de revelar o papel crucial que os vampiros desempenharam no nascimento, na ascensão e no (quase) declínio dos Estados Unidos. Esta empolgante história chegará à tela dos cinemas, com produção de Tim Burton e roteiro do próprio Seth Grahame-Smith.





RESENHA POR LETÍCIA

“Acabou que eu mal conseguia dizer onde terminava o machado e começava o meu braço. [...] e a cada dia que passava, meus braços foram ficando um pouco mais fortes.”

Abe um garoto magro, alto, muito inteligente e muito estimado, aos nove anos de idade vê sua mãe definhar na cama, acometida pela “doença do leite”. Depois de um encontro com um demônio de olhos negros, pele branca e dentes compridos e afiados como os de um lobo que viera cobrar seu pai, descobre que o que havia matado a sua mãe, na realidade, era um vampiro. A partir daquele dia, jurou matar todos os vampiros da América.

“Qualquer homem que tenha visto a face da morte sabe que é melhor não procurar por ela uma segunda vez.” 

Em uma de suas caçadas, na qual tem uma experiência de quase morte, conhece Henry, um vampiro que mostra a ele que nem todos os vampiros mereciam a morte, que alguns da sua espécie mereciam morrer antes que outros e sai em caçadas a esses vampiros que deviam morrer mais cedo. (Henry, entre idas e vindas, é o único que permanece até o fim com Abe: na morte de Ann, na morte de dois de seus filhos, na primeira tentativa de assassinato do presidente, em sua última caçada, na guerra.)

“... porque alguns homens são muito interessantes para morrer.” 


Abe se forma em Direito, se apaixona por Ann, uma moça que estava anteriormente noiva de um homem que a havia abandonado há algum tempo: um vampiro que não admite a perca, o faz perder seu amor. Ele inicia sua carreira política, se casa com Mary Todd, tem 4 filhos e tem sua indicação como presidente:

“Mal consigo entender como tamanha honra foi depositada sobre mim, mas ainda assim (e não há como dizê-lo modestamente, de modo que nem tentarei fazê-lo), não é nenhuma surpresa. Há uma guerra pela frente. [...] E eu, dentre todos os homens, devo vencê-la.” 

O autor, para descrever a guerra da forma que fez, como se estivesse lá, no meio das trincheiras, das baionetas, das metralhas, dos canhões e dos cadáveres mutilados, com tanta veracidade, teve que recorrer a muitas fontes de pesquisa, o que não deve ter sido fácil.

“Só existem dois tipos de homens que desejam a guerra: aqueles que não têm a menor intenção de participar eles mesmos da luta e aqueles que não fazem ideia do que seja uma guerra.” 

O livro se divide em três partes: Menino, Caçador de Vampiros e Presidente. A primeira parte narra a infância do maior presidente da história dos Estados Unidos e sua adolescência até próximo aos seus 22 anos, quando sai da casa de seu pai. Já a segunda parte mostra um Abe mais velho, mais maduro, em busca de vingança e relata também seu envolvimento com a política até a sua indicação no senado. E a terceira parte relata a sua busca incessante pelo fim da escravidão, a presidência, a Guerra Civil, até a sua morte. 

O autor consegue fazer uma mistura incrível do que é real e do que não é, de uma forma envolvente que em certos momentos o leitor chega até a acreditar naquilo que está lendo.

Para dar mais veracidade aos fatos do livro, o autor alega basear-se em um conjunto de diários do próprio presidente, inclui alguns pedaços de matérias dos jornais da época e para auxiliar o leitor o livro possui várias notas de rodapé com explicações, ou às vezes até mesmo comentários do autor.

Não preciso nem dizer que gostei do livro né? Muito bom, eu indico! ;)

PS: Para quem está procurando um livro de vampiros com rios de sangue e mortes & Cia, não vai gostar. O livro é ótimo pra quem gosta da história dos EUA, que é em torno da qual gira a trama e para quem aprecia o clássico, pois os vampiros não brilham no sol ok? (nada contra, sou fã de Twilight).


História:
Capa:

Por Dentro


© Fundo Falso - 2016. Todos os direitos reservados | não responsivo, melhor visualizado no Google Chrome.
Design e programação por Andréa Bistafa | Ilustração original de Marciano Palácio | Tema base: Blogger | Versão 4.0 | Blog no ar desde 11.01.2011.